Leão
Leão
de 22 de julho a 22 de agosto

Posição no Zodíaco: de 120 a 150 graus.
Elemento: fogo.
Temperamento: colérico.
Simbolismo: representa o pleno verão. A natureza está no apogeu de sua maturidade, pronta para a grande colheita. Simboliza as noites quentes e estreladas, nas quais se ouve o canto dos grilos.
Personalidade: cheio de vida, exuberante e com muita iniciativa, o nativo do signo caminha decididamente em direção ao sucesso e só se contenta com a glória. É ambicioso e vaidoso, sempre consciente de seus méritos e quase nunca de seus limites. Embora extrovertido e generoso, está constantemente ocupado com a própria imagem, não por narcisismo, mas por desejo de poder. Ingênuo, deixa-se levar por quem sabe bajulá-lo. É um líder nato.
Clima favorável: quente e seco, ou frio intenso, mas sem umidade. Gosta do vento e das tempestades.
Animais: leão, águia, salmão.
Plantas e flores: carvalho, laranjeira, trigo, limoeiro, loureiro e girassol.
Pedra: rubi
Perfume: incenso.
Metal: ouro.
Cor: amarelo e todas as variações das cores do sol, desde a alvorada até o crepúsculo.
Dia de sorte: domingo, número de sorte: 1.


Signo de rei, domicílio do Sol, que é fonte de vida e energia, representa o principal arquétipo de nossa psique: o ego e o superego. Leão é o Deus-Pai, o princípio paterno e a autoridade. O leão, animal que representa o signo, é o rei da floresta, nascido para comandar, um tipo excepcional nos casos evoluídos ou autoritário, nos não-evoluídos. Essa tendência a dominar, característica de Leão, exprime-se principalmente no campo profissional: o leonino é um brilhante estrategista, organizador e coordenador. Como os verdadeiros líderes, ele também é magnânimo, generoso e tolerante. Apesar de ser esnobe, seletivo e orgulhoso, costuma compreender a todos e é capaz de se transformar, deixando à vontade qualquer pessoa que esteja ao seu lado. O tipo não evoluído costuma ser arrogante, megalômano, orgulhoso, superficial, e sente-se ofendido por qualquer coisa.
O símbolo gráfico do signo é a estilização do rabo do leão, e pode ser encontrado nos Zodíacos mais antigos. Seu elemento é o fogo e está ligado ao meio-dia, à plena maturidade do indivíduo, à passagem do inconsciente ao consciente, do Não-Eu ao Eu. Para os seguidores do psicólogo suíço Carl Jung, o Sol significa , no horóscopo feminino, a "Animus", isto é, a imagem masculina do inconsciente, e, no horóscopo masculino, a "Sombra Pessoal", ou seja, os valores inconscientes reprimidos.
Na mitologia clássica, o Sol é representado por Apolo, que assume suas feições, Apoio foi, na arte grega, o modelo ideal de jovem, com um intelecto luminoso e um corpo perfeito, no esplendor da beleza e no vigor dos músculos. Apoio pode enviar doenças e curá-las com seus dardos, que são, como os raios do Sol, ao mesmo tempo benéficos e maléficos. O calor excessivo prejudica as plantas e os animais, assim como a cólera de Apoio pode ser fatal. Segundo o mito, Hércules conquistou a imortalidade após ter realizado doze trabalhos, dos quais o primeiro foi lutar com o leão de Neméia, passagem mitológica que representa a tomada de consciência à qual, mais cedo ou mais tarde, chegam os nativos deste signo. O astrólogo italiano Roberto Sicuteri diz que, neste acontecimento, está representado aquilo que Freud chama de principio de realidade: "0 homem deve dominar a adversidade reconhecendo-a, sem se refugiar na memória ou se fechar em si mesmo (duas maneiras de fazer prevalecer o princípio do prazer). Assim, sacrificando a sua segurança e se expondo, ele alcançará uma vida mais integrada".

