NOSSOS APARELHOS



INFRAVERMELHO

Calor superficial que provoca uma vasodilatação Tecidual que auxilia na remoção de catabólitos, promovendo assim um efeto sedativo e relaxante.


ONDAS CURTAS

Calor profundo, onde seu aquecimento é de fora para dentro. O calor ocorre através de placas capacitadores possuindo dois tipos de ondas: contínua e pulsada.

ULTRA-SOM

É um calor profundo onde a energia elétrica se transforma em mecânica através de um cabeçote que necessita de um meio como exemplo: gel para se propagar. Possuindo dois tipos de freqüências (de 1 e 3 MHz) e dois tipos de ondas continua e pulsada.
Alguns dos seus efeitos são: produção de calor, redução de edema, desagregação de exudatos, aumento do metabolismo celular e alívio do quadro álgico e micromassagem.



MICROONDAS

É um tipo de radiação eletromagnética com penetração maior que o infravermelho e menor que o ultra-som em ondas curtas
. As microondas são melhor absorvidas por músculos e menor por gordura e ossos.



LASER

Ampliação da luz por emissão estimulada de radiação, de baixa intensidade onde não há risco de queimadura para o paciente. Tem como efeito aumentar a síntese de colágeno, aumento da permeabilidade de membrana celular, aumento do número de fibroblasto e aumento dos níveis de prostaglandinas.



RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA

São raios eletromagnéticos entre os raios visíveis e os raios-X no espectro eletromagnético. Seus raios são produzidos por vaporização de mercúrio em um tubo de quartzo. Seus efeitos são: aumento do metabolismo do cálcio, fósforo e proteínas; bactericidas, bacteriostáticos e fungicidas.


FORNO DE BIER

Calor superficial que utiliza resistências elétricas para produzir calor. Tem como efeito analgesia e relaxamento.



TENS (ESTIMULAÇÃO NERVOSA ELÉTRICA TRANSCUTÂNEA)

É uma estimulação elétrica suave aplicada em áreas corporais afetadas pela dor. É de baixa freqüência e amplitude.
Tem ação de bloquear a mensagem dolorosa no Sistema Nervoso Central (SNC).


FES (ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA FUNCIONAL)

É uma estimulação do músculo privado do controle normal, para a produção de uma contração funcional útlil. A FES é utilizada para provocar contração no músculo paralizado evitando assim atrofias, perda de amplitude de movimento, contraturas e etc.



CORRENTE GALVÂNICA

Também chamada de corrente contínua porque a intensidade da corrente é constante um valor e direção. Pode ser utilizada de duas formas:
.Galvanização - saturado com água morna ou salina.
.Iontoforese (ou Ionização) - saturado com solução medicamentosa.
Tem como efeito: analgesia, vasodilatação, aumento do metabolismo e etc.

CORRENTE FARÁDICA

É um tipo de corrente interrompida, de curta duração, onde os pulsos duram 1ms e a freqüência é de 50 Hz. Também é conhecida como corrente alternada. Seus efeitos são: contração, melhora da força e resistência muscular, facilitação do retorno venoso e etc.

CORRENTES DIADINÂMICAS

São correntes galvanofarádicas alternadas, mas retificadas em semiondas ou ondas completas, produzem intensos efeitos analgésicos, hiperemizantes e motores. Que atuam sobre os nervos e músculos através de processos elétricos e químicos.

ULTRASOM 3 MHz


Utilizado para a estética, produzindo efeitos térmicos, mecânicos e químicos de grande valia nos tratamentos de celulite e gorduras localizadas. Esse ultrasom permite que se realize a penetração de ativos no interior dos tecidos quando utilizado em modo contínuo.


STRIAT

Regenerador de Estrias. Micro-corrente contínua galvânica), com a finalidade de prestar apoio no tratamento de rugas e estrias. Para a realização do tratamento anti-estria há necessidade de um eletrôdo ativo especial o qual consiste de uma fina agulha sustentada por um eletrôdo passivo do tipo placa. A intensidade de sua corrente é de 0 a 400 micro-ampéres.
   
   
1