Dicas

Velocidade no micro não é algo que simplesmente se compra: conquista-se. Gaste uma nota com um PC de última geração, entupa de gigabytes de programinhas irresistíveis, deixe um monte deles carregar já no boot e o que você terá? Um micro lerdo, quase tão irritante quanto uma carroça de três anos atrás. Junte a isso uma conexão lenta de internet, e você estará literalmente frito.


1 - Muito programa aberto é loucura>
Não adianta querer fazer mais do que o micro permite. Quem tem uma máquina mais modesta deve controlar o número de aplicações abertas para evitar que a memória RAM livre acabe e o Windows passe a usar o disco rígido. Se isso ocorrer, a lentidão é inevitável. Um bom utilitário para ficar de olho no sistema é o Cool Beans System Info. Ele mostra três barras sua janela. A primeira é o uso do processado. A segunda é o uso da memória e a terceira mostra o quanto é usado da memória virtual (que é o uso do HD como extensão da RAM). Então é só ir trabalhando com o micro normalmente. Se a terceira barra começar a crescer, é preciso fechar alguns programas para manter a velocidade do Windows. Cool Beans System Info 1.0.1.8
Cool Beans Software
www.uol.com.br/info/aberto/download/1906.shl
Com skins de vários estilos, o programa é um ótimo fiscal dos recursos do Windows, em particular do cache de disco. Tem diversas opções de interface e cores. Grátis, 748 KB, Windows 9x/Me/ NT/2000 e XP, em inglês.

2 - Boot mais rápido é um alívio
Poucas coisas são tão irritantes quanto um micro que demora um tempão para começar a funcionar. Pois vários programas ignoram esse fato óbvio e se configuram para rodar assim que o Windows entra em ação. Não, não basta ir ao menu Iniciar e apagar essa configuração, pois alguns desses programas ficam escondidos. Mas há um utilitário do Windows que permite controlar o que roda quando se inicia o sistema operacional. É só ir ao menu Iniciar, selecionar Executar, digitar msconfig e clicar OK. Clique em Iniciar e desmarque os programas indesejados. A dica vale para Windows 9x/Me XP e NT.

3 - Não esqueça do check-up do disco rígido
O Windows já vem com os aplicativos mais úteis para manter a saúde do HD. Rodar o Desfragmentador e o ScanDisk freqüentemente aumenta a velocidade e evita bugs que podem comprometer o sistema operacional. Quem quiser ainda mais desempenho pode mover os aplicativos mais usados para o começo do disco rígido. Para isso basta clicar em Configurações e marcar a opção Reorganizar arquivos de programas para iniciarem mais rápido.

4 - DoubleSpace? Livre-se disso!
Os utilitários de compressão de disco até que eram úteis quando o espaço de HD era medido em centenas de megabytes. Hoje em dia só servem pra atrasar o boot do Windows. Então que tal livrar-se desse entrave? Basta editar o arquivo MSDOS.SYS, que está em C:\ (se o Windows estiver instalado nesse disco). Na linha com drvspace=1, substitua o valor por 0. Faça o mesmo com a linha dblspace=1. Funciona com Windows 98 e Me.

5 - Dar um jeito nos bugs do Windows é essencial
Que o Windows tem bugs, ninguém discute. Praticamente toda semana sai uma correção da Microsoft. Acompanhar todos os patches para se livrar dos travamentos que os bugs causam exige paciência e tempo. O melhor mesmo é usar um software para avisar quando há algum remendo novo na praça. Existem dois programas para resolver esse problema. Ambos são ótimos e ainda avisam quando algum dos aplicativos instalados tem versão nova. São o BigFix e o CatchUp. E o melhor: os dois são gratuitos. BigFix 1.6.1.6
BigFix
www.uol.com.br/info/aberto/download/1390.shl
O software busca automaticamente upgrades e correções de tudo o que está instalado no micro -- inclusive drivers para o hardware. Seu ícone fica na bandeja do sistema e pisca quando há atualizações novas. Grátis, 2,5 MB, Windows 98/Me/NT/2000 e XP, em inglês CatchUp 1.3
CNET
www.uol.com.br/info/aberto/download/208.shl
O programa roda por etapas. A primeira, de software, dá conta de atualizações de aplicativos e sistemas operacionais. A segunda é especializada em segurança, com zilhões de patches da Microsoft, servindo tanto para desktop quanto para servidor. Grátis, 772 KB, Windows 98/Me/NT e 2000, em inglês.

