Retornar

[DOS Help INICIO]

Avançar
   

COMMAND

Inicia uma nova ocorrência do interpretador de comando do MS-DOS, COMMAND.COM. 

Um interpretador de comando é um programa no qual pode-se digitar comandos. Utilize o comando EXIT para interromper o novo interpretador de comando e retornar o controle para o antigo. 

Sintaxe :

COMMAND [[unidade:]caminho] [dispositivo] [/E:nnnnn] [/Y [/C comando|/K comando]] 

No arquivo CONFIG.SYS, utilize a sintaxe a seguir: 

SHELL=[[unidade-do-dos:]caminho-do-dos]COMMAND.COM [[unidade:]caminho] [dispositivo][/E:nnnn] [/P [/MSG]] 

Parâmetros :

[unidade:]caminho 
Especifica o diretório no qual o interpretador de comando deverá procurar o arquivo COMMAND.COM quando a parte transitória do programa precisa ser recarregada. Este parâmetro deve ser incluído ao você carregar o COMMAND.COM pela primeira vez se o arquivo COMMAND.COM não estiver localizado no diretório principal. Este parâmetro é utilizado para definir a variável de ambiente COMSPEC. Para maiores informações, consulte "Memória transitória e residente" em <COMMAND observações>

dispositivo 
Especifica um dispositivo diferente para a entrada e saída de comandos. 
Para maiores informações sobre este parâmetro, consulte o comando <CTTY>

[unidade-do-dos:]caminho-do-dos 
Especifica o local de COMMAND.COM. 

Opções :

/C comando 
Especifica que o interpretador de comando deve executar o comando especificado e então finalizar. Esta opção deve ser a última opção na linha de comando. 

/E:nnnnn 
Especifica o tamanho do ambiente, onde nnnnn ‚ o tamanho em bytes. O valor de nnnnn deve estar no intervalo de 160 a 32768. O MS-DOS arredondará este número para um múltiplo de 16 bytes. O valor padrão é 256. 

/K comando 
Executa o comando, o programa ou arquivo de lote especificado e então exibe o aviso de comando do MS-DOS. Esta opção deve ser a última opção na linha de comando. 

Esta opção é particularmente útil para especificar um arquivo de lote de inicialização para o Aviso do MS-DOS no Windows (bastante parecido com o AUTOEXEC.BAT para o MS-DOS). Para fazer isto, abra o arquivo DOSPRMPT.PIF utilizando o Editor PIF e digite a opção /K na caixa "Parâmetros opcionais". Não é recomendado utilizar a opção /K na linha de comando SHELL de seu arquivo CONFIG.SYS, isto poder  causar problemas 
com aplicativos e programas de instalação que efetuam alterações no arquivo AUTOEXEC.BAT. 

/P 
Deve ser utilizado somente quando COMMAND for utilizado com o comando SHELL no arquivo CONFIG.SYS. A opção /P faz com que a nova cópia do interpretador de comando seja permanente. Neste caso, o comando EXIT não pode ser utilizado para interromper o interpretador de comando. Se você especificar /P, o MS-DOS executará o seu arquivo AUTOEXEC.BAT antes de exibir o aviso de comando. Se não existe um arquivo AUTOEXEC.BAT no diretório principal da unidade de inicialização, o MS-DOS executará os comandos DATE e TIME. Se você não possui um comando SHELL no arquivo  CONFIG.SYS, COMMAND.COM será  automaticamente carregado a partir do diretório principal com a opção /P. 

/MSG 
Especifica que todas as mensagens de erro devem ser armazenadas na memória. Normalmente, algumas mensagens são armazenadas somente no disco. Esta opção é útil somente se você está executando o MS-DOS a partir de discos flexíveis. Deve-se especificar a opção /P quando utilizará a opção /MSG. Para maiores informações sobre a utilização da opção /MSG, consulte <COMMAND observações>

/Y 
Indica ao COMMAND.COM para percorrer o arquivo de lote especificado pela opção /C ou /K. Esta opção é útil para depurar arquivos de lote. Por exemplo, para percorrer o arquivo de lote TESTE.BAT linha por linha, você teria que digitar COMMAND /Y /C TESTE. A opção /Y requer a opção /C ou /K. 

Comando Relacionado :

O comando <SHELL> ‚ o método preferido de utilizar COMMAND para permanentemente aumentar o espaço para a tabela de ambiente. 

