Nome vulgar: Truta arco-íris

Nome vulgar: Truta arco-íris

 

Nome científico: Onchorynchus mykiss

 

Espécie originária da zona ocidental da América do Norte, foi introduzida na Europa em finais do século XIX. Em Portugal existe em albufeiras e rios do Norte.

Semelhante à truta do rio, distingue-se desta principalmente pela coloração e pelas escamas mais pequenas. Dorso verde-azulado com reflexos irisados e uma faixa rosada ao longo dos flancos e ventre esbranquiçado. Pequenas manchas negras espalhadas por todo o corpo e em particular nas barbatanas caudal e adiposa.

 

Habitat: Albufeiras e cursos de água calmos. Tolera um amplo intervalo de temperatura (de 0 a 25ºC), embora o seu óptimo térmico se situe entre os 10 e os 12ºC.

 

Alimentação semelhante à da truta-fário – principalmente invertebrados e pequenos peixes; alimenta-se mais activamente no Inverno.

 

Reproduz-se no final do Inverno, princípio da Primavera. A fêmea escava o ninho em leitos de cascalho, onde deposita os ovos.

Em Portugal não se conseguiu comprovar a reprodução desta espécie nos cursos de água. A sua manutenção deve-se a repovoamentos sucessivos.

É um peixe muito produzido em aquacultura.