Retornar

[DOS Help INICIO]

Avançar
   

PRINT 

Imprime um arquivo de texto enquanto você está usando outros comandos do MS-DOS. 

Este comando pode imprimir no segundo plano se houver um dispositivo de saída conectado a uma das portas seriais ou paralelas do sistema. 

Sintaxe :

PRINT [/D:dispositivo] [/B:tamanho] [/U:tique-taques1] [/M:tique-taques2] [/S:tique-taques3] [/Q:qtamanho] [/T] [[unidade:][caminho]nome-de-arquivo[ ...]] [/C] [/P] 

Para instalar o PRINT com os parâmetros padrão ou exibir o conteúdo da fila de impressão na tela sem afetá-la, use a seguinte sintaxe: 

PRINT 

Parâmetro :

[unidade:][caminho]nome-de-arquivo 
Especifica a localização e o nome de um arquivo ou conjunto de arquivos a serem impressos. Múltiplos arquivos (em geral, até 10) podem ser incluídos em uma linha de comando. 

Opções :

/D:dispositivo 
Especifica o nome do dispositivo de impressão. Os valores válidos para portas paralelas são LPT1, LPT2 e LPT3. Os valores válidos para portas seriais, COM1, COM2, COM3 e COM4. O valor padrão é LPT1, também chamado PRN. A opção /D deve preceder qualquer nome-de-arquivo usado na linha de comando. 

/B:tamanho 
Define o tamanho (em bytes) da memória intermediária (buffer) interna, usada para armazenar dados antes de enviá-los á impressora. O valor mínimo e padrão para o tamanho é 512; o máximo,  é 16384. O aumento desse valor diminui a quantidade de memória disponível para outros fins, mas agiliza o comando PRINT. 

/U:tique-taques1 
Especifica o número máximo de tique-taques do clock que o PRINT deve esperar para que uma impressora esteja disponível (os tique-taques do clock ocorrem 18 vezes por segundo). Se a impressora não estiver disponível dentro do tempo especificado, o trabalho não será impresso. Os valores de tique-taques1 devem estar no intervalo de 1 a 255. O valor padrão é 1. 

/M:tique-taques2 
Especifica o número máximo de tique-taques do clock que o PRINT pode levar para imprimir um caractere na impressora. Os valores de tique-taques2 devem estar no intervalo entre 1 e 255. O valor padrão é 2. Se um caractere for impresso com excessiva lentidão, o MS-DOS exibe uma mensagem de erro. 

/S:tique-taques3 
Especifica o número de tique-taques do relógio que o escalonador do MS-DOS aloca para impressão em segundo plano. Os valores de tique-taques3 devem estar no intervalo entre 1 e 255. O valor padrão é 8. O aumento deste valor pode agilizar a impressão e diminuir a 
velocidade de outros programas. 

/Q:qtamanho 
Especifica o número máximo de arquivos permitidos numa fila de impressão. Os valores de qtamanho devem estar no intervalo entre 4 e 32. 
O valor padrão é 10. 

/T 
Remove todos os arquivos da fila de impressão. 

/C 
Remove todos os arquivos de uma fila de impressão. As opções /C e /P podem ser usadas na mesma linha de comando. 

Quando a opção /C precede a lista de nomes-de-arquivo na linha de comando, ela se aplica a todos os arquivos cujos nomes se seguem a essa opção, até que o PRINT encontre uma opção /P, que se aplica ao arquivo cujo nome a precede. 

Quando a opção /C segue um nome-de-arquivo, aplica-se ao arquivo cujo nome a precede e a todos os arquivos cujos nomes a sucedem, até que o PRINT encontre uma opção /P, que se aplica ao arquivo cujo nome a precede. 

/P 
Inclui arquivos na fila de impressão. As opções /C e /P podem ser usadas na mesma linha de comando. 

Quando a opção /P precede a lista de nomes-de-arquivo da linha de comando, aplica-se a todos os arquivos cujos nomes a sucedem, até que PRINT encontre uma opção /C, que se aplica ao arquivo que cujo nome a precede. 

