Melhor visualizado em Internet Explorer 4.x em 800 por 600 ou superior

 

 

 

 

 


Escultura

 

Noções sobre argilas e massas

Os materiais usados em escultura são vastos: argilas, pedras, madeira, isopor, etc. Aqui abordaremos principalmente as massas e argilas, pois são os materiais mais usados em efeitos especiais.

Antes de saber um pouco mais de massas e argilas, o que é mesmo massa e argila?

Grosseiramente, argila é um tipo de barro, um sedimento composto de fragmentos muito pequenos de silicato de alumínio hidratados. A cerâmica é uma denominação comum a todos os artigos ou objetos produzidos com argila e queimados ou assados ao fogo. Mas não é só argila queimada, ela deve ser preparada adequadamente (amassada). A transformação do barro em cerâmica acontece durante a queima.

Massa é uma mistura de produtos naturais e/ou sintéticos que não necessariamente possuem o barro (ou seja, alguma fonte de silica) na sua composição.

Para evitar confusão de termos, daqui em diante denominaremos argilas apenas as massas naturais que possuem alguma fonte de silica ou barro (argila à base de água e à base de óleo) e as massas sintéticas simplesmente de massas.

Existem diversos tipos de argilas e massas usadas em escultura. Abaixo você encontrará informações sobre alguns tipos mais usados em efeitos especiais do cinema.

 

 

Argila à base de água

Basicamente, argila à base de água é uma mistura de pó de argila com água. Existem alguns tipos de argila à base de água são mais apropriados para uso em cerâmica e outros para modelagem. A argila comum encontrada no Brasil é a da primeira.

A argila à base de água é menos usada em escultura de efeitos especiais se comparada com a argila à base de óleo. Apesar disso, ela é mais barata se comparada as outras argilas, o que é importante quando se faz esculturas muito grandes. Além de ser usada em esculturas, a argila à base de água é muito usada no processo de fazer moldes de esculturas, principalmente quando se trata de de fazer parede de argila e cama de argila para esculturas feitas de argila à base de óleo.

É fácil de trabalhar de se trabalhar com este tipo de argila quando se tem a quantidade certa de água, o que é fácil de manejar. Pode-se inclusive borrifar água com um spray para deixá-la úmida. Da mesma forma, também é fácil de se remover de um molde usando um spray de água. Como ela seca em contato com o ar devido à perda água, suas esculturas devem ser mantidas cobertas para não secarem. As suas principais desvantagens são iguais às suas vantagens: é difícil de se manejar se o projeto demorar vários dias, pode se desmoronar e separar facilmente, não é reutilizável e não pode ser usada com plásticos, epóxi ou polímeros.

Nos EUA existem marcas de argila especiais à base de água como a Raku clay e a WED (Walter Elias Clay), usadas para modelagem. Esta última, é uma argila à base de água e que possui em sua composição a glicerina que ajuda a ter secagem lenta, desenvolvida originalmente para o Estúdios Walt Disney e usada na indústria de filmes para a criação de esculturas grandes e detalhadas. Ela contém um retardador que torna lento o processo de secagem e permite com que se trabalhe por mais tempo sem ter de preocupar com a secagem e as rachaduras típicas. No entanto também precisa de um spray de água para manter a umidade e para suavizar. Não é como a argila à base de óleo, mas é boa para esculturas de máscaras para as esculturas grandes onde o orçamento é limitado.

 

 

Argila à base de óleo/cera

A argila à base de óleo ou cera é uma argila cujos componentes são a base de óleo ou cera ou mesmo uma mistura destes, assim, ela não seca e é permanentemente flexível, permitindo trabalhar suavemente. Este tipo de argila é o mais usado para criação de esculturas em efeitos especiais no cinema. É também conhecida como plastilina, plasticina, massa de modelar ou argila à base de óleo.

História da argila à base de óleo

Durante a Renascença, os pintores desenvolveram novas tintas substituindo o veículo de água para óleo misturado com pigmento. Da mesma forma, os escultores procurávam formas de superar as limitações da argila à base de água, que racha ao secar e tende a se despedaçar, principalmente se forem usadas armações. Quando seca, a argila à base de água dificulta acrescentar novas porções de argila. Assim, era preciso um material que não rachasse e que fosse macio o suficiente para modelar mas firme ao mesmo tempo quando fosse feito um molde, e também permitir adicionar e remover material por um período maior de tempo. Por isso, a água foi substituída por um lubrificante, geralmente óleo ou cera. Enquanto os escultores no passado usaram vários óleos vegetais, gorduras animais e cera de abelha, o escultor moderno pode tirar vantagem dos produtos à base de petróleo que são mais estáveis e menos rançosos.

