CRISTAIS E PEDRAS PRECIOSAS
 

CRISTAIS E PEDRAS PRECIOSAS

 

Pedras e cristais representam coisas diferentes para cada pessoa. Podem ser uma fonte de renda, um presente para a pessoa amada, um adorno, uma forma de apreciar a natureza, um instrumento de cura, um símbolo de perfeição ou um professor em matéria de consciência. O reino mineral servirá a cada necessidade individual da maneira que melhor convier a cada um. Para alguns, cristais e pedras preciosas constituem objetos inanimados, a forma de vida mais inferior do planeta. Para outros trata-se de grandes fontes de luz e energia.

No decorrer dos séculos, civilizações têm usado o poder dos cristais e pedras para As mais antigas lendas e tradições sobre a mágica dos cristais nos levam de volta à antiga Atlântida. Supõe-se que os evoluídos habitantes daquele continente utilizassem os cristais para canalizar e aproveitar a energia cósmica e acredita-se que o mau uso e abuso dos poderes dos cristais foi um dos motivos da destruição dessa civilização.

Os sobreviventes da Atlântida recomeçaram e perpetuaram o conhecimento dos cristais no Egito, América do Sul e no Tibete. Construíram pirâmides baseando-se em teorias cristalinas e seguindo o modelo dos grandes templos da Atlântida. A forma geométrica perfeita das pirâmides reproduz com exatidão as leis físicas dos cristais e canaliza energia universal de alta frequência para o planeta. Alguns estudiosos defendem a tese que a Grande Pirâmide do Egito era originariamente encimada por um gigantesco cristal, que possibilitaria a atração para a Terra e a utilização dessa força cósmica.

Enquanto as civilizações anteriores surgiam e ruíam, ocultou-se o conhecimento latente do poder e do potencial de energia dos cristais daqueles que eram corruptos em suas motivações. Muito da sabedoria continua oculto, mas algumas informações estão surgindo e vêm brotando em diversas culturas e civilizações no decorrer da história desde o Êxodo na Bíblia, às antigas escrituras sânscritas, as origens da cura através das pedras preciosas são conhecidas e valorizadas pela capacidade de absorver e transmitir a força vital.

A medicina ayuvédica relacionava por exemplo, a energia dos cristais com os planetas, que possuíam sua cor ou raio de luz específico e sua pedra preciosa correspondente. Os astrólogos hindus, usavam as pedras preciosas para compensar os efeitos maléficos dos aspectos planetários negativos e para realçar a influência dos aspectos favoráveis.

Nos cristais, os átomos se associam em harmonia e unidade determinando a criação de formas materiais perfeitas. Manifestam uma integridade física que vibra com a alma cósmica que os criou. Projetam, emanam e refletem luz, a forma mais elevada de energia conhecida no universo físico.


 

UTILIZAÇÃO E MANIPULAÇÃO DOS CRISTAIS

A arte de sintonizar-se com um cristal consiste na habilidade de neutralizar a mente e tornar-se tão calmo que o eu interior fica receptivo ao espelho do cristal que lhe mandará de volta luz interna, direto à sua consciência. Tudo que é necessário é sinceridade e disposição para ouvir a voz silenciosa que fala diretamente à nossa compreensão interior. Os cristais representam a luz e, desde que sintonizados corretamente, podem nos ensinar a Ter acesso à nossa própria luz e a utilizá-la mais.

Há muitas maneiras de usar cristais e pedras para cura e o despertar da consciência. Eles atuarão, independente de você pensar ou acreditar nisso. Apenas tê-los em sua presença traz mais beleza e luz ao ambiente. Um cristal colocado em uma sala ou quarto, carregará automaticamente a área com energia, tal qual um ionizador negativo. Mesmo que alguém não tenha ainda alcançado o estágio de desenvolvimento necessário para sentir as energias curativas dos cristais, o efeito será produzido, e a mente subconscientemente reagirá.

 

O PODER CURATIVO DAS PEDRAS

Cristais e pedras podem ser carregados ou usados como jóias, para ajudar a manter a clareza mental, a estabilidade emocional e o equilíbrio físico. Quando se usa cristal ou pedra preciosa, sua energia mistura-se ao campo ou aura humana. Na medida em que a luz reage às pedras e as vibrações de cor se refletem de volta à aura, suas frequências intensificadas da cor servem para dissipar e neutralizar a tensão física e emocional. Ao aumentar as sutis energias curativas e a força de luz ao redor do corpo, obtêm-se maior poder e equilíbrio pessoal.

Você pode também pegar  um copo com água e dentro dele colocar o cristal. Tomar essa água após algumas horas.

 

LIMPEZA E CUIDADO COM OS CRISTAIS

Quando cristais e pedras são utilizados para fins curativos ou quando forem adquiridos por você, eles tornaram-se muito receptivos às vibrações dos indivíduos com quem trabalharam ou o ambiente em que estiveram. Podem assimilar e reter suas energias e por isso, devem ser limpos após cada tratamento ou quando vierem pela primeira vez para suas mãos.

Eu costumo deixar meus cristais submersos em água com sal grosso durante 24 horas e depois lavo-os em água corrente. Gosto de deixá-los também de molho em água com algumas gotas de alfazema ou almíscar. Depois de lavados, coloco-os no sol, sendo que o melhor horário é até o meio dia. Também é muito bom a luz da lua, principalmente se for lua cheia, e deixá-los no parapeito da janela ou varanda em noites de tempestade. Se você tiver oportunidade de colher água de rio, cachoeira ou de mar (bem limpa) também é ótimo deixar seus cristais mergulhados nela por um tempo.

Você também pode programar seus cristais, segurando-os após a limpeza e mandando, através da meditação, mensagens de amor ou cura para eles. Você pode mandar sua própria energia curativa para eles, programando-as não só com sua essência pessoal, mas também com o poder da luz universal.

 

COMO ESCOLHER SUA PEDRA

Use sua intuição. Escolha a que mais lhe chamou a atenção, aquela para onde você olhou primeiro. Aquela da qual você não consegue mais tirar o olhar e para onde ele sempre volta. Nem sempre a pedra mais bonita é a SUA pedra. Lembre-se, é a pedra quem escolheu você.

 

QZ46.jpg (24928 bytes)

Clique aqui para ler mais sobre cristais

1