Gestão participativa: experiências inovadoras na administração estadual com ênfase na participação dos servidores – 1995/1998

José Luiz Ricca
Hélio Janny Teixeira
Mário Salgado Lima
Solange Maria Santana

gestao.gif (23223 bytes)

Gestão participativa: experiências inovadoras na administração estadual com ênfase na participação dos servidores – 1995/1998 é uma publicação que reúne casos de experiências ocorridas em alguns órgãos do Governo do Estado de São Paulo nesse período. Trata-se de uma coletânea de artigos produzidos no decorrer das atividades de um grupo de trabalho, articulado no âmbito da Secretaria do Planejamento Estratégico do Governo e composto por representantes de várias secretarias, com o objetivo de criar e implantar mecanismos de Gestão Participativa no Governo do Estado de São Paulo.

O livro está organizado em treze capítulos, divididos em duas partes: Experiências de Participação dos Servidores na Administração Estadual e Lições Tiradas da Prática. A primeira parte, composta por dez capítulos, traça um histórico sobre a trajetória que deu origem ao trabalho e expõe a base metodológica e estratégias utilizadas. Os capítulos de 2 a 10 reúnem textos que relatam experiências inovadoras na administração estadual com ênfase na participação dos servidores.

Entre eles, a experiência descrita por Luiz Carlos Meneguetti e Marina Ruiz de Matos sobre a gestão participativa vivenciada no Instituto Adolfo Lutz e o caso da Secretaria de Administração Penitenciária, na aplicação de um sistema de gestão vinculado a um programa permanente da qualidade e produtividade, tema trabalhado pelo Secretário de Estado da Administração Penitenciária, Sylvio Freitas Neto.

O livro traz ainda dois estudos que enfocam o âmbito da segurança pública. De autoria do Coronel Rui César Melo, um deles narra a experiência da 4ª Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar; no outro, o Delegado Domingos Paulo Neto descreve a vivência da 6ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, situada no bairro paulistano de Santo Amaro.

Os outros relatos do livro referem-se à gestão da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT); às experiências do Procon/SP; da Coordenadoria de Pesquisa Agropecuária do Estado, da Sabesp e do Hospital Geral de São Mateus, em São Paulo.

Na segunda parte do livro, três textos procuram oferecer contribuições para a reflexão sobre as experiências registradas na primeira parte. No capítulo 11, por exemplo, há um artigo sobre administração participativa de autoria do Secretário de Recursos Hídricos, Saneamento e Obras, Hugo Marques da Rosa. A administração participativa como agente transformador da administração pública é tratada no penúltimo texto, por Jair Moggi e Cléo Carneiro.

O último artigo, de autoria do professor da FEA e Diretor da FIA/USP, Hélio Janny Teixeira, em parceria com a consultora de políticas públicas, Marisa Pulice Mascarenhas, traz um contraponto entre a participação dos servidores na modernização e a democratização da administração pública.


Gestão participativa: experiências inovadoras na administração estadual com ênfase na participação dos servidores – 1995/1998
Organizadores: José Luiz Ricca,
Hélio Janny Teixeira, Mário Salgado Lima e Solange Maria Santana.
Imprensa Oficial do Estado, São Paulo, 1999, 168 páginas.

Contato com os autores
Tel.:(11) 212-8744 ou 818-5846
E-mail: janny@usp.br

1