Marcas de argila à base de óleo

Existem várias marcas de argilas à base de óleo no mercado atualmente. As marcas de argilas vêm numa variedade de dureza e composição e cada escultor tem o seu tipo favorito. Roma Plastilina, Chavant e Klean Klay são algumas delas.

As marcas mais usadas nos efeitos especiais do cinema são:

1) Roma Plastilina: A foto ao lado mostra uma das marcas mais conhecidas e utilizadas de argila à base de óleo - a marca ROMA PLASTILINA da Sculpture House. É o tipo mais usado, conhecido pela sua maciez. Ela mantém bem a forma, seja feita através da mão ou com ferramentas. A Roma Plastilina contém enxofre mas a Sculpture House já tem a PRIMA PLASTILINA, que não tem enxofre. A Roma Plastilina vem em 4 graus de consistência e em 2 cores, verde-acinzentado e branco cremoso. Os tipos 1 e 2 servem para a maioria dos projetos. Vem em blocos de 900 gramas. No Brasil é possível comprá-la através de importação e em algumas poucas lojas importadoras a revendem.

 

No. 1 Verde-acinzentado: (contém enxofre) Macia e extremamente maleável para esculturas grandes, pode ser facilmente trabalhada com a mão. Para as situações em que você precisa trabalhar rapidamente ou para fazer esculturas grandes.

No. 2 Verde-acinzentado: (contém enxofre) Argila de uso geral, de consistência média, levemente mais firme que a No 1 e provavelmente a consistência mais utilizada. É uma boa opção para bustos, cabeças e figuras humanas.

No. 2 Branca: (contém enxofre) A mesma consistência da anterior, mas tem uma cor branca.

No. 3 Verde-acinzentado: (contém enxofre) Argila de consistência firme-média, para detalhes finos e esculpir objetos pequenos; melhor modelada com ferramentas.

No. 4 Verde-acinzentado: (contém enxofre) É dura, geralmente usada onde são necessários detalhes extremos. Melhor modelada com ferramentas.

No. 4 Branca: (contém enxofre) A mesma que a No. 4 verde-acinzentado mas de cor branca.

 

2) Plastilina Profissional Chavant: É a concorrente mais conhecida da Roma Plastilina.

Vem nas cores Marrom-Escuro (que contém enxofre e tem consistência suave) e Cinza (que contém enxofre e na mesma consistência da marrom).

Esta argila é encontrada no Brasil. É vendida por quilo. Para saber onde comprá-la, visite a secção ONDE COMPRAR da MSFX referente à Noções Básicas.

 

 

 

Dicas para o trabalho com argila à base de óleo

Apesar deste tipo de argila não secar, ela pode se oxidar e tornar difícil de se trabalhar. Os tipos sem enxofre costumam ser mais durpos que os com enxofre. Se quiser, você pode modificar a consistência da argila misturando um pouco de vaselina, mas isto é um pouco difícil. Para torná-la mais fácil de trabalhar, pode-se esquentá-la com um secador de cabelos.

Quando for esculpir, é aconselhável iniciar com um armação, o que é um suporte interno para manter as partes extendidas sem despencar. Para esculturas pequenas, estas armações podem ser construídas prendendo firmemente um arame de alumínio a uma base compensado e aplicar argila ao redor do arame. Deve-se evitar deixar o arame muito perto da superfície, já que ele pode interferir na escultura. Pode-se também usar armações internas usando isopor. As peças de isopor evitam com que se use muita argila quando se vai esculpir algo maior. O isopor pode ser facilmente esculpido na forma e depois pode ser aplicada uma camada de cera de abelha derretida, o que faz com que a argila grude melhor na superfície. A argila pode ser cortada em peças para se trabalhar usando um arame fino (algumas pessoas usam corda de violão) com bastões de madeira presos nas extremidades. Ela pode ser esculpida usando ferramentas aro de metal, suavizando enquanto arranca partes da argila. Depois que a forma foi definida, ferramentas de madeira e ferramentas de metal de várias formas podem ser usadas para adicionar os detalhes. Se for desejado uma superfície bem lisa, é possível obtê-la com a argila à base de óleo. Alguns artistas usam algumas ferramentas que tem uma peça de borracha na extremidade. Outros usam um pedaço de couro rígido e que pode ser cortada e lixada para ter o contorno desejado. Outros artistas usam meias de nylon, tipo meia-calça. Estes tipos de instrumentos são bons serem aplicados com algum tipo de lubrificação para evitar deformar a superfície. Alguns artistas usam detergente líquido ou álcool.

