Meus poemas
 

 

  

 

 

 

 

 


Arrufos

                           Célia Celeste

Se ele voltar, hei de dizer-lhe tudo,
Embora o pranto embargue minha voz;
Que o nosso amor que foi o meu escudo,
Tornou-se num momento em meu algoz.

Se ele voltar de novo à tentativa
De obter mais uma vez o meu perdão,
De fronte erguida hei de enfrentá-lo e altiva,
Sem grande esforço hei de dizer-lhe: não!...

A seus pés deporei uma por uma
As prendas que guardei com devoção;
É necessário, enfim, que se consuma
De nosso amor, qualquer recordação...

.......................................................

Mas...Espere!... Parece que ouço passos!...
Ei-lo que volta para a minha vida!...
Vou atirar-me ansiosa nos seus braços...
Pois desta vez ainda fui vencida...

Topo


Mude

                               Edson Marques

Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade

Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa
Mais tarde, mude de mesa

Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua
Depois, mude de caminho
ande por outras ruas,
calmamente
observando com atenção
os lugares por onde
você passa.

Tome outro ônibus
Mude por uns tempos o estilo das roupas
Dê os seus sapatos velhos
Procure andar descalço alguns dias.

Tire uma tarde inteira
para passear livremente na praia,
ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas
Abra e feche as gavetas
e portas com a mão esquerda.

Durma no outro lado da cama...
depois procure dormir em outras camas

Assista a outros programas de TV,
compre outros jornais...
Leia outros livros,
Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade
Durma mais tarde
Durma mais cedo

Aprenda uma palavra nova por dia
numa outra língua
Corrija a postura
Coma um pouco menos
escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores
novas delícias

Tente o novo todo dia,
o novo lado,
o novo método,
o novo sabor,
o novo jeito,
o novo prazer,
o novo amor,
a nova vida.

Tente
Busque novos amigos
Tente novos amores
Faça novas relações

Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida
Compre pão em outra padaria
Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa

Escolha outro mercado
outra marca de sabonete,
outro creme dental...
tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores
Vá passear em outros lugares
Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.

Troque de bolsa,
de carteira,
de malas,
troque de carro,
compre novos óculos,
escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco
Vá a outros cinemas,
outros cabeleireiros,
outros teatros,
visite novos museus.

Mude
Lembre-se de que a Vida é uma só
E pense seriamente em arrumar um outro emprego
uma nova ocupação,
um trabalho mais "light",
mais prazeroso,
mais digno,
mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.
Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longe, se possível sem destino.

Experimente coisas novas
Troque novamente
Mude, de novo
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores que as já conhecidas,
mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança,
o movimento,
o dinamismo,
a energia.
Só o que está morto não muda!!!

"Repito por pura alegria de viver
a salvação é pelo risco,
sem o qual a vida não vale a pena"

(Clarice Lispector)

Topo


Seria tão diferente

                                                  autoria desconhecida

Seria tão diferente
se os sonhos de que a gente gosta
não terminassem tão de repente

Seria tão diferente
se os momentos da vida
durassem eternamente

Seria tão diferente
se a gente de que a gente gosta
gostasse um pouco da gente

Seria tão diferente,
se a gente que a gente ama sentisse
o que a gente sente...

Mas... é tudo tão diferente!
Os sonhos de que a gente gosta
terminam tão de repente...
Os bons momentos da vida
não duram eternamente
A gente de quem a gente gosta
nem sempre gosta da gente
Das vezes que a gente chora,
poucas vezes são de contente...
E a gente que a gente ama
não sente o mesmo que a gente!

Mas... poderia ser tão diferente!...

Dê-se uma chance de ser diferente!!...
Tente, ouse, opte pela Felicidade
e aí será diferente.

"Feliz aquele que acredita
em seus sonhos,
pois só assim poderá realizar
seus vôos plenamente..."

