O Mapa da Felicidade

 

Eu preciso viver dos teus Abraços.
Ouvindo as tuas lindas promessas,
São lindas canções da minha vida
,
Ilusões os sonhos
de amor eterno,
Vamos viver enfim, minha querida,
Saboreando docemente, o paraíso,
Diferença entre o Céu e, o inferno.


Viver a vida que, anseios - clamam.
Almas e corações ambos clonados.
Realizando anseios dos teus seios.
Ressuscitando desejos alucinados.
Adocicar a alma... com teus beijos.
Vibrar teu lindo corpo sem receios.
E tuas coxas
tremendo de desejos.
Reveladas
na umidade da calcinha.
E, suplicando toda a carícia minha.

E  todo corpo explodindo de tesão.
O sussurro de quem está gozando,
E, gemidos que me deixem pasmo.
Confessar estou feliz e umedecida.
Ai Amor estou - em pleno orgasmo.
Faz tudo que quiser da minha Vida.

No
amar assim desesperadamente.
Como se fôssemos morrer amanhã.
 E, tudo do amor e desejarmos mais.
 Ultrapassarmos: todas convenções.
Vivendo este momento finalmente.
As fantasias dos nossos Corações.

Desvendarmos todos os segredos.
Jurando as juras mais impossíveis.
Desmistificar todos tabus e medos.
Assim ficar entre
- as tuas pernas...
Crente na certeza
- de estar no céu!
Vivenciando - Desejo mais profundo.
Vivamos felizes o nosso Amor então.
Com todo esplendor do nosso Tesão.
Sentirmos orgasmo:
por um
segundo.
É Viver a Eternidade
- Sonho e Ilusão.
 Tudo possível - de melhor... Do mundo.

Viver os Sonhos: com tal intensidade.
É saber que nós encontramos o Mapa.
Descobrimos o caminho da Felicidade.

 

 

 

  Gostou deste Poema?
Envie o endereço aos seus amigos (as) ou para seu  Amor. 
Através do seu E-mail ou  MSN.

     http://br.oocities.com/ed_poeta1/ref_po50.htm

Edvaldo Feitosa
( Direitos autorais reservados)
* Fundação Biblioteca Nacional - n º180859 *



 

 

 

 Poema        51

Home Page  2

 Home Page  1

Poema        49

 E-mail

 

1