Do ponto de vista da simbologia dos signos, em leão assistimos ao nascimento do homem, produto do espermatozóide Áries e do óvulo-Touro, unidos no signo de Gêmeos e em metamorfose de gestação no signo de Câncer. O exílio de Saturno em Leão exclui a mesquinhez e o calculismo, em favor de uma abertura mental para tudo que é racionalmente perceptível. Daí a inteligência criativa, expansiva, vasta, analógica, crítica, simbólica, sintética e ordenada do leonino. Em relação aos sentimentos, este é o signo que tem mais dificuldade em encontraro companheiro ideal. Leão é passional e, assim como Hércules, de uma liberdade sexual irreprimível.
Leão é o quinto signo do Zodíaco e corresponde portanto à quinta casa, que é a casa da sexualidade fora do casamento, mas também a dos filhos. Em nível psicológico, o arquétipo que domina o signo é a relação Hércules-Apolo, cujas características básicas são a ambição e o exibicionismo, que, dependendo do grau de evolução espiritual, podem levar o nativo a grandes feitos ou a grandes derrotas. Como diz Bonomi, outro astrólogo italiano, "o leonino só pode ser acusado de possuir defeitos que são excessos de virtudes. O excesso é o grande inimigo deste signo".

LEÃO e a saúde

O coração e as costas são as partes do corpo
governadas por Leão. O ponto fraco do signo é 
o sistema cardiovascular.
Segundo a astrologia tradicional, o signo zodiacal de Leão governa o coração e as costas. No entanto, estudos mais recentes comprovaram novas "correspondências" com outras partes do corpo. Nos primeiros graus do signo, há relações com o duodeno e a pieura. Os graus centrais correspondem ao pâncreas.
Na segunda metade do signo começam as correspondências com o fígado, que se estendem por toda a primeira metade do signo seguinte, Virgem. Nos últimos dez graus, iniciam-se as relações com o baço, que também continuam nos primeiros graus de Virgem, Além disso, o signo de leão está anatomicamente ligado ao antebraço e ao pulso (ponto onde se controla o ritmo dos batimentos cardíacos).

Características físicas

Em geral, o leonino tem estatura média-alta, ombros largos e ar altivo. Costuma ter a testa ampla, as maçãs do rosto redondas, a boca um pouco grande e os lábios bem desenhados. O nariz quase sempre tem as narinas bem abertas, os olhos são muito expressivos, de olhar atento e vivo, e as mãos são grandes. O leonino caminha com passos leves e rápidos.

Pontos fracos

De modo geral, as doenças que mais atingem os nativos de Leão são aquelas relacionadas ao sistema cardiovascular, e as causadas por problemas na coluna vertebral.
Os nascidos no primeiro detanato (21 a 31 de julho) estão mais sujeitos à úlcera do duodeno. Os do segundo decanato (1 a 10 de agosto) devem prevenir-se contra a diabetes e a insuficiência do pâncreas. Os do terceiro decanato (11 a 22 de agosto) têm predisposição para as doenças hepáticas. Todos os leoninos devem se precaver contra problemas no funcionamento das glândulas supra-renais, que podem causar hipertensão arterial e fragilidade dos vasos sangüíneos. Em geral, os nativos de Leão, entre todos os signos do Zodíaco, são considerados os mais fortes e resistentes. Têm muita energia e, se não conseguirem extravasá-Ia, podem se tornar ansiosos. Por isso, é aconselhável que pratiquem algum esporte desde a infância.

A personalidade de LEÃO

Exuberante e generoso, o leonino entrega-se à 
vida sem reservas, tendo como únicas armas 
sua imensa vitalidade.
Os nativos de Leão vêm ao mundo sob a infIuência de um signo de Fogo, no qual o Sol tem seu domicílio. Além disso, Saturno e Urano encontram-se em exílio, enquanto netuno está em queda. A partir destas características, tudo o que é secreto, íntimo, fica definitivamente afastado. O nativo de leão é extrovertido, entusiasmado, aberto a tudo o que seja símbolo de vitalidade, sempre muito disponível e generoso. A chave de sua personalidade é precisamente esta: uma contínua disponibilidade em relação ao mundo que o cerca, buscando a valorização consciente do papel do "eu".