6 - Menos animação, menos enrolação
O Windows é cheio de animações e ícones que têm lá o seu charme. Mas tudo isso ocupa memória e tempo do processador. Que tal desabilitar esses recursos e ganhar um micro um pouco mais rápido? Então clique com o botão direito no desktop e selecione Propriedades. Clique em Efeitos e desmarque a opção Usar listas, janelas e menus animados.

7 - Mais memória para o Windows
As versões 98 e Me do Windows têm a mesma base (kernel). Ela foi criada quando só servidores tinham mais que 128 MB de memória RAM. Por isso, esses Windows só conseguem acessar até os tais 128 MB. Os megabytes que o micro tiver a mais são solenemente ignorados. Mas existe um excelente programa para fazer o Windows enxergar toda a memória disponível.

É o X-Setup. Basta selecionar System, Memory e Swap File Usage. Então marque a opção Use maximum available physical RAM before using a swap file. Reinicie a máquina e pronto. O Windows passa a usar mais que 128 MB. Quem usa Windows 2000 ou XP não precisa modificar nada, pois o sistema já usa toda a RAM instalada.

Xteq X-Setup 6.1
Xteq Systems
www.uol.com.br/info/aberto/download/1503.shl
Este utilitário matador traz dezenas de ajustes para aumentar a velocidade e personalizar o Windows. Ainda inclui truques específicos para placas de vídeo, de som e vários dispositivos de hardware, além de ajustes para programas conhecidos, como Eudora, ICQ e Outlook Express. Tem atualização automática. Grátis, 3,8 MB, Windows 98/Me/NT/2000 e XP, em inglês.

8 - Zip mais ligeiro
Quem tem um Zip Drive ou outro dispositivo de armazenamento removível pode aumentar a velocidade de gravação nos discos. Basta clicar com o botão direito em Meu Computador e selecionar Propriedades. Então, clique em Performance, depois em Sistema de Arquivos. Selecione Disco removível e marque a opção Ativar o cache de gravação temporária em todas as unidades de disco removíveis.

9 - Cache na mão
Ajustar o cache de disco do Windows é uma tarefa que exige alto conhecimento de como se comporta o sistema operacional. Mas um programinha resolve tudo isso. O Cacheman faz todas as configurações para deixar o cache de disco mais rápido. É só ir respondendo às perguntas sobre o uso mais comum do micro (se é usado para jogos ou como servidor de rede, por exemplo) que ele deixa o Windows no ponto. Cacheman 5.0
Outer Technologies
www.uol.com.br/info/aberto/download/1179.shl
O programa otimiza o cache do Windows de acordo com a utilização da máquina. Também funciona como gerenciador de memória, liberando megabytes assim que os aplicativos são fechados. Ele roda na bandeja do sistema e seu ícone pisca sempre que ele entra em ação. Traz ainda assistentes para auxiliar em sua configuração. Shareware por 30 dias, registro por 10 dólares, 846 KB, Windows 9x/Me/NT/2000 e XP, em inglês.

10 - Drivers fresquinhos
Estar com os drivers mais recentes do hardware instalado também ajuda a obter o melhor desempenho de cada dispositivo. Vá aos sites dos fabricantes regularmente e verifique se há novas versões. Prefira sempre versões estáveis. Drivers beta são apenas para corajosos -- e aqui coragem não é necessariamente sinônimo de inteligência.

