AROMATERAPIA



O termo aromaterapia foi inventado por Gattefosse, um químico francês dos anos 20, mas a aplicação terapêutica das essências é anterior à história escrita. A palavra "perfume" deriva do latim (per = através ; fumum = fumaça) e refere-se ao uso da fumigação. A "fumigação" é talvez a forma mais antiga de tratamento à base de ervas. A fumaça proveniente da queima de ervas vem sendo empregada desde tempos imemoriais para tratamento de desordens nervosas e para fins de limpeza e purificação.

O olfato é único entre as percepções dos seres humanos. Nossos outros sentidos liberam a informação para receptores nervosos que, por sua vez, convergem tal informação para o cérebro. No olfato, as terminações sensoriais nervosas projetam-se através da superfície intema do nariz, resultando num contato direto entre estímulo e receptor. A estimulação aromática produz um efeito direto, imediato sobre o cérebro e sistema nervoso. Os aromas emitem vibrações, que podem ser classificadas numa escala eletromagnética. A percepção olfativa é resultado tanto da estrutura química-molecular do estimulo quanto de sua taxa vibratória.

A qualidade aromática de uma planta é um dos elementos de seu óleo ou essência volátil. Os óleos essenciais são complexos, contendo álcoois, ésteres, aldeídos, cetonas e terpenos. O óleo essencial de uma planta é único; é como se fosse sua voz. Como disse Tisserand: "O óleo essencial é a parte mais etérea e sutil de uma planta e sua ação terapêutica ocorre num nível superior, mais sutil do que o da planta toda ou de seu extrato, tendo em geral um efeito mais pronunciado sobre a mente e as emoções do que os remédios à base de ervas. As propriedades das ervas e de seus óleos essenciais podem ser as mesmas, mas a ação terapêutica é diferente".

Geralmente os óleos essenciais são extraídos por destilação. A quantidade e a qualidade do óleo extraído dependem da própria planta, das condições do solo, do clima e do tempo, da estação e do método de colheita. Calor, luz, ar e umidade têm efeito prejudicial sobre os óleos essenciais.

Tais óleos devem ser mantidos em vidros escuros, bem tampados, e guardados em locais secos, para que preservem suas qualidades. O uso terapêutico dos óleos essenciais deve ser limitado a um óleo de cada vez. A aromaterapia produz efeitos tanto fisiológicos quanto psicológicos e há várias formas de aplicação usadas para alcançar tais efeitos. A fricção é a forma de aplicação usada para estimular os centros glandulares (chakras).

Cada chakra está associado a um ou mais óleos, que ressoam harmônica e eletroquimicamente com sua energia, facilitando a liberação de acúmulos e congestões encontradas em nível do chakra. Ao se empregar a fricção para estimular um chakra, deve-se aplicar uma ou duas gotas do óleo essencial não diluído sobre o ponto de fricção reflexo do chakra. A fricção também pode ser usada para tratar uma série de estados físicos e psicológicos e, em tais casos, deve-se aplicar uma ou duas gotas do óleo essencial selecionado, não diluído, nos pulsos, palmas das mãos ou solas dos pés, onde será prontamente absorvido pela corrente sanguínea e levado às glândulas e tecidos do corpo. Os aromas baratos são usados basicamente para tratar desordens físicas. Acrescente 10 ou 15 gotas do óleo essencial escolhido numa pequena bacia contendo água quente, imergindo mãos ou pés, de 15 a 30 minutos, na solução. A imersão em água quente auxilia a penetração na pele e a absorção das propriedades ativas da essência pela corrente sanguínea.

As massagens também são usadas principalmente para tratamento de desordens físicas. As propriedades terapêuticas da essência vegetal são absorvidas, através da pele, pela comente sanguínea, que as transporta para os tecidos e órgãos do corpo. Nas massagens, os óleos essenciais são diluídos em outro óleo vegetal.

 

Qualquer óleo de boa qualidade, como o óleo de açafrão, o de girassol, o de oliva ou o de amêndoas doces, pode ser empregado. Uma vez que as misturas de óleos facilmente rançam, deve-se preparar apenas a quantidade a ser empregada. Para preparar a quantidade suficiente do óleo para um tratamento, misture: 1/4 de xícara de chá de óleo vegetal e 10-12 gotas do óleo essencial escolhido. Faça a mistura numa garrafinha e agite bem.

Obrigado pelo seu acesso...

SAÚDE, PAZ E FELICIDADE !

Volta ao topo
Volta à principal

1