VERSOS

VERSOS DE RODEIO

segura!!!!!!!!!

A pinga vem da cana. E a cana vem da roça. Homem que tem duas Mulher. Uma é dele e a outra é nossa.

Sapateia mulher feia. Esfrega a bunda na areia. Que eu quero ver a coisa vermeia...

Tem laranja grande, tem laranja miuda. Tem homem que usa calça, tem homem que usa bermuda. Tem mulher que fala muito, tem mulher que é muda. Muitas delas não sabem, mais a maioria é chifruda.

Eu nasci num ninho de cobra. Minha mãe era serpente. Eu bebi do leite dela. Meu sangue ficou mais quente. Jacaré mato no tapa. Cascavel mato no dente. Porque o sangue que corre na minha veia. É o veneno do aguardente.

Eu chego em casa eu entro pela porta da sala. Depois eu saio pela porta da cozinha. Dou um cheiro na mulher e um beijo na vizinha. O Morena faz uma vez comigo amor igual faz o gato. Começa em cima do muro e termina debaixo do mato.

No dia que casei foi um fuzuê danado De um lado meu sogro, de outro meu cunhado Na frente um sargento, atraz um soldado Me levaram pro altar, com pulso algemado Tinha um padre, um juiz e um delegado Dessa vez acabei mesmo casado Lá em casa eu ultimamente ando meio azarado. É um vaso que escorrega, é um prato que quebra. De tudo eu sou meio culpado. Depois se eu bato em minha mulher. Apanho do meu cunhado...

veja mais