Vício de Diretor de Escola

 

 

Umas 50 pessoas reunidas na Escola Estadual D. Pedro para ser discutido o Conselho de Educação.

 

O “Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública - COEP” estava presente a convite do DRE Leste 2, Prof. Jair Sanches Vieira. Presentes a presidente do Aczala, do NAPA, do NEPPAL e do Grêmio SER Sudeste, os quais fazem parte da coordenação do COEP.

 

O único que falava de pé era o professor Nilton Damasceno, assessor da DRE Leste 2, e com o estatuto na mão.

 

Questionado pelo Sr. Mauro Alves (Grêmio SER Sudeste), a resposta do Prof. Nilton foi nossa velha conhecida: “Não estou aqui para resolver seu problema emocional”.

 

Muitas vezes nos indignamos diante das “Safadezas de Educação” e nos alteramos com os absurdos que presenciamos nos Conselhos de Escola, mas, desta vez, a pergunta foi feita em tom sereno, justamente pelo Sr. Mauro que é tido como o mais contido do grupo.

 

Ocorreu ali o que ocorre rotineiramente nos Conselhos de Escola: o pai que ousar questionar a fala do diretor da escola é louco. Desqualifica-se a quem não aceita tudo caladinho, e está tudo resolvido. Afinal, diretor de escola é o porta-voz de Deus, e quem contesta só pode ser louco.

 

Como não temos filhos naquela escola e em nenhuma de DRE da Zona Leste, sentimo-nos à vontade para questionar. A perseguição contra filhos de pais que questionam é implacável.

 

O Prof. Nilton apresentava muita ansiedade e pressa na obtenção do CGC, o qual é documento fundamental para movimentar recursos. Ele não queria um Estatuto claro, aliás, uma peça simples ou confusa é excelente para ser utilizado pela má fé, se houver.

 

Levantamos, protestamos e nos retiramos. Estamos cansados de ver pais reclamarem dos Conselhos de Escola que já apresenta a ata prontinha para os pais assinarem.

 

Não é com o aval do “Movimento Comunidade de Escola Pública” que vai ser feito, nesse Conselho de Educação, o que ocorre nos Conselhos de Escola que conhecemos.

 

Conselho de Escola que se reúne para expulsar aluno ou para referendar tudo o que a direção da escola quer, nós não aprovamos.

 

Fica o nosso protesto, o qual avaliamos justo. Para o Prof. Nilton, quem estiver contra (ele) tem problemas mentais ou emocionais. Com isso, rios de dinheiro são enviados para escolas, as quais estão cada vez mais miseráveis. O Professor só confirmou o Vício de Diretor de Escola.

 

Cremilda Estella Teixeira

Presidente

NAPA — Núcleo de Apoio a Pais e Alunos – www.oocities.com/napa_org - tel.: 3742-3023

 

Laura da Costa

Presidente

Aczala — Associação Comunitária da Zona Leste e Adjacências - www.oocities.com/aczala

Vinculadas ao Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública

1