Loja de departamentos
By Babu


Capitulo 1
- BOM DIA CALIFORNIA, 6:00 DA MANHÃ, PRIMEIRO DIA DE AULA PRA MUITOS ADOLESCENTES, O SOL ESTÁ BRILHANDO E VOCÊ QUE AINDA ESTÁ DORMINDO, PROVAVELMENTE VAI SE ATRASAR PRO PRIMEIRO DIA – o cara da radio dizia
Ao ouvir a palavra ATRASAR eu logo acordei meu deus eu ia com certeza me atrasar, ok, eu sempre me atrasava, mas era o primeiro dia de aula cara, eu tinha que dar uma boa impressão caso entrasse algum gatinho não? Nem tomei café, nem penteei o cabelo, sai correndo, só deu tempo de escovar os dentes e botar a roupa, sai correndo que nem uma doida, cheguei no colégio o sinal tinha acabado de tocar, olhei qual seria a minha sala e continuei correndo, esbarrei em um garoto, caraca tudo que ele tava segurando caiu no chão, mas eu não posso parar não, tenho que ir pra sala
- Desculpa – eu berrei
- Nem para pra ajudar, MENINA FURACÃO – disse o menino sozinho enquanto recolhia suas coisas
- DESCULPA PROFESSORA DESCULPA MESMO, É QUE EU TAVA TENDO UM SONHO BONZÃO E QUANDO O CARA DA RADIO FALOU, NO MEU SONHO ELE FALOU TAMBÉM ENTÃO EU ACHEI QUE ERA NO SONHO, AI EU ME ATRASEI – disse quando entrei na sala, desesperada para me desculpar
- tu penteou o cabelo hoje? – Jason tirava uma com a minha cara
- Não eu não penteei, depois eu penteio, eu sai correndo de casa, nem comi pô
- Ok , só deixo passar dessa vez porque vejo o estado do teu cabelo
- Tá tão ruim assim professora ?
- Sim – e ela ria.
Ainda bem que a turma já estava acostumada comigo e com meus atrasos, meus cabelos despenteados, com TU-DO, quando olhei pra ver onde minha companheira de sempre, minha melhor amiga estava sentada, a traíra, idiota estava com outra dupla, só me restou sentar em uma cadeira sozinha, sem dupla nenhuma. Olhei pra cara dela, ela olhou pra mim
- Desculpas – sussurrou
-Tudo bem – e sorri
A professora começou a fazer a chamada, até a hora que ela chamou o nome de Jonas, o único aluno novo, ele não estava na sala ainda, na segunda vez que ela chamou ele entrou na sala de aula, ih cara é o menino que eu esbarrei.
- Aqui professora, eu sou .
- Por que o atraso?- a professora falou
- Sabe é que eu cheguei, fui pra sala da diretora e ela me explicou tudo até o sinal tocar, ai quando tocou eu vim pra sala, só que passou um furacão humano e derrubou tudo no chão então eu tive que recolher, ai me atrasei, desculpa. – tava nervoso, afinal, era seu primeiro dia de aula
- Ok senhor Jonas, fique um pouco aqui na frente para as apresentações. Quem quer ser o primeiro a se apresentar?
Logo que eu ouvi isso eu levantei a mão, todo mundo me olhou, sabe eu nunca me ofereço pra nada, todos sabem disso, eu odeio ser a primeira, mas eu tinha que me desculpar com o pobre menino que era afinal um gato.
- Meu deus, ta chovendo?Acho que o tempo fechou der repente- Sim, Jason amava me encher
- Tão engraçadinho Jason, é que hoje eu tenho um motivo de força maior para ser a primeira – dei língua
- Achou o garoto gatinho né?Só pode ter sido – ria, sim eu odeio ela por isso, tadinho do menino, ficou todo sem graça
- Parem vocês, deixem eu me apresentar. Então , eu sou , me chame de por favor, miiil desculpas ter esbarrado em você hoje e nem ter parado para ajudar sabe, é que eu sempre me atraso então a professora não iria me perdoar – dei o melhor sorriso que eu tinha, graças a deus eu já tinha penteado o cabelo
- Sem problemas menina furacão – disse soltando a risada da sala toda
- Ainda bem que você já penteou o cabelo para se apresentar né?Senão não teria chances com o , Olá sou Jason – Disse Jason se apresentando
- , desculpa por isso, ele ama me encher sabe.Vou te chamar de ta?- Eu disse meio nervosa por estar completamente corada
- Prazer Jason e sem problemas – ele sorriu
Todos se apresentaram e a professora mandou ele sentar do meu lado que era o lugar vago, sim ele seria minha dupla para o resto do ano, nesse momento, Jason olhou pra mim e riu, ele era ridículo, mas amava ele, nós éramos uma turma muito unida, não tinha nada daquilo de populares, nerds, nem nada. Conversei com , ele era simpático demais, a gente se deu bem, graças a deus.
