Verdade e/ou Realidade

 

 

 

Poeticamente Ela a Verdade é uma ilusão!
Cientificamente - Eis a verdade: é aquilo...
Comprovado... Fisicamente em laboratório.
Filosoficamente - Verdade é aquilo que é... 
Religiosamente... Verdade é questão de Fé.
Geneticamente. É a continuação da espécie.
Militarmente - a verdade  significa a Vitória.
Para os ateus, Ela é a teoria evolucionista... 
Sempre Mártires - viveram para Deus Amor.
E este é o mais crucial - sentimento humano.
Como procurar a luz nas noites mais escuras.
Nada é mais contraditório do que a Verdade.
A maior interrogação também nas escrituras,
Já profundamente arraigada - na inteligência.
Pois passaram mais de dois mil anos alguém.
Do Romano Pilatos - que, perguntou a Jesus!
 Homem diz-me afinal - com toda sinceridade!
Antes de mandar pregá-lo... Numa tosca cruz.
Qual é a realidade do que chamamos verdade?

Os fanáticos morrem pela verdade - ódio... 
E num equívoco acreditam. Ilusoriamente. 
Existir somente neles tão sonhada verdade.
Porém cada grupo crer - Haver descoberto.
Uma verdade verdadeira única e Universal.
Mesmo quem pretende revelar o seu Deus.
Verdade a tantos santos e mártires foi fatal.
E se julgam dono da verdade, até os ateus.
Ou todos que até negam - veementemente.
Verdades seriam afinal sonhos meus e teus?
Ou seria o meio de manipular simplesmente.

 

Crer  haverá de ser sempre questão de Fé.
Pois Deus se definiu como sendo o que É.
Simples misteriosamente como. O Eu Sou!
Eis até verdade teórica dos cromossomos.
As sábias informações globais do D. N. A.
Estatística e, inúmeros prismas filosóficos.
São pistas e bússola dos mistérios de Deus.
Verdade em cada terra tem sua explicação.
Diferente tanto para apóstolos ou fariseus.
Verdade não passaria de uma mera ilusão?

Mas, somente, conceito do Deus universal.
Englobando todas as possíveis... Verdades.
No imponderável mistério - super cósmico!
   Não no deus do castigo da guerra da miséria. 
   Da fome e da morte... Mas no Deus da Vida. 
  Deus essência santidade e, mais puro Amor! 
 Porque o amor é único sentimento universal.
 Portanto mais próximo - do espírito de Deus!
  Este questionamento podem perdurar séculos!
  Racionalmente esta tola dúvida vai continuar.
  Em todos os tempos e na sábia interrogação...
   Eterna numa pergunta do que seja a Verdade?
   Seria a verdade uma fábula e, uma bela ilusão.
   Descobre em ti mesmo a crucial cumplicidade.


Jamais foi compreendida continua indefinida.
Por nós os pobres seres tão poucos racionais.
Como é um mistério a origem da própria vida.
Deverias crer na imortalidade... Da tua Alma!
Há milhares interrogações e ainda muito mais.
 Podes descrer da Vida, antes e após, a Morte?
  E na imutabilidade de todas as Leis Universais.
  Na real relatividade da probabilidade Humana.
 E a qualquer espírito menos perspicaz engana. 


Na inesgotável eterna Misericórdia de Deus.
 Deus só pode ser a luz e fonte geral de Amor.
  O Amor mais Sublime do sentimento humano.
  Como o amor a simbiose do beija-flor e a flor.
  Porém a interrogação humana real e eterna é.
  Uma irrespondível incógnita para inteligência.
  Porque religião é o grande mistério da tua Fé.
  Ou então mistério da nossa ilusória sapiência.

                                                                                                                                      
 O arbítrio sem crença - ou crendo em Deus.
 Mas o mistério continua, foi e sempre, será.
Tanto para crentes ou quanto para os ateus.
  E talvez da verdade o homem nunca saberá.
 Mas afinal qual é a realmente a Verdadeira.
A minha, a verdade do meu pai, ou do avô?
 A primeira hipótese, talvez fosse derradeira.
 Será sempre uma incógnita, e, nos desafiará.
Facetada, multifacetada como os brilhantes.
  E o transparente como mistérios dos cristais?
   É ainda, mais fosca talvez para os ignorantes.

Difícil investigar o mistério filosoficamente!
E aceitar a verdade como dogma de pura Fé.
Crê ingenuamente em teorias mais contrárias.
Ironia se a verdade é saber o que a verdade É.
Realmente interrogações antigas e hereditárias.
 Deus é puro Amor e sublimado como o Perdão. 
Embora nossa inteligência seja ainda imperfeita.
Deus é a consciência existente em cada coração.
Podemos vislumbrar, apenas a verdade rarefeita.
É sem dúvida a mais sublime, poesia do Criador.
Simbolizada fiel e, santamente, na palavra Amor.

 
Portanto crer na excelsa eternidade... do Amor.
 Ou até mesmo não crer absolutamente em Nada.
 É arbítrio ao humano que, ao Homem. Permite.
  Buscar a trilha mais perfeita e também a errada.
  Seja um homem do fausto, ou o da simplicidade.
 Dúvida que, desde primórdios fez a sua morada,
A eterna interrogação humana sobre eternidade.
Leva homem bom que procura com sinceridade.
A interrogar a Realidade é mesmo uma Verdade?


 Gostou deste Poema?
 Envie para quem Você Ama. 

Envie o endereço aos seus amigos (as) ou para seu Amor. MSN - ou através do seu E-mail.
http://br.oocities.com/ed_poeta1/ref_po22.htm

Edvaldo Feitosa
( Direitos  autorais  reservados  sob  o  nº 180859 )
* Fundação Biblioteca Nacional *








    
Poema        23

   Home Page   2

Home Page   1

Poema         21


E-mail

 

 

1