Exemplos :

O comando a seguir especifica que o interpretador de comando do MS-DOS deve iniciar um novo interpretador de comando do comando atual, executar um programa de lote nomeado MYBAT.BAT e então voltar para o primeiro interpretador de comando: 

command /c mybat.bat 

O seguinte comando CONFIG.SYS especifica que COMMAND.COM está localizado no diretório DOS na unidade C: 

shell=c:\dos\command.com c:\dos\ /e:1024 

Este comando instrui ao MS-DOS para definir a variável de ambiente COMSPEC em C:\DOS\COMMAND.COM. Este comando também cria um ambiente de 1024 bytes 
para este interpretador de comando. 

O comando a seguir inicia uma cópia do COMMAND.COM e executa o arquivo MEULOTE.BAT, percorrendo o arquivo comando por comando: 

command /y /c meulote.bat 

Observações :

Limites no tamanho do ambiente 

Se nnnnn for menor que 160 ou maior que 32768, o MS-DOS utiliza o valor padrão de 256 bytes e exibe a seguinte mensagem: 

Valor do parâmetro fora do intervalo permitido. 

Alterando o dispositivo do terminal 

Você pode especificar um dispositivo diferente (como AUX) para entrada e saída utilizando o parâmetro dispositivo. Para maiores informações sobre dispositivo, consulte o comando <CTTY>

Executando múltiplos interpretadores de comando 

Quando você iniciar um novo interpretador de comando, o MS-DOS criar  um novo ambiente de comando. Este novo ambiente ‚ uma cópia do ambiente pai. Você pode alterar o novo ambiente sem afetar o antigo. O tamanho padrão do novo ambiente ‚ 256 bytes ou o tamanho do ambiente atual arredondado para os próximos 16 bytes, o que for maior. Utilize a opção /E para substituir o tamanho padrão. Observe que o ambiente atual refere-se à memória realmente sendo utilizada e não ao tamanho de ambiente especificado com a opção /E anterior. 

Memória transitória e residente 

O MS-DOS carrega o interpretador de comando em duas partes: a parte residente (que está sempre na memória) e a parte transitória (na parte superior da memória convencional). Alguns programas substituem a parte transitória de COMMAND.COM quando são executados. Quando isto acontecer, a parte residente deve localizar o arquivo COMMAND.COM no disco para recarregar a parte transitória. A variável de ambiente COMSPEC identifica o local de COMMAND.COM no disco. Se COMSPEC estiver definida para uma unidade de disco flexível, o MS-DOS poder  emitir uma mensagem avisando-lhe para inserir um disco que contém COMMAND.COM. 

Se o MS-DOS for carregado na HMA, uma parte do COMMAND.COM residente também 
será carregada na HMA, liberando mais memória convencional para os programas. 

Utilizando a opção /MSG 

Normalmente, o MS-DOS deixa muitas mensagens de erro no arquivo COMMAND.COM 
no disco, ao invés de utilizar memória para armazená-las. Quando for necessário exibir uma destas mensagens, o MS-DOS recupera a mensagem do disco que contêm COMMAND.COM. 

Se você estiver executando o MS-DOS a partir de discos flexíveis ao invés de um disco rígido, o MS-DOS não poderá  recuperar estas mensagens de erro a menos que o disco contendo COMMAND.COM esteja na unidade A. Se este disco não estiver presente, o MS-DOS exibe uma das seguintes mensagens resumidas no lugar de uma mensagem completa: 

Parse error 

Extended error 

Para certificar-se de que o MS-DOS exibir  as mensagens de erro completas utilize a opção /MSG com COMMAND. Esta opção obriga o MS-DOS a manter estas mensagens de erro na memória para que estejam sempre disponíveis quando forem necessárias. 

Utilize a opção /MSG com COMMAND se você possui um sistema de discos flexíveis, a menos que você não possa perder a memória que é utilizada para armazenar as mensagens de erro. 

A opção /P também deve ser especificada quando a opção /MSG for utilizada. 

Comandos internos 

COMMAND é chamado de processador de comando porque ele lê quaisquer comandos que forem digitados e os processa. Alguns comandos são reconhecidos e executados pelo próprio COMMAND. Estes comandos são considerados como internos para o COMMAND. Outros comandos do MS-DOS são programas separados localizados no disco rígido, que são carregados pelo MS-DOS da mesma maneira que os outros programas. 

Os seguintes comandos do MS-DOS são implementados pelo COMMAND: 

Retornar

[Inicio]  [Cabo Serial e Paralelo]  [Cabo de Par Trançado]  [Cabo coaxial]  [DOS Help]  [Artigos e Tutoriais]  [Apostilas]  [Downloads]  [Links]  [ E-mail ]


http://www.conexaopcpc.com