Capitulo 2
Como era meu parceiro em todas as matérias, nós conversamos o dia todo, ele me contou de seus irmãos, , e Frankie, eu contei da minha triste vida, ainda bem que ele é minha dupla e não a , ele me faz rir e não fica falando de como tal garoto é um gatinho o tempo todo.Chegou a aula de redação, lá estávamos nós dois sentados.
- Alunos, vamos fazer uma redação de tema livre, o que vocês quiserem, sobre as férias, amor, terror, qualquer coisa – a professora falava
- Vamos fazer sobre o que? – perguntou confuso
- Já sei sobre o que
- Sobre o que então ?
- A triste historia da garota que acabou de voltar do enterro das suas férias, lindas férias – falei como se estivesse chorando
- Nem me fale e o enterro foi legal?
- Ai meu deus, onde já se viu um enterro ser legal cabeçudo?
Nós rimos e chegamos na conclusão de que faríamos sobre nossas férias, quando entregamos a redação, bateu o sinal, primeiro dia de aula acabado.
- , , Jason, vem cá – berrava
- Sim senhor
- Esses são meus irmãos , e esse é o pequeno Frankie
- Prazer, vocês pegaram o azar maior de conhecerem brincava
- Concordo plenamente contigo, ele é chatãão – e ri, percebi bem que não tirava os olhos de , mas tudo bem, Jason também percebeu ele não é bobo nem nada.
- , meu irmão ta vindo, se esconde – disse Jason
- Ai meu deus, é ele mesmo, , me esconde
- Ele quem ?
- O idiota do meu ex e ele me viu, legal – peguei a mão de , que não entendeu nada do que eu estava fazendo
- Oi – ele falou comigo
- Oi Danilo e desculpa, mas a gente já estava de saída não é gente?Aproveitou muito as férias?Espero que sim, porque as minhas foram PERFEITAS, cada gatinho que você nem sabe, então, tchau – disse andando e puxando , o resto do povo só seguiu a gente
- Gente to indo, tchau, um prazer conhecer vocês e fique tranqüila qualquer coisa que o Danilo me perguntar sobre você eu mando ele pra aquele lugar bonito lá – Jason fala meio que a gargalhadas
- É eu to indo também – disse dando um beijo na bochecha de cada um
- Eu vou-me também, beijinho beijinho tchau tchau – disse mandando beijos
- Pra que lado é tua casa perguntou
- Na rua conde João da silva sauro (n.a: finjam que é uma rua ok?)
- Ah a nossa também, a gente vai junto – sorriu
- Vamos então
- aquela sua amiga tem namorado?- perguntou
- Tem não amor.
Fomos andando o caminho todo, me dei muito bem com eles, são super fofos e talz, a casa deles é umas três depois da minha, a mãe deles trabalha no mesmo lugar que a minha e tudo mais, acho que eu achei amizades fortes hoje.
Capitulo 3
Se passaram 3 meses, minha mãe marcou um jantar hoje lá em casa, eu, ela, tia Dê(n/a:se liga na intimidade) , , e Frankie, tio Kevin ta passando o ano fora, sabe eu e os meninos não sabemos o porque do jantar mas minha mãe e tia Dê falaram que é sério, to nervosa.Hoje a gente só falou disso a aula toda, ta quase na hora do jantar to me trocando, minha mãe disse pra eu me arrumar.
- , ta pronta filha?-minha mãe berrava
- To quase mãe, relaxa
- Anda rápido que a Denise ligou e ela já ta vindo
- Ok, só falta escovar os dentes
Eles chegaram e tocaram a campainha, eu que fui atender, primeiro entrou tia Denise, depois foi o Frankie e me deu uma rosa branca, depois o que me deu outra, depois o que deu outra e por final o que me deu uma vermelha, dei um beijo em todos e agradeci, eles sabem tratar bem uma mulher, fico feliz de ter eles como amigos.Enfim sentamos na mesa e mamãe começou a falar, pela cara dela eu vi que não era nada bom.