Topo


Ânsia de Amar 

                                          Criszinh@

Mesmo que seja uma ânsia esperar por ti, ansiarei.
Mesmo que seja viver na saudade, aguardarei.
Porque é melhor sentir tua falta do que nada sentir.
Porque é melhor esperar do que viver desesperado.
Porque é melhor amar um sonho do que não tê-lo sonhado.
Porque é melhor amar e não ter, do que não amar o que se tem.
Porque é melhor te ver um só dia em cada cem do que não existires em nenhum dos meus dias.
Porque é melhor contar nos dedos as alegrias do que viver carregando um punhado de tristezas.
Porque são melhores as belezas dos instantes do que dias constantes sem esperar ninguém.
Porque é melhor viver em ânsias do que a morte de não ter anseios.
Porque é melhor ter o amor dentro de si do que de amar e não ter meios.
Porque é melhor saber-se vivo sonhando contigo, do que viver o castigo de não te sonhar.
 

Topo


Saudade

                                        Bruno Kampel

Sinto saudades do dia em que nunca nos encontramos.
Sim, daquele em que não nos vimos pela primeira vez.
Desse em que nunca te tive.
Daquele em que não falaste o que eu queria ouvir.
De nossa primeira noite que jamais houve, quando deixamos de conhecer-nos biblicamente até o desmaio.
Tenho sede da noite em que nem começamos a beber-nos.
Sinto fome dos momentos em que não estávamos um no outro, devorando-nos
 gota a gota.
Poderia desenhar nos mínimos detalhes tudo o que não aconteceu. O amor que não explodiu; o desejo que não cristalizou; todo esse nada que não vivemos tão intensamente separados.
É uma saudade tão grande!... Uma saudade como se nunca tivesse acontecido.
Como este afago que não te mando, e que ainda assim, nunca o receberás.

Topo


Gostar

                                  J.G. de Araújo jorge

O que amargura e desgosta
e nos dói mais fundamente
é quando ao gostar, se gosta
de quem não gosta da gente...

Topo


Solenemente

                                      Hermes Fontes

Juro por tudo quanto é jura... Juro
por mim... por Ti... por nós... - por jesus cristo
- que hei de esquecer-te!...Vê-me: estou seguro
contra o teu Sólio, a cuja queda assisto.

E, visto que duvidas tanto, visto
que ris do que, solene, te asseguro,
juro mais: pelo Ser em que consisto
por meu Passado! pelo meu Futuro!

Juro pela Mãe Virgem concebida!
pelas venturas de que vou no encalço!
por minha vida!... pela tua vida!...

Juro por tudo que mais amo e exalço!...
... E depois de uma jura tão comprida,
juro...juro que estou...jurando falso.

Topo


Ainda é Tempo

                  Emília Casas

Não demores, meu amor
Há muito se vai meu viço
O tempo, por mais que implore,
Comigo tem compromisso
Me visita todo dia
É um amante voraz
Já lhe entreguei quase tudo
Mas ele inda quer mais
Minhas mãos tão expressivas
Já não vestem as palavras
O tempo as algemou
Tornou-as mudas, escravas
O sorriso, antes vermelho,
Cobriu-o de amarelo
Mas insiste em se abrir
Entre rugas o revelo.
Do olhar levou o brilho
Hoje de um azul sem graça
Mas deixou nele um riacho
De água que nunca passa.
Mas, amor, se tu me vens
Eu até me reinvento
A mulher, quando amada,
Sabe enganar o tempo!

Topo


Amor Platônico

                                 Maria josé zanini tauil

Meu tempo eu passo
vendo do horizonte o traço
Meu céu
É aquele espaço
Onde você surgirá...
aquele pedaço
de estrada...
de caminho...
E você chega...
me embaraço...
Fico muda...
Nada faço...
Este amor é um fracasso
que me leva ao cansaço,
pois só em sonhos o enlaço
num longo...
num apaixonado abraço...

Topo


O Mesmo Presente
          
                    Maria Tereza Albani

E eu que era feita
de desencontros
abri a guarda
e decidi apostar
e busquei,
no baú das lembranças
um jeito novo
de te esperar
pintei de luzes
o escuro dos meus olhos
meu corpo, meu sorriso
meu batom
abri os braços
pra te receber
lavei as mágoas
do meu coração
teci carinhos
bordei mil sóis gigantes
nos meus cabelos
e emprestei calor
para vestir de brilho
uma data encantada
a festa que não se fez
onde tudo se repetiu
até mesmo o presente,
nada original:
tua ausência

Topo