Dentro da trilogia do Fogo, Leão representa o equilíbrio entre Áries (a racionalidade) e Sagitário (o passional). Por isso, mais do que os nativos de outros signos, o leonino tem condições de contrabalançar a razão e a paixão. E é em função desse equilíbrio que tomará as decisões mais importantes de sua vida. Leão é certamente o signo mais rico do Zodíaco. O leonino é portador de um temperamento exuberante, e, assim, todos os matizes da paixão e da razão se alternam na sua alma. Nele podemos encontrar as experiências fundamentaisdo homem: a vida, a morte e, entre as duas, o amor. Este é para os leoninos uma das coisas mais importantes da vida. Eles só podem ser pessoas equilibradas se tiverem amor, seja dando ou recebendo. É claro que todos buscamos o amor, e que, para todos nós, a imagem de um bebê se alimentando no seio materno é a própria imagem da felicidade, do paraíso perdido que, conscientemente ou não, buscamos recuperar pela vida afora. Mas para o nativo de Leão essa imagem é extremamente forte: ele sonha ser, ao mesmo tempo, o bebê e o seio materno. Uma prova disso é Leão ocupar a quinta casa do Zodíaco, a casa onde se reflete a nossa relação com os pais. Em qualquer situação, o leonino se sente pai (ou mãe) e filho, assim como o taurino, embora as causas que motivem esse comportamento sejam diferentes em ambosos signos. Para o taurino, esse sentimento nasce da necessidade de possuir, enquanto que, para o leonino, provém de sua tendência básica a dar e receber, numa gratificante troca de afeto. Por esse motivo, o sexo adquire uma grande importância na vida do leonino, não como meio de fecundação, mas como intercâmbio de prazer. Ele dá o máximo de si esperando urna resposta à altura, que lhe permita reforçar sua auto-afirmação. O leonino precisa proteger e amar, e ser protegido e amado em seus momentos difíceis.
No fundo um pouco inseguro, o nativo de Leão encontra sua segurança noespelhodasociedade em que vive. E por meio da imagem que os outros lhe devolvem, por meio daquilo que as outras pessoas sentem por ele e dizem dele, que o leonino recarrega suas energias e reafirma seus próprios propósitos.
O leonino é, por natureza, otimista. Não porque pense que "tudo vai bem no melhor dos mundos", como o Cândido de Voltaire, mas porque sabe encontrar o lado positivo das coisas. Isto provém de sua essência solar e luminosa, que joga luz sobre os cantos obscuros da vida. Sabe principalmente perceber o fado bom das pessoas, assim como seus defeitos. Consegue organizar a vida das outras pessoas melhor do que elas próprias e, às vezes, sua interferência consegue ser intolerável, quando se mostra pomposo e superdogmático. Mas, quando consegue reavaliar suas opiniões e fazer bom uso de seu encanto pessoal, torna-se uma pessoa cordial que realmente "ilumina" a vida dos que o cercam. O leonino costuma ter problemas para se defender dos outros, pois, num certo sentido, é um grande ingênuo. Não concebe a traição e, portanto, não pode aceitá-ia, principalmente da parte daqueles que considera amigos.