- Sabe, hoje eu e a Denise recebemos uma proposta do nosso chefe – minha mãe gesticulava
- É queridos, ele convidou a gente a passar 4 meses na Europa trabalhando e como o pai de vocês meninos está fora do pais e o seu está no Brasil, nós não sabemos se aceitamos. – Denise estava como sempre preocupada conosco
- EUROPA?Cara, vocês tem que ir e se encontrarem algum jogador de futebol gatinho peguem autografo pra mim – eu tentei quebrar o clima de nervosismo
- Então nós queríamos saber se tem como vocês se virarem sozinhos nesse tempo, claro que vai ter a Godofreda(empregada dos Jonas)que vai cuidar de vocês, você fica esse tempo na nossa casa, nós só queríamos saber se tem algum problema se a gente aceitar a proposta – Denise disse
- Problema?Problemas vão ter se vocês não forem – eu ria
- É mãe, vai cara, se diverte – falou
- E quando vocês vão?- perguntou
- Se tudo der certo depois de amanhã. – minha mãe completou
- Ai meu deus, vou passar 4 meses agüentando a , assim ninguém merece – brincou
- Eu sei que você me ama – dei língua
- Quem pede língua quer beijo sabia?
- Nem pensar, vou guardar minha língua dentro da boca então
O jantar foi todo assim, todos planejando a viajem para a Europa de nossas mães, botei minhas rosas no vaso e fui deitar. O tem problemas, por que a dele era diferente?Só rindo com esses meninos mesmo, adormeci lá, olhando minhas rosas.
Capitulo 4
Lá fui eu acordei 6 horas da manhã como sempre e fui pra escola agüentar as mesmas caras que eu vejo de segunda a sexta, chegando lá, atrasada(novidade)a professora estava falando de um passeio que nós iríamos ter
- Desculpe o atraso – falei sentando
- Como se não fosse isso todo dia né? – Ih a professora tava de TPM hoje
- vai ter um passeio – disse animada
- Então continuando, nós iremos fazer um passeio amanhã para uma loja de departamentos
- Desculpe perguntar professora, mas o que a gente vai fazer em uma loja de departamentos?-perguntei curiosa
- É isso eu também não sei, mas acho que é pra vocês verem o que é trabalhar duro, vocês vão ver os atendentes trabalhando e quem sabe isso não incentiva vocês a estudar mais um pouco para ter um bom futuro e não trabalhar em uma loja de departamentos
- Ah entendi.
- Então tome os folhetos e tragam assinados pelos pais ou responsáveis amanhã - a professora disse entregando
- , tu vai lá pra casa hoje né? A gente tem que ver aonde tu vai dormir – disse
- Ih é, sem problemas, eu fico na sala pô
- Que mané sala, tu vai é ficar no meu quarto, tu dorme na minha cama e eu vou pro chão
- Pirou ?Eu não vou te tirar da tua cama
- Então vão dormir os dois no chão
- Tá bom eu durmo na tua cama
- Olhe pelo lado bom, você vai sentir meu cheirinho toda noite – ele riu
- Ai ai, assim eu fico mal acostumada
- Mas é pra ficar mesmo
- Ah que lindo e obrigada mesmo pelas rosas ontem, eu amei cara, por que a tua é vermelha e dos seus irmãs são brancas?
- Porque eu te amo mais e gosto de ser diferente
- Owwn assim eu me apaixono – disse dando um beijo em sua bochecha
- É isso que eu quero
Fui para a casa dos Jonas, nos despedimos das nossas mães e lá fui eu, dormir na cama do , cara a cama dele tem um cheirinho bom, o cheiro dele.Amanhã loja de departamentos meu deus, é cada passeio que esse colégio resolve fazer que eu nem comento.
Capitulo 5
Sabe quando você sente que tem alguém te olhando, então eu acordei com essa sensação, mas não quis abrir o olho com medo, fiquei uns 5 minutos de olho fechado, até que sinto uma boca encostando em minha bochecha, eu abro os olhos e vejo olhando para mim com seu melhor sorriso, olhei no fundo dos olhos dele e eu me senti estranha, com borboletas no estomago, será que ta acontecendo o que eu to pensando?NÃO , não pode estar acontecendo.
- Bom dia bela adormecida – sorria
- Bom dia amorzinho
- Eu to tem uns 5 minutos te olhando com pena de te acordar
- NÓS ESTAMOS ATRASADOS ?
