Isto é Linux!

Em busca de uma solução Desktop no mundo do Pinguim.

 
 Interfaces Gráficas:
  KDE - K Desktop Environment.
 Gnome
 Window Maker
 Outras
 Miscelânea:
 Instalação
 Problemas
 Distros Linux
 Ubuntu Linux
 Aplicativos
 Fale conosco.

Introdução.

[versão 1 - Em: 25.11.2005.]
[versão 3.1 - Em: 28.07.2008.]


Como navegar nestas páginas:

Na coluna à esquerda encontram-se os links para as demais páginas que completam o sítio.(1) Basta clicar em um deles para ler algo sobre as Interfaces Gráficas - KDE, Gnome, Window Maker e outras, onde incluo Xfce e Flux Box.
Na parte denominada Miscelânea falamos sobre a instalação do Linux, suas diversas distribuições - que costumamos chamar de distros - e sobre os aplicativos escritos para o Linux, geralmente em código livre.


Sistema Operacional Linux:

Para a maioria dos usuários de computadores, o Linux está associado à imagem do chato que sabe tudo de micros,linguagens e programas; pois pensam que só um geek - ou um nerd - podem entender as complicações do sistema que tem um pinguim como símbolo. Um exagero? Pode crer que sim.

Afinal, nem sempre o uso do micro foi tão simples como as interfaces gráficas fazem parecer hoje em dia. Na verdade, não faz muito tempo, era ainda bastante complicado para um iniciante o uso de um micro sem interface gráfica. Era preciso aprender como usar os comandos de cada programa, saber como carregá-los na memória, usar até três disquetes diferentes para uma só aplicação; isso tudo olhando para uma tela preta e sem mouse.

E o que é uma Interface Gráfica?

A Interface Gráfica de Usuário (GUI - Graphical User Interface) é o recurso provido por um programa ou - o que é mais comum - por um Sistema Operacional (SO) para que o usuário possa interagir de modo mais ou menos intuitivo e fácil com a máquina e assim aproveitar com eficiência os seus recursos. Como é isso?
Você pode abrir uma janela - digamos, do Prompt do DOS e nela digitar:

copy c:\Documents and Settings\Paulo\curriculum.doc a:\

e apertar a tecla 'Enter'.

O arquivo curriculum.doc será copiado da pasta 'Meus documentos' de Paulo (suposto nome de usuário do Windows XP) para um disquete que esteja no drive 'A:'.
Isto requer um conhecimento prévio de que a pasta 'Meus Documentos' (na realidade ela é um sub-diretório) está no diretório Documents and Settings do disco rígido 'C:' e seu nome é o mesmo do seu usuário. Requer ainda que se conheça o comando copy, 'copiar', além da sintaxe dos comandos DOS.

A alternativa é usar a GUI fornecida pelo Windows Explorer, abri-lo, navegar para a pasta 'Meus Documentos' e - com o auxílio do mouse - clicar e arrastar o arquivo curriculum.doc para a janela ao lado, largando-o sobre 'Disquete de 3½ (A:)'. O interpretador de comandos do SO transformará estas ações na operação equivalente à linha de comando em DOS.

Portanto, não faz grande diferença se o sistema é Windows, Linux ou MacOS. O mais importante para a maioria dos usuários é a Interface Gráfica - seja para a execução das tarefas de gerenciamento de arquivos, seja pelos diversos aplicativos e utilitários que ela permite acessar.

Ao instalar o Windows, uma interface padrão é apresentada ao usuário. Podem ser modificadas as cores, fundo de tela, descanso de tela, sons do sistema, etc., mas a interface é a mesma. O mesmo ocorre com o MacOS.
Atualmente, isso pode ser mudado. A interface KDE, inicilamente criada para rodar em sistemas Linux e Unix-like1, já pode ser baixada e instalada em versões para Windows e MacOS. Isso possibilita o uso dos programas para KDE em uma máquina com Windows ou MacOS. É a possibilidade de usar programas livres e de boa qualidade, ao invés de cópias não-oficiais de programas caros e fora das possibilidades da maioria dos usuários de computador.

Finalmente, partindo do fato de que a maioria dos usuários de micros não precisa mais do que uma GUI confortável e de um conjunto mais ou menos limitado de aplicativos para seu uso diário, definimos como objetivo destas páginas mostrar os passos que estamos seguindo para encontrar uma solução Desktop no Linux.

Uma Nota: Depois de dois anos completos sem mexer nessas páginas, resolvi criar suas versões mais atualizadas. Move-me nessa empreitada a constatação de que as Interfaces Gráficas para o Linux têm mostrado um progresso enorme em todos os sentidos. Como venho usando o Linux diariamente, desde meados de 2005, quero aproveitar a experiência acumulada nesse período para mostrar nesse espaço as vantagens de usar um sistema seguro e estável .


1 Usaremos aqui a palavra sítio em lugar de site;
2 Unix-like são os sistemas baseados na estrutura do Unix, como o Linux e o FreeBSD.


Um país se faz com homens e livros. - Monteiro Lobato.


Todas as páginas deste sítio testadas no Mozilla Iceweasel 2.0.0.1 em 1024x768 pixels.

1