Balanço Patrimonial e Demonstração de Lucros & Perdas

 

Amostra dos elementos patrimoniais e de variações suas.

 

Balanço Patrimonial 

 

 

 

 

        O balanço patrimonial com a demonstração de resultados é uma espécie de fotografia do patrimônio. Mostra a posição e a natureza dos elementos patrimoniais bem como suas variações de despesa e de receita.

        Para se chegar a esse demonstrativo parte-se do novo balancete de verificação, excluídas as contas anuladas e incluídas as movimentadas.         

Razão de várias contas movimentadas (não anuladas)

 CONTAS

DÉBITO

CRÉDITO

 SALDO

D/C
FUNDO P/DEPRECIAÇÃO. - saldo credor   8.500 C
 movimento 7.250 15.750 C
         
IMÓVEIS - saldo devedor   145.000 D
 movimento 1.450 143.550 D
         
PROV. P/DEVEDORES DUVIDOSOS 12300 12.300 C
    .    
MERCADORIAS - saldo devedor   462.000 D
  movimento 195.700 657.700 D
         
PROVISÃO P/IMPOSTO DE RENDA 11.568 11.568 C
         
DIVIDENDOS A PAGAR 8.098 8.098 C
         
PARTICIPAÇÕES A PAGAR 8.098 8.098 C
         
RESERVAS - saldo credor   102.000 C
 movimento 5.398 107.398 C
         
LUCROS SUSPENSOS 5.398 5.398 C
    .    
DESPESAS PENDENTES - saldo devedor   3.200 D

 movimento

 

640

      2.560 

D

 

  Novo Balancete de Verificação

CONTAS

 ATIVO

APLICAÇÕES

saldos devedores

PASSIVO

ORIGENS

saldos credores

CAIXA 10.000  
CAPITAL   200.000
MÓVEIS E UTENSÍLIOS 72.500  
CONTAS A PAGAR   75.000
RESERVAS   108.616
FUNDO PARA DEPRECIAÇÃO   15.750
BANCOS C/MOVIMENTO 25.000  
DUPLICATAS A PAGAR   357.200
DESPESAS PENDENTES 2.560  
PROV. P/DEV. DUVIDOSOS   3.600
PROVISÃO P/IMP. DE RENDA   14.178
DIVIDENDOS A PAGAR   9.925
PARTICIPAÇÕES A PAGAR   9.925
LUCROS SUSPENSOS   6.616
IMÓVEIS 143.550  
MERCADORIAS  657.700  
CONTAS A RECEBER 85.000  
FORNECEDORES   290.000
COMPENSAÇÃO ATIVA 170.000  
DUPLICATAS A RECEBER 94.500  
COMPENSAÇÃO ATIVA   170.000
TOTAIS 1.260.810 1.260.810

Balanço Patrimonial

 

Variações patrimoniais - veja como se comportam

 

ATIVO (APLICAÇÕES)

 VALOR

PASSIVO (ORIGENS)

VALOR

1. Disponível 7. Exigível

     Caixa                                   

10.000     Contas a Pagar 75.000
     Bancos c/movimento          5.000      Duplicatas a Pagar 357.200
1. subtotal                                   35.000      Fornecedores 290.000
2. Realizável      Prov.p/Imp. de Renda 14.178
    Mercadorias                            657.700      Dividendos a Pagar 9.925
    Contas a Receber                     85.000      Participações a pagar 9.925
    Duplicatas a Receber                94.500 7. subtotal 756.228
3. subtotal 837.200 8. Não Exigível
4. Permanente       Capital 200.000
    Móveis e Utensílios 72.500     Reservas 108.616
    Imóveis 143.550     Fundo de Depreciação 15.750
4. subtotal 216.050     Prov.p/devedores duv. 3.600
5. Resultado pendente 2.560     Lucros Suspensos 6.616
6. Compensação 170.000 8. subtotal 334.582 
    9. Compensação 170.000
TOTAL (1+2+3+4+5+6) 1.260.810 TOTAL (7+8+9) 1.260.810

Ativo circulante = ativo disponível + ativo realizável de curto prazo

Passivo circulante = passivo de curto prazo

Demonstração

 de Lucros &Perdas

(como foram as receitas e as despesas)

DESPESAS

RECEITAS

Despesas administrativas 128.200 Lucro bruto

195.700

Despesas Gerais 10.990 Receitas eventuais

1.600

subtotal 139.190
Fundo para depreciação 7.250
Provisão p/dev. duvidosos 3.600
Provisão p/Imposto de renda 14.178
subtotal 25.028
Distribuição do lucro:
Dividendos 9.925
Participações 9.925
Reservas 6.616
Lucros suspensos

6.616

subtotal

33.082

TOTAL

197.300

TOTAL

197.300

Nota: a demonstração acima se apresenta na forma horizontal. Pode ser na vertical com as despesas ou deduções se subtraindo das receitas à semelhança de uma declaração ao Imposto de Renda. Entre as despesas pode figurar o custo das vendas.

Recife, XX/XX/XXXX.

COMENTÁRIOS

 

          Em ambas as peças, os totais têm de bater para manter a igualdade patrimonial.  No ativo, os bens surgem em ordem decrescente de liquidez. Só são do ativo real os que, de fato, podem ser transformados em espécie. Os que não podem são expurgados do ativo para efeito de análise Exemplos: compensação, pendente e outros valores a critério do analista. 

 

Patrimônio Líquido

 

         O passivo são os capitais usados: próprios (não exigível, patrimônio líquido ou situação líquida) e de terceiros (exigível ou passivo real). Analiticamente, o patrimônio líquido é a diferença entre o ativo real e o passivo real. Como o ativo pode incluir parcelas que não são ativo real e que serão deduzidas numa análise, o patrimônio líquido pode ser, de fato, menor do que o registrado em balanço

 

Relativos

 

        Para ver a posição relativa e dinâmica dos itens do ativo e do passivo, em mais de um balanço, são extraídos coeficientes (percentuais entre partes e todo) bem como quocientes (percentuais entre partes). 

       A Demonstração de Lucros & Perdas mostra como foram as receitas, as despesas e a distribuição do lucro, se houver. Se existir prejuízo, também será visto. Percentuais semelhantes aos descritos podem ser extraídos desse balanço de lucros e perdas.

 

Ressalvas

 

      O termo balanço dá idéia de igualdade, o que é uma evidência no caso. Melhor seria chamar Posição Patrimonial ou Situação Patrimonial. Já o nome da última peça pega bem.

       Por razão já explicada, os aspectos legais da questão, que podem ser vistos nas leis respectivas, foram deixados de lado.

 

Razão - livro auxiliar (não obrigatório) que mostra os débitos, os créditos e os saldos de cada conta.

...

visitas - estatísticas atualizadas desta página (clique ao lado):   See who's visiting this page.

 

 

Todos os direitos reservados, proibida a publicação de qualquer conteúdo desta página, sem citação da fonte ou autorização do autor

 

 

 

 

Voltar ao início da página

Atualizada em 02/06/2004

1