- Não relaxa, estamos adiantados
- Ah que bom que eu tenho você pra me acordar
- Então vamos, troque de roupa que hoje a gente tem um encontro com a loja de departamentos – ele ria
- Só você pra ter esse bom humor de manhã cara,vou trocar de roupa
Fui ao banheiro, botei a roupa, penteei o cabelo, escovei os dentes, tudo o que um ser faz de manhã antes de ir para o colégio, chegamos no ponto de encontro e seguimos para a loja de departamentos, é incrível, o pessoal trabalha demais mesmo, depois dessa eu vou estudar muito cara, aqui estou eu, andando pela loja de mãos dadas com Jonas, ta todo mundo olhando achando que tem algo acontecendo.
- GENTE, ELE É SÓ MEU AMIGO CARA, PARA DE OLHAR QUE SACO PO
- tem algo acontecendo entre a e o ? – Jason perguntava
- Ih pelos olhares tem, mas ela não me falou nada traíra – falei rindo
- , se liga lá fora o casal de crianças passeando – disse apontando para as crianças
- Aaahh que bonitinho, crianças apaixonadas a caminho do colégio, um amor puro, acho isso muito fofo, tu já viu o filme ‘ um amor pra recordar ‘?
- Sabe que eu vi com a minha mãe, por que?
- Ás vezes antes de dormir eu paro pra pensar porque não existe amor que nem o deles sabe, toda relação que a gente tem aqui na vida real acaba em traição e essas coisas, porque não existe um amor puro que nem o deles?
- Se você achar um cara que te ame de verdade você consegue isso cara
- Esse é o problema, aonde ta esse cara?
- Ele pode estar mais perto do que você imagina
- O que você quer dizer com isso?
- Nada não – e sorriu aquele sorriso lindo *____*
Continuamos andando pela loja e vendo os funcionários trabalharem, na hora de ir embora eu, e percebemos que não estava mais no grupo, então saímos para procurar ele, quando achamos e fomos voltar para o grupo, todos já tinham ido embora e a loja já tinha fechado, não tinha nenhuma alma viva naquele lugar.
- Ae , conseguiu, estamos presos – falava revoltado
- Calma gente, vou ligar pra alguém e avisar que estamos aqui ainda – fui tentando achar um lugar que teria sinal – DROGA, não tem sinal aqui
- Ótimo, presos em uma loja de departamentos, vamos ter que dormir aqui, nossas mães viajando, provavelmente estão todos preocupados com a gente nesse momento. – desabafava
- Gente vamos ficar ali na escadinha na porta quem sabe alguém passa e vê a gente – falou e todos fomos para a escadinha
- Cara ta muito frio aqui e eu esqueci o casaco – eu disse tremendo
- É eu também to morrendo de frio – disse
- Toma meu casaco ofereceu
- Não, eu não vou aceitar isso
- Então vem cá que eu te esquento – disse ele abrindo os braços, eu fui até ele, ele me abraçou e ficou me esquentando, fez o mesmo com Juliana e 5 minutos depois os dois já estavam na maior agarração, eu e rimos da situação.
- sabe hoje quando eu te falei que o cara podia estar mais perto do que você imaginava?
- Lembro, eu fiquei curiosa, por que você falou?
- Eu falei porque eu te amo , desde o primeiro dia que eu te vi, por isso eu te dei uma rosa diferente, eu achei que a vermelha seria mais romântica, eu sei que você pode não sentir nada por mim, mas eu não agüentava mais, precisava falar isso que estava engasgado na minha garganta, se você não gostar de mim sem problemas mas eu nunca vou deixar de te amar
- que mané não te amar, cala a boca, deixa de ser bobo, eu te amo muito, muito mesmo
Os lábios foram ao encontro um do outro, um beijo apaixonado, nossas línguas estavam dançando uma valsa, calma e romântica, queria que aquele momento parasse ali e ninguém atrapalhasse, até que chegou o ‘resgate’, eu parei de beijar o , no caminho de casa me deu seu casaco para eu não sentir frio, chegamos em casa e deitamos na cama, essa noite ele não ia dormir no chão, ele ia dormir comigo, como amanhã era sábado, podíamos dormir até a hora que quiséssemos. Sim adormeci lá, em seus braços, sentindo seu cheiro, o melhor cheiro de todos.
