EDITORIAL - Jornal de Guidoval - Ano 4 - Nº 16
EDITORIAL

Dois grandes eventos marcarão o mês de maio em Guidoval. A festa do SESQUICENTENÁRIO de nossa Paróquia está sendo aguardada com muita ansiedade por todos os guidovalenses e será um momento inesquecível em nossa história. A Escola Mariana de Paiva desfilará com seus alunos pelas ruas de nossa cidade, tendo como enredo a comemoração do sesquicentenário da Paróquia de Santana.

O Jornal de Guidoval conclama, mais uma vez, a todos os guidovalenses para participarem ativamente das festividades do sesquicentenário. É um momento muito especial de nossa história, que tem que ser comemorado com muito entusiasmo. Queremos ver guidovalenses de todos os cantos, da zona rural, dos bairros e que residem em outras cidades, prestigiando o Grande Dia.

Os interessados em colaborar financeiramente com a realização da festa, podem fazer um depósito na Conta Corrente: 7202-8 da Agência: 3826-1 do Banco do Brasil (001). Toda ajuda será muito valiosa, pois a organizadora da comemoração, Carmem Cattete Reis Dornelas, pretende fazer uma festa muito bonita e isso gera gastos.

* * * * * * * * * * * * * * * * *

O Desfile de 1º de maio é uma tradição em nossa cidade. Embora a escola não tenha condições de realizá-lo todos os anos, nos anos em que ele acontece Guidoval fica engalanado com seus jovens mostrando o amor que sentem por nossa terra e por uma das nossas mais ricas instituições que é a Escola Mariana de Paiva.

A diretora Sueli Vieira está muito entusiasmada com os preparativos para o desfile. Todo o Corpo Docente da escola está envolvido na organização. Os alunos estão empolgados com o evento e ansiosos para poderem demonstrar nas ruas de nossa cidade toda a sua criatividade. Certamente será mais um presente que os guidovalenses receberão daquela grandiosa instituição de ensino.

* * * * * * * * * * * * * * * * *

Não podemos esquecer que o mês de maio é dedicado à Maria Santíssima. É o momento em que nossas crianças coroam a nossa Mãe Maior. É tempo de festas, leiloeiro, barraquinhas e banda de música.

Por falar em banda de música, qualquer dia desses nosso jornal fará uma reportagem sobre a vergonha que representa para nossa comunidade ter que, em todas as festas, buscar músicos de outras cidades para abrilhantarem os eventos.

Na década de 1960 o maestro Sô Tute saiu de Guidoval e fundou uma banda de música em Rodeiro. Pois atualmente Rodeiro continua com sua banda em plena atividade, enquanto nossa cidade está órfã de um passado em que tivemos sensacionais corporações musicais.

Com muita tristeza veremos acompanhar a procissão dos anjos, ou uma banda de outra cidade ou um som ambulante. Ainda é tempo de nossos políticos e de nossas lideranças comunitárias acordarem e perceberem que é um verdadeiro absurdo termos que importar banda de música para nossas festividades.


e-mail
FALE com o Jornal de Guidoval
Jornal de Guidoval