Dornier Do.J Wal

O Dornier Do-J Wal realizou o seu primeiro voo em 6 de Novembro de 1922. Caracterizava-se pelas extensões laterais em forma de asas truncadas, que ajudavam a estabilizar o casco, permitindo suprimir os flutuadores nas asas.

Este modelo foi utilizado para numerosas viagens pioneiras bem como para alguns dos primeiros serviços comerciais.

O espanhol Ramon Franco realizou o primeiro grande desafio do Wal voando de Espanha para as Canárias em Janeiro de 1924.

O explorador Ronald Amundsen tentou sobrevoar o Polo Norte utilizando dois Wal, mas atingiu apenas a latitude de 87º e 43´, sendo obrigado a abndonar um dos aparelhos, regressando as tripulações no outro, depois de terem ficado aprisionados nos gelos durante várias semanas.

Em 22 de Janeiro de 1926 Ramon Franco descola de Espanha (Palos de Moguer) num Wal batizado "Plus Ultra", rumo à Argentina (Buenos Aires) onde chega a 10 de Fevereiro após 7 etapas. Os 10.270 km foram transpostos em 60 horas de voo. Este hidroavião, talvez o único sobrevivente, encontra-se actualmente no museu argentino da cidade de Lujan. Uma réplica existe num museu espanhol.

Em 1 de Março de 1927 os portugueses Sarmento de Beires, Jorge de Castilho e Manuel Gouveia utilizam um Wal batizado "Argos", para uma viagem de Lisboa ao Brasil (Natal) onde chegaram a 18 de Março. A etapa mais impressionante desta viagem realizou-se entre a Guiné e Fernando Noronha, entre o fim da tarde de 16 de Março e a manhã seguinte, percorrendo os 2.595 km em 18 horas e 11 minutos, a maior parte das quais de noite, provando assim a validade do sistema de navegação desenvolvido por Gago Coutinho também para os voos aéreos nocturnos. O hidroavião afundou-se mais tarde no Brasil, quando iniciavam o regresso a Portugal, devido a uma amaragem forçada em mar cavado após ter ocorrido uma ruptura na tela da asa esquerda.

Um grupo de três Wal holandeses voaram para a Indonésia entre 3 de Abril e 18 de Maio de 1929, percorrendo 15.600 km.

Uma das últimas proezas do Wal Foi a volta ao mundo realizada em 1931 por Wolfgang Gronan: 44.400 km percorridos, por etapas, em 270 horas de voo.

O Wal deu igualmente origem a uma importante linhagem de hidroaviões. Em 1926 nasce o Dornier Do R Super Wal e, anos mais tarde, em 15 de Março de 1935, voa pela primeira vez o Dornier Do 18, que se assemelha a um Wal reperfilado, e que pela pureza das suas linhas e evidentes qualidades aerodinâmicas é considerado um dos mais belos hidroaviões de sempre.


O Dornier Do.j Wal Argos no Tejo.

Fonte: Viagens Aeronáuticas dos Portugueses


Características
Envergadura 22.5 m
Área alar 96.2 sq. m
Comprimento 17.25 m
Altura 4.9 m
Empty weight2,250 kg
Equip. weight 5,600 kg
Motorização 2 x Lorraine-Dietrich 16G, 450 hp
Velocidade máxima195 km / h
Velocidade de cruzeiro165 km / h
Alcance1,000 km
Tecto4,500 m
Fabricante CMASA

Modelos à escala

Kits, planos e 3-vistas
Tipo FOnte Envergadura Motorização Ref. Nr. ...
3 vistas Scale Model Research ... ... Sb - 11010 - OD ...

(mais informação em breve)


Regresso à Primeira página


1