Capitulo 6
Acordei e não o vi do meu lado, pensei ‘ será que eu fiz algo errado, será que ele fugiu’ e der repente me entra Jonas com uma bandeja de café da manhã cheeia de coisas, mas será que era pra mim mesmo?
- Bom dia amor da minha vida – dizia
- Bom dia
- Pra você – ele disse me entregando a bandeja
- Owwn, tu quer que eu fique gorda né?Porque ai tu não precisa ficar comigo depois do que aconteceu ontem e fica com uma magrinha bonitinha qualquer – disse mordendo um morango
- Mesmo que você não passe pela porta eu vou continuar te amando e eu preciso te perguntar uma coisa
- Pergunte – disse oferecendo um morango a ele que aceitou e mordeu
- Será que você gostaria, sabe pode falar não que eu não vou ficar bolado, triste, mas bolado não, eu sei que é cedo
- Desembucha, to curiosa teu boboca – dei a língua
- Ok quer tipo, namorar comigo?
- Eu, tem certeza?Meu deus, não tava esperando isso (n.a: mentira tava sim)quer dizer claro que eu quero cabeçudinho – disse rindo
- Aai tu me deixou nervoso pô
- Relaxa, relaxa – disse o beijando
Terminamos o colégio e ainda estávamos juntos, firme e forte nada nos separava, claro claro que a gente brigava afinal que casal não briga, mas depois de 5 minutos nós já estávamos de bem de novo, ah e estavam juntos também, firmes e fortes. No dia da formatura
- Cara gente nem acredito que eu to me formando, mas o que vai ser da minha vida sem vocês todos os dias, vou chorar – disse segurando o choro que não consegui segurar por muito tempo
- Amor não chore, guarde o choro pra mais tarde, porque na minha surpresa você vai chorar mais – ria de mim
- Ah cara me conta o que é todos sabem menos eu sem graça
- Claro anta, é uma surpresa pra você – zuava
- Ok um dia eu vou me vingar
A formatura acabou e fomos para a festa, na festa de formatura
me puxou para um canto e era a hora da surpresa
- , você sabe que eu te amo muito, mais do que tudo e que você é a mulher da minha vida né? – dizia ele nervoso
- O que aconteceu?Você me traiu?Me diz logo vai
- Se fosse isso você me perdoaria?
- Sabe por mais grave que fosse você sabe que eu não vivo sem você e claro que eu iria te perdoar, mas foi com quem, quando?ME DIZ – disse chorando
- Não amor, eu não te trai, a surpresa é boa, então, você quer tipo, passar o resto da sua vida comigo, ter a e o ? , você aceita se casar comigo? –Disse tirando um anel do bolso, o anel mais lindo que eu já tinha visto
- Deixa eu pensar, CLARO QUE EU ACEITO, é a segunda coisa que eu mais quero nessa vida
- E qual é a primeira?
- Te matar por ter feito eu acreditar que tu tinha me traído
- Se você me matar eu não vou poder passar o resto da minha vida contigo – disse botando o anel no meu dedo
- Ah então eu desisto de te matar – disse dando um selinho e saindo correndo
- EU TO CASADA – disse com o maior sorriso para , e Jason
- Agora vai ter que parar de ser safada – disse
- Eu não sou safada não ta?
- Se você diz – todos riram
Passaram um mês e o dia do casamento foi perfeito tudo que eu imaginava, na festa é claro fomos fazer um discurso
- Obrigada a todos que vieram e a todos que estavam conosco desde o começo, mas o que eu mais queria agradecer era ao colégio por ter feito aquele passeio sem noção para a loja de departamentos, afinal foi lá que tudo começou – disse chorando e sentindo a mão de secar minhas lagrimas
Acabando a festa fomos para casa, eu agradeci por tudo e ele foi se aproximando e claro, aconteceu tudo que os casais fazem quando se casam e chegam em casa(n.a: sim,vocês entenderam) fomos para a lua de mel e eu tenho mais certeza do que nunca que sim, eu posso morrer nesse instante que eu estou feliz. Hoje aqui estou eu, casada com o homem mais perfeito do mundo e com os dois filhos mais perfeitos do mundo, e Jonas.
Fim
Enfim, queria agradecer a todas que leram, a Giulianna porque afinal ela que deu a ideia de ser em uma loja de departamentos e não em um shoppig e a Nessa que foi ela que me ajudou a tirar meu bloqueio mental.


1