Os tipos de argila à base de óleo que contém enxofre interferem na secagem de algumas borrachas de silicone usadas para se fazer moldes. É geralmente uma boa idéia e em qualquer caso, aplicar um cobertura de spray de laca acrílica antes de fazer o molde afim de fornecer uma barreira e firmar a superfície.

Como conseguir a sua própria argila à base de óleo/cera

Se você, por algum motivo não puder comprar a argila à base de óleo profissional, para substituí-la, a minha primeira sugestão - e que é uma opção razoável - é usar massa de modelar escolar porque ela é barata, fácil de encontrar, pode ser reaproveitável e não seca. Após ter esculpido e tirado um molde de gesso e uma cópia de gesso, por exemplo, você pode retirar a massa da armação e guardá-la ou reaproveitá-la. Vale lembrar que a massa de modelar é uma argila à base de cera pois na sua composição existe: cera, pigmentos e cargas. Na embalagem de muitas marcas você pode ler o termo "PLASTILINA", ou seja, o mesmo termo usado para a argila à base de óleo para a escultura profissional. É claro que a massa de modelar não tem as mesmas características das argilas à base de óleo profissionais, mas com certeza, você poderá usá-la e terá bons resultados.

Ela pode ser encontrada na forma de blocos de uma única cor (foto acima à esquerda) ou bastões de diversas cores (fotos abaixo). Uma marca muito boa é a ACRILEX.

Mas cuidado! Recentemente tem surgido no mercado algumas "falsas massas de modelar" que não são a base de cera e sim à base de amido e água. Portanto, não compre deste tipo. Para saber, leia na embalagem. Se estiver escrito: cera, pigmentos e cargas. Pode comprar! Agora se estiver escrito: água, carbohidratos de cereais, hidrocarbonetos alifáticos, cloreto de sódio, metil paraben, aroma e pigmento. Não compre!!!!

 

Se você for usar a massa de modelar e quiser que ela fique numa cor só, basta misturar com as mãos todos os bastões de massa de modelar. Assim, será formada uma argila de cor acinzentada conforme a foto ao lado. Depois de misturada, guarde-a enrolada em plástico de embrulhar alimentos (filme de PVC).

 

 

 

 

A minha segunda sugestão é fazer a sua própria argila à base de óleo. Abaixo você pode algumas receitas caseiras. É claro que elas não ficam com a mesma qualidade das que você comprar, mas "dá para quebrar um galho" principalmente quando se precisa de grande quantidade.

Receita caseira 1: Você precisa de três ingredientes (quatro se você contar com o corante): cera, vaselina e talco. A cera é a parte principal da argila. A cera é a parte da plastilina que fornece o "corpo" da argila. Use uma cera (pode-se usar a cera Microcristalina, mas qualquer outra cera irá funcionar de várias formas). A vaselina controla a dureza ou maciez da plasticina. Quanto mais você adicionar, mais macia ela fica. O talco, que é composto de sílica, deixa a plasticina menos pegajosa devido a vaselina. Quanto mais talco você adicionar, menos pegajosa ela fica. A quantidade de cada um dos três depende do tipo de cera que você quer usar. Você pode tentar diferentes tipos de cera para começar. Derreta a cera e a vaselina juntas ou derreta a cera em banho-maria. Acrescente a vaselina. Depois adicione o talco. É importante misturar com um tipo de mixer. Adicione o talco e misture com um tipo de mixer. Cuidado pois você está trabalhando com cera derretida! Experimente várias proporções até você encontrar a mistura adequada para você. Esta argila não tem enxofre e portanto não tem cheiro forte. Misturar quantidade maior com a mão não vai funcionar. O talco e a cera tem dificuldade para se misturar e é necessário velocidade para isso. Quando misturado, coloque em algumas vasilhas e deixe esfriar. Quando totalmente esfriado, experimente usá-la. Talvez você precisará ajustar a proporção de cada um depois.