Embora não demonstre, o leonino é suscetível e fácil de magoar. Pelo contrário, se for tratado injustamente, vai mostrar toda a sua magnanimidade. Mas cuidado se ele se enfurecer: imediatamente subirá ao "trono" e colocará o "inferior" impertinente em seu devido lugar. Outra característica dos leoninos: eles têm uma acentuada tendência a dramatizar e fazer cenas para serem o centro das atenções. Mas, como o importante é que eles sejam o centro, essa tendência pode ser canalizada de maneira positiva para outros aspectos de sua vida: vestindo-se esplendidamente, fazendo coisas grandiosas, organizando festas, viagens, reuniões. Podem ter certeza de que ele ficará com o melhor, mas também providenciará o melhor para todos, no que prevalece seu lado generoso. O leonino evoluído desenvolverá harmoniosamente e de modo positivo sua ambição e seu orgulho. Será uma pessoa exuberante, entusiasmada, criativa e generosa, com uma carga de vitalidade e afetuosidade fora do comum, o amante perfeito, o amigo em que se pode confiar. Mas, essa mesma natureza, que gera excelentes qualidades, se for frustrada dará origem a sérios defeitos. No leonino não evoluído, a exuberãncia sé transformará em megalomania, a autoconfiança pode virar convencimento exagerado, e a generosidade pod desperdiçar-se num gesto inútil de energia, com a única intenção de aparecer. Nesse caso, o indivíduo passa a vida buscando a glória, custe o que custar, sempre disposto a sacrificar qualquer coisa para satisfazer suas ambições. Ele sempre pensa que tudo está a seu favor, mesmo quando a maré vira, e assim pode se meter em grandes enrascadas. Basta recordar, sem nenhuma intenção de comparação ou julgamento, que Napoleão Bonaparte e Benito Mussolini eram nativos deste signo.
De qualquer modo, a característica principal dos nativos de Leão é a força de sua personalidade, força esta que provém do Sol, do princípio masculino, gerador, e que encontra sua representação na força vital do adulto realizado, que pode conduzir a si mesmo e aos outros. Mas leão também representa o Superego, particularidade que pode causar os piores dilemas internos. Em todos os signos está presente a dinâmica desse verdadeiro "supervisar", que é na verdade a projeção de uma imagem ideal de nós mesmos, à qual devemos corresponder. Porém, se por alguma razão, não for possível corresponder a essa imagem, em nenhum signo tanto como em Leão isto se torna um verdadeiro desastre. A impossibilidade de ver realizada sua imagem ideal entrará em choque com a auto-estima natural do Leão. O resultado é um inevitável sentimento de culpa, e, como o leonino não dá o braço a torcer, vai procurar resolver seus problemas por si só, e apenas vai conseguir piorar as coisas. É dificílimo ajudar um leonino que atravessa uma crise, porque ele vai evitar demonstrá-la a todo custo. E esta é a única situação que pode fazer com que se torne reservado. Seu drama só vai transparecer em somatizações ou na evidente modificação de seu habitual bom humor.

LEÃO e o trabalho

Carismático, generoso, organizado.  O leonino 
nasceu para comandar ou para viver entre o brilho 
dos metais e das pedras preciosas.
O leonino é o rei, o chefe, o líder. Portanto, não vai se dar bem em nenhuma atividade em que ocupe uma posição subalterna. Pode resistir nesse cargo durante algum tempo, mas só se vislumbrar a possibilidade de sair dele o mais rápido possível. O ideal para ele são as atividades autônomas em que possa brilhar, ou as carreiras nas quais, após um período de aprendizagem, passe a ocupar um cargo de prestígio, uma posição que mereça respeito e consideração.

Em ordem de importância, as profissões mais aconselhadas para os nativos de Leão são: estadista, industrial, embaixador, político, dramaturgo, ourives e antiquário. Na verdade, a profissão que mais agrada ao leonino é a de estadista. Mesmo que não consiga se eleger presidente ou tornar-se um importante ministro, a política sempre o atrai, pois, além de colocá-lo em evidência, dá a ele possibilidades concretas de fazer algumas coisa pelo bem da sociedade. E é bom lembrar que o leonino é, em qualquer situação e durante toda a sua vida, uma pessoa generosa. Porém, a vida política pode trazer-lhe problemas e frustrações, porque ele nao é astuto. O nativo de Leão tem muito carisma e um enorme poder para falar às multidões, mas, se lhe pedirem para fazer manobras de corredor, certamente vai se perder. Como não é um negociador - gosta de impor a sua opinião e não de discuti-Ia -, resolve melhor as situações complicadas quando está numa posiçao de poder. Nesse caso, vai impor seu ponto de vista e, ao mesmo tempo, mostrar-se magnânimo, a ponto de conquistar o adversário.

