CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
VOLTAR: INDICE
MODULO I - Corpo, ciencia e construçao do conhecimento - 60 horas
1- O processo de diferenciação do homem com a natureza, registrado nas figuras da mitologia grega: ciclope, sereia, faunos.
2 - Os corpos marcados: Édipo e Aquiles.
3 - O corpo como obstáculo ao conhecimento: Platão.
4 - Corpo, proporção e lei: razão e paixão na filosofia grega.
5 - A interação entre corpo, alma e finalidades naturais: Aristóteles.
6 - O corpo no interior da ordem natural.
7 - Puro e Impuro: os códigos judaicos sobre o corpo.
8 - E o Verbo se fez carne: cristianismo.
9 - O corpo como rés extensa e a alma rés cogitam: Descartes. O Discurso do Método.
10 - A constituição das ciências moderna no Discurso do Método.
11 - A concepção mecanicista do corpo e as conseqüências na constituição da medicina moderna.
12 - O corpo em Espinosa.
13 - Poder e corpo: Foucault.
14 - O corpo como manifestação do desejo: psicanálise.
15 - Do corpo sexuado ao transexual, o corpo protético, o corpo artificial.
16 - Do corpo como uma peça industrial ao corpo "conectado".
17 - O corpo como espetáculo.
18 - Os corpos miseráveis.



MODULO II - Processos de Segregaçao e Exclusao Social da pessoa com deficiencia e as Politicas publicas e a atençao a saude da pessoa com deficiencia no Sistema Unico de Saude - 40 horas
1 - A constução dos conceitos de deficiência.
2 - Preconceito, Tolerância e Processos de Segregação, Exclusão/Inclusão Social das pessoas com deficiência nos centros urbanos.
3 - Direitos humanos e as pessoas com deficiência nos centros urbanos.
4 - A construção dos conceitos de "Integração Social", "Inclusão Social" e "Reabilitação": Seus pressupostos teóricos e epistemológicos.
5 - Condições dos centros urbanos modernos, a intervenção nesse espaço: Construindo a acessibilidade, estudos sobre as barreiras arquitetonicas e as possibilidades do desenho universal, adaptação ambiental, inclusão digital.
6 - Autonomia e independência: Conceitos e processos de facilitação.
7 - Movimentos sociais e as organizações não governamentais das PPD.
8 - A construção dos conceitos de "Reabilitação" e de suas práticas.
9 - Inclusão Escolar no Brasil: História, leis e experiência.
10 - Historia da atençao em reabilitaçao no Brasil.
11 - A reabilitaçao de pessoas com deficiencia no seculo XIX e XX: o nascimento e a constituiçao das instituiçoes especializadas em reabilitaçao.
12 - As instituiçoes de abrigo e asilo da pessoa com deficiencia: institucionalizaçao x desinstitucionalizaçao.
13 - Instituiçoes filantropicas e particulares de atendimento da pessoa com deficiencia.
14 - O Sistema Unico de Saude - SUS e a proposta de atençao a pessoa com deficiencia.
15 - Políticas e modelos assistenciais em saúde: do sanitarismo à constituição do SUS.
16 - Sistemas locais de Saúde: princípios e desenvolvimento. Distritalização, níveis de complexidade da atenção e dos serviços,
      universalização, equidade, participação e controle social.
17 - Financiamento do Sistema Único de Saúde: princípios e estratégias para a municipalização da assistência. Políticas públicas (trâmites administrativos, política de dispensação etc.).
18 - Politicas públicas de Saúde e o Programa de Saúde da Família e a atenção à saúde da pessoa com  deficiencia.
19 - Reabilitação Baseada na Comunidade - RBC: princípios e desenvolvimento na articulação da atenção em saúde e outras experiências de implantação da atenção em reabilitação no contexto do SUS.



