Traduções de Giovany Faria
 

            Um universo de significados e sensações é sustentado pelo esqueleto das letras floydianas harmonicamente selado à carne melódica. Conhecê-las é contemplar a alma dessa simbiose musical.
            Dentro das limitações lingüísticas, estas traduções priorizam respeitar o sentido primordial. No entanto, pretendendo elegância, elas não são literais e são indiferentes à prosódia, ou seja, ligação com sua melodia. Para fins de comparação, a letra original está inclusa. Críticas e comentários são aguardados.



Wish You Were Here


(Roger Waters/David Gilmour)

So, so you think you can tell Heaven from Hell, blue skies from pain.
Can you tell a green field from a cold steel rail? A smile from a veil?
Do you think you can tell?

And did they get you to trade your heroes for ghosts? Hot ashes for trees?
Hot air for a cool breeze? Cold comfort for change?
And did you exchange a walk on part in the war for a lead role in a cage?

How I wish, how I wish you were here.
We're just two lost souls swimming in a fish bowl, year after year,
Running over the same old ground. What have we found? The same old fears.
Wish you were here.



Ora, então você acha que consegue diferenciar Paraíso de Inferno, céus azuis da dor.
Você consegue distinguir um campo verde de um trilho de aço gelado? Um sorriso de um véu?
Você acha que consegue diferenciar?

E eles te induziram a trocar seus heróis por fantasmas? Cinzas quentes por árvores?
Ar quente por uma brisa fresca? Conforto apático por mudança?
E você trocou um coadjuvante ofício na guerra pelo protagonismo numa jaula?

Como eu queria, como eu queria que você estivesse aqui.
Nós somos apenas duas almas perdidas nadando num aquário, ano após ano,
Correndo sobre o mesmo velho terreno. O que temos encontrado? Os mesmos velhos temores.
Queria que você estivesse aqui.