Turma 73 - 30 anos


Nogueira 73/038



Data: Tue, 25 Mar 2003 19:59:14 -0300

De: "roberto nogueira"

Assunto: Re: agradecimentos

Novamente tive dificuldade em deixar Barbacena, na hora de ir embora, lembrava sempre de alguem do qual ainda não havia me despedido, mas no final achei melhor assim, pois senão seriam infindáveis idas e vindas o que tornaria a saída sempre mais difícil.

Quando levantei-me hoje na segunda feira, sentia um diferente tipo de ressaca, que näo era de bebida mas sim de sentimentos. A primeira coisa qie pensei foi em Barbacena, na EPCAR, na nossa Turma. A impressão que eu tinha é que o tempo havia se misturado na minha cabeça , passado e presente se tornaram um só.

É interessante como as sensações trazem o cheiro, os sons, momentos que eu já havia esquecido voltaram a minha cabeça com uma nitidez de ontem, a voz dos oficiais, o som das cornetas, o burburinho do refeitório, o cheiro da vegetação, os sinos da Igreja do alto que tocava pontualmente toda manhã. Os nomes de amigos que eu já havia esquecido, brotaram em minha mente com a mesma entonação do passado, sem precisar procura-los na nossa revista Senta Pua.

E todas as sensações foram voltando e como é bom sentir tudo isso, percebi como não esquecer é importante para nossa vida presente. Importante porque reestalebeleu o elo entre o Nogueira de 73 e o Nogueira de 2003, e é justamente essa ligação que traz uma nova determinação para nossa vida.

Fui para Barbacena para o nosso encontro com 46 anos, estou voltando com 17 anos. Os problemas que eu havia deixado para resolver quando voltasse e que me pareciam complicados,não me parecem mais.

Por isso quero expressar minha profunda gratidão aos amigos que reencontrei, pois sem dúvida a presença de cada um , seus abraços, ouvir suas vozes, contribuiu para me fazer relembrar quem somos.E novamente como a 30 anos atrás , estou sentindo falta da presença de cada um.

As vezes alguns deixam de comparecer e podem até achar que não farão falta, que não seram lembrados, isso não e verdade, pois a história de um faz parte da histório do outro e todos.Essa história precisa ser lembrada, precisa ser contada.

De vez em quando pensamos em grandes realizacões, em ser político,escritor, aparecer na TV, namorar as namoradas do Miralha, mas posso garantir que nehuma realização se compara a nossa, de ter passado pela EPCAR e conseguido preservar nossa história, como temos feito.

Por isso devemos realmente cuidar com carinho da nossa Associação,apoia-la no que for possível, porque sem ela e a dedicacão de uns poucos confrades que todos bem conhecem, teria sido impossível esse reencontro permanente.

Aproveito para deixar abaixo meu endereço e telefones de contato, colocando minha casa a disposicão para os que passarem por Barra do Pirai-RJ

Forte Abraco

Nogueira 73/038


BQ30a | Fotos]
EPCAr73 | Outras Fotos]
[Campos do Jordão 2002 | BSB2002a]
[Última Atualização 26/mar/03 (omy)] 1