11 - Liberando megabytes
Quando um programa é fechado, o Windows demora um pouco para recuperar a memória que era usada nele. Se um outro aplicativo for iniciado, pode faltar memória e o micro ficar lento. Esse problema não pode ser resolvido ajustando o Windows. Em compensação, existem ótimos programas para gerenciar a memória. Um deles é o RAMBooster. Ele fica monitorando a RAM livre. Caso comece a faltar memória, o RAMBooster sai liberando megabytes de programas que já foram fechados. O preço do RAMBooster é imbatível: ele é de graça. O autor só pede um cartão-postal, caso o software agrade. RAMBooster 1.6
J. Pajula
www.uol.com.br/info/aberto/download/763.shl
Este utilitário é mais uma dessas criações solitárias que quebram um galhão no dia-a-dia de milhares de pessoas. Gerencia a memória RAM com eficiência exemplar, liberando espaço mais rapidamente que o Windows. Também mostra em sua janela as estatísticas de uso de RAM. Stampware, 955 KB, Windows 98/Me/NT e 2000, em inglês.

12 - Xô, Active Desktop!
Criado para levar conteúdo dinâmico ao desktop, o recurso Active Desktop só serve para ocupar memória, já que pouquíssimas aplicações o usam. O bom mesmo é desativá-lo e liberar mais RAM. Para isso, clique com o botão direito no desktop e selecione Propriedades. Clique em Web e desmarque a opção Exibir o Active Desktop como página da Web.

13 - Hardware em dia
Toda vez que inicia, o Windows olha a lista de hardware e, se algum estiver com problemas, verifica se foram instalados drivers para ele. Isso demora bastante. Assim, uma boa providência para acelerar a inicialização é ter todo o hardware configurado. Para saber se está tudo em ordem, clique com o botão direito em Meu Computador e selecione Propriedades. Clique em Gerenciador de dispositivos e veja se algum dispositivo está com um ponto de interrogação. Se houver, ele não está configurado corretamente. Instale os drivers corretos e veja o Windows entrar rapidinho.

14 - Dê cabo do Autorun
Quem nunca ficou com o micro travado ao inserir um cd no drive? Isso acontece porque o sistema operacional tenta executar automaticamente uma aplicação no cd e, enquanto ela não aparece, o computador fica muito lento. Para resolver isso, desabilite esse recurso clicando com o botão direito em Meu Computador, depois em Gerenciador de Dispositivos. Selecione o drive de CD-ROM, clique com o botão direito nele e selecione Propriedades. Então desmarque a opção Inserir notificação automaticamente. O único senão é que as aplicações no cd terão de ser executadas manualmente.

15 - Windows sem IE? Pode ser...
O Internet Explorer vem embutido no sistema operacional desde o Windows 98. Mas é possível desinstalá-lo das versões 98 e Me. Para isso, é só usar o programa IEradicator. Ele é um freeware que retira o browser do Windows, permitindo a instalação de outro mais veloz. A erradicação mantém, no entanto, os componentes internos do IE, necessários para alguns aplicativos do Windows. Quem quiser fazer uma remoção mais profunda pode usar o 98lite, que acaba com qualquer resquício do IE, deixando a interface como a do Windows 95. Apesar desse aparente downgrade, o ganho de velocidade é considerável, para quem conseguir viver sem os benefícios do Windows 98. IEradicator 2001
98Lite.net
www.uol.com.br/info/aberto/download/1657.shl
Antes desse programa, era uma façanha conseguir tirar o IE do Windows. Agora, tudo se resume a alguns cliques. Mais importante: sem prejudicar o funcionamento de outros aplicativos do sistema operacional. Grátis, 18 KB, Windows 98/Me e 2000, em inglês 98lite 4.5
98Lite.net
www.uol.com.br/info/aberto/download/1662.shl
Além de desinstalar o Internet Explorer, o 98lite pode mudar completamente a interface do sistema operacional. Ainda pode desinstalar qualquer programa que venha com o Windows. Vale a pena ler o arquivo de Ajuda antes de fazer qualquer modificação para ver o que será feito, apesar de o 98lite poder fazer o sistema retornar ao estado anterior, salvo em casos de desastres. Shareware, 30 dias, registro por 25 dólares, 318 KB, Windows 98 e Me, em inglês

   

 

1