NAPA - NÚCLEO DE APOIO AOS PAIS E ALUNOS
Rua Rui Pinto nº 156 - Vila Morse -CEP 05624-100 - S.Paulo -SP - Tel.: (011)3742-3023

NAPA Escreva para o NAPA Vinculado ao Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública

ESCOLA MOTEL

 

         A alta rotatividade das Escolas Municipais é simplesmente uma manobra imoral.  Os alunos desistem de estudar na 6ª, 7ª e 8ª série.  No começo do ano, além do número de alunos das classe não ser os mesmos que consta nas listas das DREMS, termina o ano com as classes nem pela metade.  Vão saindo aos montes empurrados para a rua de mil maneiras.  A pressão sobre os alunos rebeldes e “difíceis” é tão grande que não tem como agüentar. Uma prática costumeira é enviar o aluno para os Conselhos Tutelares, nos quais os  professores são na maioria.  Na primeira carraspana que a mãe leva, ela permite, de livre e espontânea pressão, que o filho deixe de estudar. Ela já é “orientada” na escola que Conselho Tutelar é um passo para a FEBEM. Essa é só uma modalidade. É o recurso pedagógico mais usado nas escolas.  Aluno difícil... o Conselho Tutelar resolve.

 

         No ano seguinte a escola está cheia de novo, só nos primeiros meses, o que é o suficiente para se cadastrar no MEC, receber verba gorda de tudo quanto é lado e leite para todo mundo. Em maio já acabou o sufoco. Salas vazias.  Alguns alunos saem e já em seguida estão devidamente matriculados na escola do crime.  Uma boa parte volta em outra escola porque eles e seus pais se iludem achando que na outra escola não tem pressão e nem perseguição.  Só muda o perfume: um é ... cachorro, outro de galinha mas a .... é a mesma.  O aluno transferido leva o currículo. São as malditas ocorrências registradas unilateralmente. Só registra o que o aluno falou e não o que ele ouviu.

 

         Só para dar uma pequena amostra: - No ano passado, a EMEF Theodomiro Dias reprovou 30 alunos na 8ª série.  Doze aceitaram a reprovação injusta.  O resto está na rua, daqui a um ano os que não se perderam na vida, voltam conformados e passam a ser vaquinhas de presépio. Os anos sem escola lhes ensinou a falar “sim senhora, não senhora” para tudo o que as professoras querem.

 

         O Professor Paulo Freire dizia bem, quando colocou que a escola forma rebeldes e apáticos.  Morreu Paulo Freire mas continuam vivas as escolas motéis, fabricando bandidos, conformados e distribuindo maus exemplos em alta rotatividade.

 

São Paulo, 04 de Abril de 2001.

Cremilda Estella Teixeira – 3742-3023.

NAPA - NÚCLEO DE APOIO AOS PAIS E ALUNOS
Rua Rui Pinto nº 156 - Vila Morse -CEP 05624-100 - S.Paulo -SP - Tel.: (011)3742-3023

NAPA Escreva para o NAPA Vinculado ao Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública

 

1