Quando a opção /P segue um nome-de-arquivo, aplica-se ao arquivo cujo nome a precede e a todos os arquivos cujos nomes a sucedem, até que o PRINT encontre uma opção /C, que se aplica ao arquivo cujo nome a precede. 

Comandos Relacionados :

Para obter informações sobre a configuração de uma impressora conectada a uma porta paralela, consulte o comando <MODE (configurar impressora)>

Para obter informações sobre a exibição do status de uma impressora, consulte o comando <MODE (exibir status do dispositivo)>

Para obter informações sobre a configuração de uma impressora conectada a uma porta serial, consulte o comando <MODE (redirecionar impressão)>

Para obter informações sobre a preparação de impressoras para a alternância de conjuntos de caracteres, consulte o comando <MODE (definir páginas de código do dispositivo)>

Observações :

Comprimento de uma entrada de fila PRINT 

Cada entrada de fila de impressão pode conter até 64 caracteres. Cada entrada de fila inclui letra de unidade, diretório e subdiretórios, se houver. 

Limitações das opções :

Somente as opções /D, /B, /U, /M, /S e /Q podem ser usadas na primeira vez que o comando PRINT for usado depois de iniciar o MS-DOS. Para usar uma dessas opções depois de usar o PRINT, é necessário reinicializar o MS-DOS. 

Use o comando de impressão do aplicativo quando for possível 

Muitos aplicativos possuem seus próprios comandos de impressão, que devem ser usados para imprimir os arquivos desejados criados nesses aplicativos.

Exemplos :

Para visualizar o status da fila de impressão, digite o seguinte no aviso de comando: 

print 

O MS-DOS exibe o nome do arquivo que está sendo impresso (se houver), o nome dos arquivos da fila e uma mensagem de erro, se houver condição de erro. 

O comando abaixo remove o arquivo CANETA.TST da fila de impressão: 

print a:caneta.tst /c 

O comando a seguir mostra como remover o arquivo CANETA.TST da fila e incluir o arquivo BORRACHA.TST: 

print caneta.tst /c borracha.tst /p 

Os exemplos restantes utilizam opções que só funcionam com o primeiro comando PRINT usado depois de inicializar o MS-DOS. 

O comando abaixo configura a fila de impressão para imprimir em LPT1: 

print /d:lpt1 

Para especificar que o comando PRINT espere 60 tique-taques do relógio para que uma impressora esteja disponível e que o escalonador do MS-DOS aloque 25 tique-taques do relógio para o comando PRINT para impressão em segundo plano, ao invés de o valor padrão de 8, digite o seguinte comando: 

print /u:60 /s:25 

O exemplo abaixo especifica que PRINT tem 4 tique-taques do relógio disponíveis para imprimir cada caractere, ao invés de o valor padrão de 2: 

print /m:4 

Para alterar o número máximo padrão de arquivos para a fila de impressão, 
use o comando PRINT com a opção /Q, como mostra o exemplo abaixo: 

print /q:32

MODE (Configurar Impressora) 

Configura uma impressora conectada a uma porta paralela. 

Esta versão do comando MODE define as características para uma impressora compatível IBM ou compatível Epson conectada a uma porta paralela (LPT1, LPT2 ou LPT3). 

Sintaxe :

MODE LPTn[:] [c][,[l][,r]] 

MODE LPTn[:] [COLS=c] [LINES=l] [RETRY=r] 

Parâmetros :

LPTn 

Especifica a porta paralela á qual o dispositivo está conectado. Os valores válidos para n estão no intervalo de 1 a 3. 

Se for omitido qualquer um dos três parâmetros a seguir, o MODE utiliza a configuração mais recente para o parâmetro omitido. Usando a forma mais curta de sintaxe (sem as palavras COLS=, LINES=, and RETRY=), o comando MODE "reconhece" os parâmetros por suas posições. Portanto, se não for especificado valor para um parâmetro, a vírgula que precede o próximo parâmetro deve ser digitada mesmo assim. 

COLS=c 
Especifica o número de caracteres (colunas) por linha: 80 ou 132. O valor padrão é 80. É possível abreviar este parâmetro omitindo COLS= e especificando um valor para c. 

