Retornar

[DOS Help INICIO]

Avançar
   

HIMEM.SYS

O HIMEM é um gerenciador de memória estendida --- um programa que coordena o uso da memória estendida do computador inclusive a  área de memória alta (HMA), de modo que dois aplicativos ou controladores de dispositivo não utilizem a mesma memória ao mesmo tempo. 

O HIMEM é instalado incluindo um comando <DEVICE> para HIMEM.SYS no arquivo CONFIG.SYS. A linha de comando do HIMEM deve aparecer antes dos comandos que iniciam aplicativos ou controladores de dispositivo que utilizam memória estendida; por exemplo, o HIMEM.SYS deve ocorrer antes da linha de comando EMM386. 

Sintaxe :

DEVICE=[unidade:][caminho]HIMEM.SYS [/A20CONTROL:ON|OFF] [/CPUCLOCK:ON|OFF] [/EISA] [/HMAMIN=m] [/INT15=xxxx] [/NUMHANDLES=n] [/MACHINE:xxxx] [/SHADOWRAM:ON|OFF] [/TESTMEM:ON|OFF] [/VERBOSE] 

Na maior parte dos casos, não é necessário especificar opções de linha de comando. Os valores padrão para HIMEM.SYS foram criados para funcionar com a maioria das máquinas. 

Parâmetro :

[unidade:][caminho] 
Especifica a posição do arquivo HIMEM.SYS. Esse arquivo deve localizar-se sempre na mesma unidade que contém os arquivos do MS-DOS. Se o arquivo HIMEM.SYS estiver no diretório principal da unidade de inicialização, não será  preciso incluir o caminho. Entretanto, é necessário incluir sempre o nome do arquivo (HIMEM.SYS). 

Opções :

/A20CONTROL:ON|OFF 
Especifica se o HIMEM deve assumir o controle da linha A20, mesmo que o A20 estivesse ativado quando o HIMEM foi carregado. O gerenciador A20 dá ao computador, acesso à HMA. Se for especificado /A20CONTROL:OFF, o HIMEM assume o controle da linha A20 somente se A20 estivesse desativada quando o HIMEM foi carregado. A configuração padrão ‚ /A20CONTROL:ON. 

/CPUCLOCK:ON|OFF 
Especifica se HIMEM deve afetar a velocidade do clock do computador. Se a velocidade do clock do computador se alterar quando HIMEM for instalado, este problema pode ser corrigido especificando /CPUCLOCK:ON; porém, a ativação desta opção diminui a velocidade de HIMEM. A configuração padrão ‚ /CPUCLOCK:OFF. 

/EISA 
Especifica que o HIMEM.SYS deve alocar toda a memória estendida disponível. Esta opção só se faz necessária em computadores EISA (Extended Industry Standard Architecture) com mais de 16 MB de memória; em outros computadores, o HIMEM aloca automaticamente toda a memória estendida disponível. 

/HMAMIN=m 
Especifica o número de kilobytes de memória que determinado aplicativo deve necessitar para que o HIMEM permita a esse aplicativo usar a HMA. A HMA só pode ser utilizada por um aplicativo de cada vez; o HIMEM aloca a HMA ao primeiro aplicativo cujos parâmetros correspondam aos requisitos de uso de memória definidos por esta opção. É possível especificar valores de 0 a 63. 

Defina /HMAMIN como a quantidade de memória que o aplicativo necessita para utilizar a maior memória HMA. 

A opção /HMAMIN não é necessária: o valor padrão é zero. A omissão desta opção (ou sua definição como zero) especifica que o HIMEM aloque a HMA ao primeiro aplicativo que o solicitar, independentemente da porção da HMA que o aplicativo irá  utilizar. 

A opção /HMAMIN não ter  efeito quando o Windows estiver sendo executado em modo 386 avançado.  