MODULO III - Reabilitaçao e Recursos Tecnologicos como pratica: reflexoes sobre a intervençao - 116 horas
1 - Principios norteadores na constituiçao da tecnologia na sociedade moderna - 4h
2 - T.A. - Dimensao afetivo-subjetiva: Permanencia e Sentido do equipamento para o usuario - 8h
3 - Mapeamento dos conceitos e definições dos recursos tecnológicos: Tecnologia Assistiva (USA), Tecnologia de Apoio (CE) e
      Tecnologia de Assistência Classificação Internacional de  Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) / OMS - 2 horas
4 - T.A. - Dimensão ético-político: Acesso: custos e mercado de equipamentos (oferta disponível na realidade brasileira) - 4 horas
5 - T.A. - Dimensão mecânica-instrumental: Bimecânica, Ergonomia, Cinesiologia, Òrteses - 12   horas
6 - Áreas de aplicação conforma a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) / OMS, ou seja, produtos e tecnologia para uso e/ou assistência - 58 horas
          - Pessoal na vida diária: alimentação, vestuário, higiene - 4 horas
          - Mobilidade e transporte pessoal em ambientes internos e externos:
                    - bengala, muletam triciclos, veículos adaptados - 4 horas
                    - cadeiras de rodas e adequação postural em cadeira - 24 horas
                              - Definições de Adequação Postural
                              - Objetivos terapêuticos
                              - A postura sentada anatônica e a postura sentada funcional
                              - Avaliação
                              - Aplicações nas situações clínicas mais comuns
                              - Cadeira de rodas: aspectos mecânicos, de dirigibilidade, caracterização e aplicação das diferenças mecânicas e funcionais.
                              - Avaliação de cadeira de rodas
                              - Estudos de caso
                              - Introdução ao estudo da distribuição da pressão
                              - Intodrução ao estudo das úlceras por pressão
                              - Sistematização de suportes para prevenção de úlceras por pressão: introdução aos materiais
                              - Introdução a Adequação Postural Sentada para clientes com acometimento do sistema nervoso central: Avaliação, controle das atividades reflexas, etc.
                              - Estudo de caso
          - Comunicação - 18 horas
                    - Fala, linguagem, comunicação - 2 horas
                    - Comunicação Alternativa e/ou suplemantar - definições - 1 hora
                    - Tipos de Comunicação Alternativa ou Suplementar - 8 horas
                    - Equipamentos de comunicação - 4 horas
                    - Informática e Inclusão Digital - 3 horas
          - Educação, trabalho, atividades culturais, recreativas e esportivas, prática religiosa e espiritual - 4 horas
          - Projeto, arquitetura e construção de edifícios (adequação ambiental) - 4 horas
          - O trabalho em equipe: conceitos, modalidades e possibilidades para a intervenção
          - A intervenção junto ao usuário e a família:
                    - Atendimento inicial, triagem, entrevistas, observação e acolhimento;
                    - Questões éticas, culturais e técnicas;
                    - Intervenção no cotidiado: conteitos e reflexões;
                    - Intervenção junto às condições de risco;
                    - Cuidados Básicos e atendimento e internação domiciliar;
                    - Abordagem grupal: instrumento de intervenção clínica e comunitária;
                    - Oficinas: de atividade, de conhecimento, de planejamento. Possibilidades de uso no trabalho de equipe e junto aos usuários e  comunidade.
                    - Acompanhamento de pessoas com incapacidades graves: adultos e crianças e jovens;
          - A intervenção junto à comunidade: estratégias e possibilidades, a cultura e o político no território.
          - Supervisão de prática: (metodologia qualitativa) Estudos de casos de território; de atendimento grupais; de atendimentos individuais; de atendimentos domiciliares, de atendimentos com equipes.



MODULO IV - Metodologia da Pesquisa e Fundamentos Epistemologicos para Elaboraçao da Monografia - 64 horas
1- A modernidade como projeto não realizado:
          - O projeto da modernidade e suas patologias (Habernas)
          - O "o desengate" da razão comunicativa com o mundo sistêmico
          - A colonização do leibswelt pela razão instrumental
2 - As diferenças entre o saber especulativo clássico-medieval e a razão metódica Filosofia ou ciência da natureza, o método como resposta e ruptura como o saber medieval do século XVII
          - Como superar os limites da razão subjetiva: o projeto de ciência de F. Bacon.
          - A dúvida como método: o racionalismo cartesiano
          - A razão instrumental e os critérios de legitimação das esferas societárias como fim em si mesmas
          - A técnica como um fim em si mesmo
          - A técnica como meio e a necessidade do debate sobre as finalidades
          - Ética, pesquisa, intervenção: a dimensão política da ciência
          - Métodos quantitativos e qualitativos
          - Tipos de métodos qualitativos e técnicos de coleta de dados: entrevista aberta, entrevista semi-estruturada, observação participante; estudo de caso histórico-organizacionais; estudo de caso observacionais; história de vida; técnicas de triangulação de dados.
3- Elaboração de monografia a partir de metodologia qualitativa que deverá ser transformada em artigo para publicação em revista científica indexada.
          - Elaboração do projeto
          - Pesquisa
          - Relatório final



MODULO V - Pratica - 192 horas
     Desenvolvimento de atividades de assistencia relacionadas aos conteudos do curso de especializaçao em Unidades Basicas de Saude, Escolas ou outros serviços relacionados a atençao a saude e educaçao da pessoa com deficiencia.



MODULO VI - Supervisao da Pratica - 48 horas
     Supervisao tecnicas das atividades desenvolvidas no Modulo V.
1