São Paulo, 31 de julho de 2000

RÁDIO BANDEIRANTES

 

No mês de julho a TV Globo se ocupou duas vezes do mesmo assunto:  as centenas de crianças sem escola na Favela Paraisópolis numa lista apresentada pelo líder de lá e nós acrescentamos as centenas da Favela do Sapo mais as centenas da Favela Colombo I e II.  Umas duas mil talvez sem contar com os adolescentes e adultos que não concluíram o ensino fundamental.

Temos batido nessa tecla desde 1996, não falta vaga, tem escola, muitos professores fingindo que dão aula, muito bom professor desempregado.  Muito tudo, mas falta vergonha.

As escolas da Prefeitura que estão muito próximas a essas favelas com turnos inteiros fechados e salas ociosas nos turnos que estão funcionando a meia boca.

A primeira que fechou o turno foi a Theodomiro Dias que descartou as crianças da favela e do Taboão da Serra funcionava com 4 turnos das 7 às 11, das 11:15 às 15:15, das 15:20 às 19:15 e das 19:40 às 23:40h.  Era corrido mas funcionava melhor do que agora que a escola está praticamente vazia.  Quando ainda em 1996 a diretora anunciou que fechara o turno das 11 as 15:15 ficamos em pânico e pedimos socorro a todos, inclusive par o vereador Vicente Cândido, do PT que foi muito bem votado a favela Paraisópolis.  Hoje todas as escolas do Butantã diminuíram um turno e a Theodomiro Dias funciona com 3 turnos sem que nenhuma classe esteja com a lotação completa e com pelo menos 5 salas ociosas em cada turno.  19 salas do turno fechado mais 15 dos turnos que funcionam são 34 salas disponíveis...  e o Sr. Secretário  quer fazer cadastro?  Ele quer é enrolar...

E não é só na Theodomiro Dias que ocorre isso.  É na Arthur Witaker e na Marechal Deodoro.  Sem contar na EMEI Antônio Bento que fechou um turno também alegando falta de demanda.  Imagine uma EMEI fechar um turno por falta de demanda?  É o cúmulo da cara de pau; é a certeza da impunidade; é apostar na inércia da Secretaria e no caos que se transformou a região do Butantã na área da Educação.  É debochar da gente sofrida de São Paulo.

 

Cremilda Estella Teixeira

Presidente

NAPA – Núcleo de Apoio a Pais e Alunos

Rua Rui Pinto, 156 – Fone: 3742-3023

1