O leonino tem grandes qualidades de organização, mas não é um estrategista, porque, devido à sua impaciência, não sabe perder uma batalha, mesmo que isso signifique vencer a guerra. Quem trabalha com um leonino deve saber uma coisa básica: não se deixar abalar por sua ocasional violência ou por seus ataques de raiva, pois tudo isso desaparece logo depois que surge. Aliás, tanto a violência quanto a raiva são as respostas que ele dá quando se sente ignorado e, corno tem consciência disso, acaiba sendo grato àqueles que se mantêm tranqüilos e imperturbáveis diante de sua fúria.

Como o leonino costuma ser uma pessoa de bom gosto, também pode ter muito sucesso em profissões ligadas à estética. Lidar com metais e mergulhar no brilho das pedras preciosas são atividades adequadas a ele, que sente uma verdadeira paixão pelo luxo. Por isso, pode-se dar muito bem no campo da ourivesaria ou na compra e venda de jóias. A fabricação de tecidos finos também é outra atividade que fascina o nativo de Leão, que tem habilidades naturais para combinar texturas, cores e desenhos.

LEÃO e o amor

leão é o quinto signo do Zodíaco e, portanto, corresponde à quinta casal a casa da energia sexual e da criatividade. Além disso, este signo é o domicílio do Sol, centro do sistema solar, que simbolicamente corresponde ao coração do homem, fonte de energia afetiva, emotiva e física. Estas características simbólicas e esotéricas explicam claramente por que o leonino - principalmente o tipo evoluído - ama de modo tão completo. Ele costuma ser o amante perfeito: dá muito de si mesmo (geralmente para receber elogios que reforcem sua auto-estima, embora não admita) e exige o mesmo em troca. Mas, se o orgulho e o exibicionismo forem exagerados, podem fazer com que o indivíduo se torne pretensioso. Os leoninos são, por natureza, galantes. Encontram sempre os gestos, as palavras, as ocasiões e os lugares perfeitos para envolver o parceiro de uma maneira que ele fica perdidamente apaixonado. Qualquer que seja sua origem social, o leonino gosta de mostrar a pessoa amada para todos, como se exibisse um enorme brilhante no dedo. Esse exibicionismo às vezes chega a ser exagerado e de mau gosto. Mas o fato de ele mostrar sempre o melhor lado de seu parceiro e levá-lo consigo a todos os lugares dá a seu amado a ilusão de estar seguro. Isso realmente não passa de uma ilusão, pois ele pode ter várias "pessoas amadas", todas sendo testadas, para no final escolher o parceiro certo, que esteja mais de acordo com as suas exigências. Na juventude, podem ocorrer conflitos entre essa tendência exibicionista, essa vontade de "jogar charme" e a fidelidade. O leonino, ao mesmo tempo, quer ser visto com parceiros belíssimos ou importantes e sente, no fundo, o desejo de legalizar sua união com a pessoa amada.

Embora seja também passional, devido à sua ambiçã o oleonino sempre guarda uma pontinha de interesse. Mesmo contra sua vontade, sua mente está sempre a fazer cálculos, E, como para ele o prestígio social é muito importante, vai preferir se casar com uma herdeira já meio arruinada que possa introduzido nas altas rodas a se casar com uma nouveau riche que não freqüenta as pessoas certas.

Como o rei da selva, o leonino acha normal que os seus familiares o aceitem e venerem, apesar de seus defeitos. Uma vez casado, só trairá o parceiro se este não corresponder ao seu ideal, e vai se desculpar junto a ele por seu desinteresse, alegando preocupações e compromissos profissionais. Mas, por causa dos filhos, dificilmente abandonará o lar, pois é só em função deles que concebe o casamento. E é o melhor pai possível - severo mas ao mesmo tempo generoso e amigo dos filhos. O nativo de Leão se preocupa em deixar marcas de sua passagem, seja no campo profissional ou da amizade, seja por meio de seus descendentes. Aos filhos ele sempre dá o que há de melhor, não só porque os ama, mas também em função de sua preocupação com o prestígio social. Ele procura ter com os filhos uma relação baseada na amizade e sempre está disposto a aiudá-los nos momentos de necessidade. Da mesma forma que com os filhos, o leonino busca nos amigos uma dependência afetiva. Vai ajudá-los sempre que precisarem, mas também se dá o direito de tomar tudo o que possa interessá-lo.