LINES=l 
Especifica o espaçamento vertical e o número de linhas por polegada: 6 ou 8. O valor padrao é 6. É possível abreviar este parâmetro omitindo LINES= e especificando um valor para l. 

RETRY=r 
Especifica a ação de repetição a ser tomada se ocorrer um erro durante o intervalo entre operações quando o MODE tentar enviar saída para uma impressora paralela. Este parâmetro faz com que parte do MODE permaneça residente na memória. A lista abaixo mostra os valores válidos de r e uma breve descrição de seu significado: 

E Retorna um erro a partir da verificação do status de uma porta ocupada. 

P Continua tentando até que a impressora aceite a saída. 

R Retorna "preparado" da verificação do status de uma porta ocupada. 

N Não tenta repetição da ação (valor padrão). Este valor também pode ser especificado como NONE (nenhum). 

Se você estiver utilizando o comando MODE numa rede, não use os valores de r. 

É possível abreviar este parâmetro omitindo RETRY= e especificando um valor para r.

Observações :

Atualizar parâmetro MODE 

A configuração RETRY=R oferece o mesmo suporte que o parâmetro P nas versões anteriores do MS-DOS. 

Interrompendo um loop de um intervalo entre operações 

Para interromper um loop de um intervalo entre operações, pressione CTRL+BREAK. 

Definindo modos para impressoras paralelas 

PRN e LPT1 podem ser revesados como modos de impressora paralela.

Exemplos :

Suponhamos que você queira imprimir 80 caracteres por linha e 8 linhas por polegada em impressora paralela conectada á segunda porta paralela de impressora (LPT2). Para fazê-lo, digite o seguinte comando: 

mode lpt2:80,8 

Como a configuração padrão é 80 caracteres por polegada, o mesmo resultado será conseguido digitando o seguinte comando: 

mode lpt2:,8 

Suponhamos que, ao imprimir um arquivo, você deseje que o sistema continue tentando imprimir o arquivo até que tenha sucesso. Para fazê-lo, digite o seguinte comando: 

mode lpt2:,8,b

MODE (Exibir Status do Dispositivo) 

Exibe o status de um ou todos os dispositivos instalados no sistema. 

Sintaxe :

MODE [dispositivo] [/STATUS] 

Para exibir o status de todos os dispositivos instalados no sistema, use a seguinte sintaxe. 

MODE 

Parâmetro :

dispositivo 
Especifica o nome do dispositivo para o qual se deseja exibir o status. 

Parâmetro 

/STATUS 
Solicita o status das impressoras paralelas redirecionadas. O comando MODE, quando usado sem esta opção, exibe o status de todos os dispositivos instalados, exceto impressoras paralelas redirecionadas. A opção /STATUS pode ser abreviada como /STA.

Exemplo :

Para exibir o status do monitor e do teclado, digite o seguinte comando: 

mode con /status

MODE (Redirecionar Impressão) 

Redireciona a saída de uma porta paralela para uma porta de comunicação serial. 

Sintaxe :

MODE LPTn[:]=COMm[:] 

Parâmetros :

LPTn 
Especifica a porta paralela. Os valores válidos de n estão entre 1 e 3. 

COMm 
Especifica a porta serial. Os valores válidos para m estão entre 1 e 4.

Exemplos :

Suponhamos que você deseje configurar o sistema para que envie a saída da impressora paralela para a serial. Para fazê-lo, é preciso usar o comando MODE duas vezes. Na primeira, o MODE é usado para configurar a porta serial; na segunda, é usado para redirecionar a saída da impressora paralela para a porta serial especificada no primeiro comando MODE. 