/INT15=xxxx 
Aloca a quantidade de memória estendida (em kilobytes) a será reservada para a interface da interrupção 15h. Alguns aplicativos mais antigos utilizam essa interface para alocar memória estendida, em lugar de usar o método XMS (eXtended Memory Specification) fornecido pelo HIMEM. Caso você utilize esses aplicativos, poderá  assegurar-se de que exista memória suficiente disponível para eles definindo xxxx como 64 KB maior que a quantidade exigida pelo aplicativo. 

O valor especificado pode variar entre 64 e 65535; a memória, porém, é limitada pela memória disponível no sistema. Se o valor especificado for menor que 64, ele se torna 0. O valor padrão é 0. 

/NUMHANDLES=n 
Especifica o número máximo de gerenciadores de blocos de memória estendida (EMB) que podem ser usados simultaneamente. Podem ser especificados valores de 1 a 128; o valor padrão é 32. Cada gerenciador adicional requer mais 6 bytes de memória. 

A opção /NUMHANDLES não tem efeito quando o Windows está  sendo executado em modo 386 avançado. 

/MACHINE:xxxx 
Especifica o tipo de computador utilizado. Em geral, o HIMEM consegue detectar o tipo de computador perfeitamente; certos computadores, porém, não podem ser detectados pelo HIMEM. Nesses sistemas, o HIMEM utiliza o tipo de sistema padrão (IBM AT ou compatível). Pode ser necessário incluir a opção /MACHINE se for esse o caso e o HIMEM não funcione perfeitamente com o tipo de sistema padrão. 

O valor de xxxx pode ser qualquer dos códigos ou seus equivalentes numéricos listados na tabela a seguir: 

Código

Número

Tipo de computador

at1IBM AT ou 100% compatível
ps22IBM PS/2
ptlcascade3Phoenix Cascade BIOS
hpvectra4HP Vectra (A & A+)
att6300plus5AT&T 6300 Plus
acer11006Acer 1100
toshiba7Toshiba 1600 & 1200XE
wyse8Wyse 12.5 Mhz 286
tulip9Tulip SX
zenith10Zenith ZBIOS
at111IBM PC/AT (atraso alternativo)
at212IBM PC/AT (atraso alternativo)
css12CSS Labs
at313IBM PC/AT (atraso alternativo)
philips13Philips
fasthp14HP Vectra
ibm755215Computador Industrial IBM 7552
bullmicral16Bull Micral 60
dell17Dell XBIOS

/SHADOWRAM:ON|OFF 
Especifica se a Shadow RAM deve ser desabilitada (SHADOWRAM: OFF) ou se o código de ROM deve ser deixado rodando a partir de RAM SHADOWRAM: ON). 

Alguns computadores fazem o código de ROM rodar mais rapidamente "sombreando-o" na RAM, isto é, copiando o código de ROM na memória RAM mais rápida na inicialização, que utiliza uma parte de memória estendida. Em computadores que utilizam Shadow RAM e possuem menos de 2 MB de RAM, o HIMEM geralmente tenta desabilitar o Shadow RAM para recuperar memória estendida adicional para utilização pelo Windows. O HIMEM só é capaz de desabilitar o Shadow RAM em certos tipos de sistema. Quando o HIMEM desabilita o Shadow RAM, o código de ROM é executado no ROM mais lento, e não na RAM; assim, o computador pode tornar-se um pouco mais lento do que antes. 

/TESTMEM:ON:OFF 
Determina se o HIMEM executa um teste de memória quando seu computador inicializa. Por padrão, o HIMEM testa a confiabilidade da memória estendida de seu computador toda vez que ele é inicializado. Este teste pode identificar a memória que não é mais confiável. Memória não confiável pode causar instabilidade no sistema ou perda de dados. O teste de memória do HIMEM ‚ mais completo do que o teste de memória de 
potência padrão, executado pela maioria dos computadores. Para evitar que o HIMEM execute o teste de memória, especifique /TESTMEM:OFF. A desativação do teste de memória encurtará  o processo de inicialização. A configuração padrão é /TESTMEM:ON. 