O esnobismo do leonino pode fazer com que ele se feche para novas amizades ou para pessoas que ele considera inferiores, social, moral ou intelectualmente. Mas, mesmo assim, no fundo ele deseja ter amizade - embora superficial com essas pessoas, que servem para comprovar a ascendência do leão, rei dos animais.

O amor de LEÃO com...

Áriesnessa união de dominadores tudo poderá dar certo se o ariano passional contentar-se em mandar em silêncio, deixando espaço para o leonino brilhar. Realizado, este oferecerá ao parceiro seu amor ardente.
Touroo tímido taurino logo se cansará do exibicionismo do parceiro. A harmonia sexual ou um trabalho comum podem salvar a união, pois Touro oferece um apoio seguro às ambições de carreira do leonino.
Gêmeoso encontro entre a inteligência do geminiano e a ambição de Leão pode ser estimulante, desde que não entrem em competição. Têm boas chances de se darem bem sexualmente.
Câncerquando esses dois signos se encontram, a paixão pode ser violenta, principalmente se a mulher for de Câncer. Doce e submissa, é o tipo ideal para o leonino dominador. Mas essa paixão não costuma resistir ao tempo.
Leãonesse encontro de leoninos puros, ambiciosos e dominadores, pode ocorrer o tédio ou a intensa paixão, intercalada de terríveis discussões. Se trabalharem no mesmo ramo, a competição poderá levá-los ao ódio mútuo.
Virgemnem sempre a união do passional Leão com o virginiano cerebral dá certo. Se casarem, tenderão a ficar juntos por respeito às tradições. A força de vontade de Virgem ajuda o leonino em suas ambições prof issionais.
Libraa amizade entre o leonino passional e egocêntrico e o libriano romântico e sensível se transforma em amor facilmente, embora Leão possa se descuidar do parceiro. Atividades profissionais conjuntas favorecem a relação.
Escorpiãounião marcada por uma paixão forte, com crises de ciúme e conf I itos de autoridade. juntos no plano profissional, Leão e Escorpião soltarão faíscas. Se os desentendimentos não forem graves, ficarão juntos por toda a vida.
Sagitáriounião positiva, pois ambos têm temperamento e sentimentos semelhantes e gostam demudanças,viagens,emoções. O leonino deve moderar seu autoritarismo e o sagitariano sua impulsividade; aí viverão em harmonia.
Capricórniosóbrios na relação sentimental, Leão e Capricórnio unem a força de vontade e a perseverança na busca de realizações profissionais, lutando juntos para chegar ao sucesso. União muito positiva.
Aquárioo encontro perfeito, tanto para o amor comoparaa colaboração prof issional. O leonino extrovertido e brilhante e o aquariano imprevisível compreendem-se e se respeitam, apostando para ver quem é o mais original.
Peixesunião difícil, que poderá resistir se houver afinidade profissional. O leonino não suporta as lágrimas do pisciano sentimental e sonhador. Dominará totalmente o parceiro, ofendendo-se quando este tentar se libertar.

LEÃO com ascendente em...

