RPG é a sigla para RolePlaying Game, ou Jogo de Interpretação.
Em um jogo de RPG temos dois tipos de jogadores: O jogador propriamente dito, e o chamado Mestre de Jogo (Narrador, em alguns casos). Cada jogador representa um personagem dentro de uma historia (ou aventura): ele controla suas ações, fala por ele, sempre do modo como o personagem faria. O Mestre de Jogo controla tudo o que acontece no jogo: é ele quem decide se um personagem pode ou não realizar determinada ação, é ele quem controla os outros personagens da história, é ele quem passa toda a percepção dos personagens a seus jogadores.
Uma aventura, como costuma ser chamada, pode durar meses, ou até anos. O Mestre propõe um desafio para os jogadores, e após esse outro, e mais outro, sem nunca se chegar a um fim. Mas uma aventura também pode durar apenas algumas horas.
 O que difere o RPG das nossas brincadeiras de infância (como policia e ladão, etc.), já que ambos são aventuras que nós criamos e imaginamos?
No RPG existem diversos Sistemas de Regras que são usados para se criar personagens, dizendo seus pontos fortes e fracos, para se determinar o que cada personagem pode ou nao fazer e que propabilidade de ser bem sucedido em determinada ação.
Há também cenários específicos em RPG: um conjunto de personagens, fatos, e outros elementos que criam uma ambientação para os jogos. Eles podem ser de Fantasia, Horror, Futurista, etc.
Em suma, o RPG é um jogo que se passa na imaginação dos jogadores. É como uma história que vai sendo escrita enquanto é jogada, sendo influenciada pelas decisões dos jogadores e pelas ações de seus personagens.