DEVONIANO características gerais

DEVONIANO geral

 

Um tempo de grande transição.  No mar, amonóides e peixes evoluem depressa e se diversificam.  Em terra, florestas de árvores verdadeiras aparecem pela primeira vez.  Os primeiros insetos, aranhas, e anfíbios evoluem.  

 

História

O termo Devoniano foi primeiro empregado nos anos de 1830 e descrevem uma sucessão de rochas em Devon, Inglaterra.

 

Clima

 A presença de recifes difundidos e depósitos de evaporitos indicam um clima morno e moderado mundialmente, e em geral seco. 

 

Biosfera 

Vida marinha

O Devoniano viu a diversificação rápida dos braquiópodes e dos peixes, especialmente os placodermos, tubarões primitivos, sarcopterygii e actinopterygii. Esta radiação evolutiva tão pronunciada que o Devoniano foi chamado de "A idade dos Peixes". 

 

Vida terrestre

Florestas densas surgiram. Plantas primitivas evoluem depressa em grandes árvores, Archaeopteris, com 30 metros ou mais de altura.  Muitos artrópodes, inclusive aracnídeos e insetos primitivos invadiram a terra.  No fim do período os primeiros anfíbios surgiram.  Surgem as gimnospermas no Devoniano superior que permitiu as plantas uma expansão em áreas mais secas. 

 

Extinções em massa 

Há uma extinção em massa durante o Devoniano Superior (o evento Frasniano-Fammeniano), provavelmente causou mudanças no nível do mar, climáticas e ambientais, por causa de um impacto extraterrestre (cometa ou asteróide gigantesco). Os recifes desaparecem completamente, como muitos braquiópodes, peixe e animais planctônicos e nectônicos. Os graptólitos e tentaculites desaparecem e os trilobitas foram muito reduzidos.  A taxa tropical foi severamente afetada.