Áriesem geral, o leonino com este ascendente é alegre, ativo e simpático, o centro das atenções em todas as situações. Profissionalmente terá garra, ambição e força de vontade. Sempre apaixonado, por tudo e por todos, desejará ter família e filhos. Os tipos menos evoluídos poderão mostrar-se arrogantes, presunçosos, agressivos e inconstantes.
Touroé uma combinação positiva porque alia o senso prático e a garra de Touro com a ambição de Leão. O nativo dá muito para os outros, mas exige o mesmo em troca. É um ótimo funcionário, pois tem idéias novas e capacidade para realizá-las; quando trabalha por conta própria atinge seus objetivos. No amor, a energia taurina concretiza os anseios leoninos de formar família.
Gêmeosidéias originais e força de vontade são os trunfos profissionais do leonino com ascendente em Gêmeos. Isso não o livra da possibilidade de ser superficial, convencido e arrogante. No campo afetivo, oscila entre o desejo de casar-se e o de ter novas experiências amorosas. Seu senso de humor ajuda-o a acalmar os ânimos dos outros e a convencê-los de sua boa fé.
Câncerpara definir esse tipo, é preciso verificar as posições do Sol e da Lua, regentes dos signos em questão. Em geral, o nativo tem forte intuição e está sujeito a grandes variações de humor. Sua criatividade artística realiza-se numa atividade prática ou comercial. No plano afetivo, é conflitivo: a vontade de ter filhos entra em choque com a necessidade de realização prof issional.
Leãoquando o ascendente está localizado no próprio signo solar, as características do signo se acentuam. Nesse caso, é preciso examinar as posições dos outros planetas: a de Vênus e Marte, em relação ao amor; a da lua, em relação aos filhos. O desejo de brilhar aumenta e pode tornar o indivíduo arrogante ou impulsioná-lo para a realização plena de suas capacidades artísticas e intelectuais.
Virgemem geral, predominam as qualidades dos dois signos: a tendência leonina à expansividade é moderada e racionalizada pelo ascendente em Virgem. No campo profissional, a ambição, a inteligência e os dons artísticos de Leão são concretizados de forma positiva. No amor, há conflito entre o desejo de unir-se à pessoa amada e o caiculismo virginiano que pesa os prós e os contras da decisão.
Librauma feliz combinação de signos complementares que, em geral, dá ao nativo equilíbrio e harmonia interior. O indivíduo tem êxito em atividades profissionais que exijam organização e diplomacia, na arte e no campo da justiça. Tem muitos amigos e, no amor, a afetividade libriana predomina sobre a passionalidade leonina. Tudo isso não o impede de ser exibicionista e namorador.
Escorpiãocombinação caótica mas fascinante. Se Marte for dominante, o temperamento do nativo será marcado por ciúme, agressividade, orgulho e arrogância. Sua inteligência aguda e invuigar torna-se ainda mais terrível, já que nada lhe escapa. No plano profissional, é capaz de fazer milagres. Se achar alguém que o suporte e satisfaça suas exigências sexuais, será muito fiel.
Sagitáriodois signos de Fogo, dose dupla de impuisividade e paixão. O nativo não evoluído pode revelar oportunismo e anseio exagerado de ascensão social. Em geral, consegue atingir seus objetivos. No amor, estudará seus pretendentes com cuidado e acabará se casando, pois precisa da aprovação do meio em que vive. Poderá se realizar por meio de estudos místicos e filosóficos.
Capricórnioeste ascendente dá ao leonino maior força de vontade para realizar suas potencialidades. O senso prático de Capricórnio facilitará a conquista dos objetivos profissionais, conseguidos mais por constância e teimosia que pela inteligência de Leão. Sua fidelidade é fruto de uma certa frieza sentimental, e ele exibirá essa virtude para obter a aprovação e a estima dos outros.
Aquárioesta combinação produz personalidades invulgares, porque une a originalidade e a inteligência inovadora de Aquário com a força de vontade e a ambição de Leão. O nativo pode mostrar tendência ao parasitismo. O leonino de tipo aquariano não é propenso ao casamento, considerando-o como uma exigência social ou como um dever muito pouco agradável.
Peixescom o ascendente nesse signo de Água, o leonino ganha em intuição e criatividade, mas perde em senso prático. Poderá dedicar-se a atividades no campo da psicologia, das ciências esotéricas, da religião e das questões sociais. No plano sentimental, é bastante confuso, pois deseja dedicar-se à pessoa amada, mas vive perdido em sonhos românticos com outras pessoas.


Site daTurma do Camping - http://w3.to/tdc

WebM@ster - Robert Lahoz Dos Santos - tdc@oocities.com

1