/VERBOSE 
Instrui o HIMEM.SYS para que exiba mensagens de status e de erro enquanto é carregado. Como padrão, o HIMEM.SYS não exibe essas mensagens. /VERBOSE pode ser abreviada como /V. Para exibir a mensagem de status sem adicionar a opção /VERBOSE, pressione e segure a tecla ALT durante a inicialização e carga do HIMEM.

Exemplos :

Para executar o HIMEM usando os valores padrão, inclua a seguinte linha de comando no arquivo CONFIG.SYS: 

device=himem.sys 

A linha de comando mostrada acima não especifica caminho para o HIMEM.SYS; portanto, o MS-DOS procura o arquivo HIMEM.SYS somente no diretório principal da unidade de inicialização. Como essa linha de comando não inclui outras opções, o HIMEM utiliza os valores padrão para essas opções. O HIMEM aloca a HMA ao primeiro programa que a solicita e permite a utilização simultânea de até 32 gerenciadores de memória estendida. 

Aumentando o número de gerenciadores de memória fornecidos pelo HIMEM 

Para especificar que um máximo de 128 gerenciadores de memória estendida possam ser usados simultaneamente, inclua a seguinte linha de comando no arquivo CONFIG.SYS: 

device=c:\dos\himem.sys /numhandles=128

Observações :

O HIMEM testa a confiabilidade de sua memória estendida 

A versão do MS-DOS 6.22 do HIMEM.SYS inclui um novo recurso de segurança que testa a memória estendida de seu computador toda vez que ele é inicializado. O HIMEM testa a memória através da gravação e leitura de dados para cada endereço da memória e através da verificação de diferenças nos dados. Se os dados lidos pelo HIMEM a partir de um endereço diferem dos dados que o HIMEM acabou de gravar naquele endereço significa que a memória daquele endereço não é confiável. Memória não confiável pode causar instabilidade no sistema ou perda de dados. O teste de memória do HIMEM é mais completo do que o teste de memória de potência padrão executado pela maioria dos 
computadores. 

Se o HIMEM detectar memória não confiável, ele exibirá  a seguinte mensagem e não será  carregado: 

ERRO: O HIMEM.SYS detectou memória estendida não confiável no endereço XXXXXXXXh. 

Se você receber esta mensagem, você deve ter a memória de seu computador verificada por um técnico de hardware qualificado. Embora seja possível desativar o teste de memória e carregar o HIMEM pelo uso da opção /TESTEM:OFF, não é recomendado fazê-lo até que a memória tenha sido verificada por um técnico. 

Alocação de memória padrão : 

Somente um programa por vez pode ser usado na área de memória alta (HMA). Se for omitida a opção /HMAMIN=m (ou definida como 0), o HIMEM.SYS reserva a HMA para o primeiro programa que o solicite e que atenda aos requisitos de memória definidos pela opção /HMAMIN=m. Para assegurar o uso mais eficaz da área de memória alta do sistema, defina /HMAMIN=m como a quantidade de memória requerida pelo programa que utiliza a maior parte da memória da HMA.

Carregando o MS-DOS na área de memória alta :

Para que o MS-DOS seja carregado na área de memória alta (HMA), o HIMEM.SYS um outro controlador de XMS deve ser carregado. O MS-DOS é carregado na HMA através do comando DOS=HIGH do arquivo CONFIG.SYS. O comando DOS=HIGH pode aparecer em qualquer posição do arquivo CONFIG.SYS.

Retornar

[Inicio]  [Cabo Serial e Paralelo]  [Cabo de Par Trançado]  [Cabo coaxial]  [DOS Help]  [Artigos e Tutoriais]  [Apostilas]  [Downloads]  [Links]  [ E-mail ]


http://www.conexaopcpc.com