Por exemplo, se sua impressora serial opera a 4800 baud com paridade par e está conectada á porta COM1 (a primeira conexão serial de seu computador), você digitaria os seguintes comandos: 

mode com1 48,e,,,b 

mode lpt1=com1 

Se a saída de impressora paralela foi redirecionada de LPT1 para COM1, mas depois você decidiu voltar a imprimir o arquivo em LPT1, use o seguinte comando antes da impressão. Este comando impede que o MS-DOS redirecione o arquivo de LPT1 para COM1. 

mode lpt1

MODE (Definir Páginas de Código do Dispositivo) 

Prepara, seleciona, restaura ou exibe os números dos conjuntos de caracteres (páginas de código) para impressoras paralelas ou teclado e monitor. 

Sintaxe :

MODE dispositivo CODEPAGE PREPARE=((yyy [...])[unidade:][caminho]nome-de-arquivo) 

MODE dispositivo CODEPAGE SELECT=yyy 

MODE dispositivo CODEPAGE REFRESH 

MODE dispositivo CODEPAGE [/STATUS] 

Parâmetros :

dispositivo 
Especifica o dispositivo para o qual se deseja preparar ou selecionar um conjunto de caracteres. Os nomes válidos de dispositivo são CON, LPT1, LPT2 e LPT3. 

CODEPAGE PREPARE 
Prepara os conjuntos de caracteres para o dispositivo especificado. É preciso preparar um conjunto de caracteres para um dispositivo antes de utilizar esses caracteres no dispositivo. Depois de usar a forma CODEPAGE PREPARE do comando MODE, use a forma CODEPAGE SELECT do MODE para especificar o conjunto de caracteres a ser usado. CODEPAGE pode ser abreviado como CP e PREPARE, como PREP. 

yyy 
Especifica o número do conjunto de caracteres a ser preparado ou selecionado. A lista abaixo mostra os conjuntos de caracteres suportados pelo arquivo EGA.CPI e seu país ou idioma: 

437 Estados Unidos 

850 Multil¡ngue (Latino I) 

852 Esl vico (Latino II) 

860 Portugal 

863 Franco-Canadense 

865 Pa¡ses Nórdicos 

qhleftmargin 4 Conjuntos de caracteres adicionais são suportados pelos arquivos EGA2.CPI e EGA3.CPI. 

[unidade:][caminho]nome-de-arquivo 
Especifica a localização e o nome-de-arquivo de informação de página de código (.CPI) utilizado pelo MS-DOS para preparar um conjunto de caracteres para o dispositivo especificado. 

CODEPAGE SELECT 
Especifica (seleciona) o conjunto de caracteres a ser usado com o dispositivo  especificado. Antes de selecionar um conjunto de caracteres, é preciso usar a forma CODEPAGE PREPARE para prepará-lo. CODEPAGE pode ser abreviado como CP e SELECT, como SEL. 

CODEPAGE REFRESH 
Restabelece os conjuntos de caracteres preparados caso tenham sido perdidos como resultado de um problema da hardware ou de outro erro. CODEPAGE pode ser abreviado como CP e REFRESH, como REF. 

CODEPAGE 
Exibe os números dos conjuntos de caracteres, se houver, preparados ou selecionados para o dispositivo especificado. 

Parâmetro :

/STATUS 
Exibe os números dos conjuntos de caracteres atuais preparados ou selecionados para o dispositivo especificado. É possível abreviar esta opção como /STA. Especificando ou não a opção /STATUS, o comando MODE acompanhado do nome do dispositivo e o parâmetro CODEPAGE exibir  os números dos conjuntos de caracteres preparados ou selecionados para o dispositivo especificado. 

Comandos Relacionados :

Para obter informações sobre outros comandos de conjuntos de caracteres, consulte os comandos <NLSFUNC> e <CHCP>.

Observação :

O MSÄDOS inclui três arquivos .CPI: EGA.CPI, EGA2.CPI e EGA3.CPI. EGA.CPI ‚ o arquivo .CPI padrão. Os arquivos EGA2.CPI e EGA3.CPI fornecem páginas de código adicionais não suportadas por EGA.CPI. 

Retornar

[Inicio]  [Cabo Serial e Paralelo]  [Cabo de Par Trançado]  [Cabo coaxial]  [DOS Help]  [Artigos e Tutoriais]  [Apostilas]  [Downloads]  [Links]  [ E-mail ]


http://www.conexaopcpc.com