Receita caseira 2: Você precisa de quatro ingredientes: cera de abelha (480 gramas), óleo mineral purificado (200 ml), vaselina (192 gramas) e talco branco. Derreta em banho-maria a cera de abelha com o óleo mineral e a vaselina. Antes de ficarem totalmente líquidos, misture o talco. Use uma máscara devido ao talco e luvas pois está trabalhando com cera líquida. Para retirar a argila das mãos, use óleo vegetal e papel toalhas antes de lavar com água e sabão. O óleo vegetal remove a maior parte da argila e o sabão remove o restante. É claro que ela não fica igual à massa profissional, mas "dá para quebrar um galho".

Receita caseira MSFX:

- 250 gramas de cera de abelha ou parafina;

- vaselina 200 gramas;

- óleo mineral 100 mL;

- Talco branco;

- Tinta a óleo para tela na cor desejada.

Derreta totalmente em banho-maria a cera de abelha ou a parafina, em fogo-baixo. Geralmente a cera de abelha fornece melhores resultados, com a desvantagem de ser mais cara. No entanto, você até misturar metade de cera de abelha com metade de parafina, sendo um bom meio-termo entre qualidade e custo. Depois de derreter toda a cera de abelha, acrescente a vaselina. Acrescente o óleo mineral. Agora adicione um pouco de tinta à óleo na cor desejada, mas não exagere! Misture bem com uma colher de madeira ou vareta até dissolver totalmente os grumos de vaselina. Forre uma superfície plana e lisa com um pedaço de plástico (de preferência mármore ou metal) e derrame a mistura de cera/vaselina. Espere esfriar um pouco e usando luvas de borracha, comece a amassar misturando com talco aos poucos, acrescentando apenas o suficiente para não deixar ficar muito pegajosa. Depois de ficar no ponto desejado, faça uma bola com a massa e envolva-a num filme plástico de PVC (de embrulhar alimentos). Geralmente quando ela fica guardada por um tempo antes de usá-la, amasse-a um pouco para adquirir uma melhor consistência. É claro que ela não fica igual à massa profissional, mas "dá para quebrar um galho".

Se depois de pronta você notar que ela está muito dura, basta derreter novamente e adicionar mais um pouco de vaselina. Se estiver muito macia, basta derreter novamente e adicionar mais um pouco de cera. Se estiver muito pegajosa, acrescente mais um pouco de talco, sem precisar derreter de novo.

Abaixo, você pode observar algumas "bolas" de argila à base de cera que eu fiz:

Onde adquirir estes produtos:

Ceras:

Cera microcristalina ou micro cristal. É vendida em lojas de artesanato. Pode também ser comprada pelo site http://www.daiaraartes.com.br Cera de abelha. É vendida em apiários, ou seja, lojas que vendem artigos de abelhas, como o mel. Importante: Não compre aquelas ceras prontas já para depilar!
Vaselina:

 

 

Vaselina sólida. É vendida em farmácias.    
Talco:

 

Talco comum mesmo. É vendido em farmácias e supermercados.    
Corante:

Tinta a óleo para tela. É vendida em lojas de artesanato e papelarias. É um opção melhor que o corante de tinta látex.
Corante de tinta látex marca Xadrez. Vem em 8 cores. Depois de pronta, a massa pode manchar um pouco as mãos. É vendido em lojas de materiais de construção e supermercados.
Óleo Mineral:  

O Óleo Mineral é vendido em farmácias, principalmente como laxativo. Também é encontrado nas farmácias na forma de óleo para bebê (tipo Johnson & Johnson)

   

 

IR PARA A PÁGINA 2

 

Voltar para a página principal |Voltar para Escultura

O autor desta página não tem interesse de lesar os direitos de qualquer empresa ou indivíduo. Os comentários e imagens aqui utilizados são apenas de interesse comum e não tem fins comerciais.
MSFX mail

 

 

1