hemipteros.gif (9458 bytes)

Diferenciação entre Percevejos Fitófagos, Predadores e Hematófagos

  • Eliana C. Bergmann Silvia D. L. Imenes
  • Laboratório de Entomologia  - Centro de Sanidade Vegetal - Instituto Biológico de São Paulo

  • fig1.JPG (8726 bytes)Os percevejos ou hemípteros são insetos sugadores, pertencentes a ordem Hemiptera-Heteroptera. Caracterizam-se por apresentarem um aparelho bucal sugador em forma de rostro articulado, olhos compostos, antenas geralmente setáceas, asas anteriores conhecidas como hemiélitros, divididas em uma parte basal coreácea e uma apical membranosa e asas posteriores inteiramente membranosas.

    Os percevejos possuem metamorfose incompleta: a partir dos ovos, surgem as formas jovens (ninfas), ápteras, que sofrerão mudas até atingirem o estágio adulto. A maioria dos percevejos possui glândulas que secretam um fluido de cheiro repugnante, que nos adultos estão localizadas no tórax e nas formas jovens no abdômen.

    Quanto aos hábitos alimentares, os percevejos podem ser subdivididos em: 

    micetófagos (comem fungos)
    algófagos (comem algas)
    fitófagos (alimentam-se de produtos vegetais)
    predadores (alimentam-se de insetos)
    hematófagos (sugam o sangue de vertebrados)

    A diferenciação visual entre os representantes dos três últimos grupos é de grande importância para as áreas de saúde pública e economia agrícola.

    coreidae.jpg (24950 bytes)Os hemípteros fitófagos sugam a seiva de partes vegetais, enfraquecendo as plantas e diminuindo a produção. Os danos resultam das picadas, que possibilitam a entrada de agentes patogênicos ou saprogênicos, da sucção efetiva da seiva e da ação irritante, tóxica ou infectante da saliva. Neste grupo encontram-se espécies das famílias Pentatomidae (Nezara viridula, Piezodorus guildinii), Coreidae (Phthia picta, Crinocerus sanctus), Tingidae (Corythaica cyathicollis), entre outras.

    reduviid_200.jpeg (7989 bytes)Os hemípteros predadores são na maioria das vezes benéficos, pois se alimentam de outros insetos, sugando sua hemolinfa. São insetos de importância para os programas de manejo de pragas em culturas agrícolas e mesmo na natureza, pois contribuem para o equilíbrio populacional dos insetos fitófagos, reduzindo assim, a necessidade de inseticidas. Como exemplo do grupo, podem-se citar espécies das famílias Pentatomidae (Alcaeorrhynchus grandis, Podisus sp.), Nabidae (Nabis sp.), Reduvidae (Zelus leucogrammus; Apiomerus nigrilobus - predador de abelhas; Opistacidius sp. - predador de barbeiros), Lygaeidae (Geocoris sp.), Anthocoridae         (Orius spp).                                                                                                    

    Tanto os percevejos fitófagos como os predadores podem, eventualmente, picar o homem ao sentirem-se acuados. A picada pode ser bastante dolorosa, porém não há transmissão de doenças, embora possam ocorrer reações alérgicas à saliva ou às secreções glandulares do inseto.

    rodnius.jpg (12287 bytes)Os hemípteros hematófagos alimentam-se do sangue de mamíferos e aves, podendo transmitir doenças ao homem, como é o caso do "barbeiro", que transmite o "mal de Chagas" e do percevejo de cama.

    O "mal de Chagas" é uma doença provocada pelo protozoário Tripanosoma cruzi, que pode ser encontrado no trato digestivo do "barbeiro", o qual, quando contaminado, infecta o homem por meio de suas fezes. Os "barbeiros" sugam durante a noite, podendo sugar durante o dia em ambientes escuros; picam em geral no rosto e dejetam em seguida. A picada é pouco dolorosa, ocasionando ligeiro prurido. Ao ser picada, a pessoa instintivamente coça ou esfrega o local, propiciando a penetração do protozoário.

    Os "percevejos de cama" são ápteros, apresentam o corpo achatado e coberto de cerdas curtas, têm hábitos noturnos e, durante o dia, são encontrados em fendas e frestas de móveis. Sua picada produz edema e eritema local muito pruriginoso, podendo provocar insônia, urticária e sintomas alérgicos. Embora não haja citações de transmissão de doenças infecciosas por estes percevejos, em condições experimentais eles podem infectar-se por diversos agentes infecciosos, tais como: Leishmania sp., Tripanosoma sp., etc.

    No Brasil, as espécies de "barbeiros" de maior importância pertencem aos gêneros Panstrongylus, Rhodnius e Triatoma e os percevejos de cama", ao gênero Cimex.

    A diferenciação dos três grupos de percevejos acima descritos baseia-se na forma e segmentação do rostro.

    prox.gif (1337 bytes)

    1 1