Quimeras

 

Prometo e desejo embevecer tua alma,
Com sonhos lindos ilusórios - cruciais,
Conhecerá da ansiedade toda a palma,
Eu te libertarei destes grilhões, banais,

As realidades são quase sempre cruéis,
Vivamos querida as ilusões mais puras,
Ao gozar a fantasia: da cabeça aos pés,
Creia ser possível encontrar Felicidade,
Eu te darei momento de maior ternura:
Que se chama corretamente eternidade.

E mesmo, em uma quimera agonizante.
Pode se encontrar o mais lírico instante,
Ainda depois ressuscitarmos esta ilusão.
É o poder incrível que possui o coração,
E, conseguir - fazê-la viver eternamente.
Tal o registro do DNA, em uma semente.

E a felicidade pode estar: pertinho de ti.
Se não existem infinitos para os sonhos,
Felicidade é estado de espírito consciente.
Beleza da vida é constituída simplesmente.
De átomos de sorrisos. Fé e de esperanças.
Barco que, leva ao paraíso é a
nossa ilusão,

Teleguiado ou não - por tuas perseveranças,
Pois amor está pulsando em todo o universo,
Amor é a soma total: de todas as esperanças,
A existência é apenas, um clima de amplexo.
O amor paixão se multiplica soma e espalha,
Num quarto de luxo ou num celeiro de palha.
Nos anseios e
êxtases mais sublimes do Sexo...

 

O amor exige tudo e não se contenta com nada.
E dois amantes que se amam desesperadamente.
Amor quer ser amado sempre, apaixonadamente.
Nem que seja pela efemeridade - de um segundo.
Essa
recordação é que chamamos de Eternidade.
Sabes o que amor pode ofertar de mais profundo?
Tatuar
docemente no ego a lembrança da saudade.

 

 

 

As suas Palavras são como Estrelas que embora separadas s

  Gostou deste Poema?
Envie o endereço aos seus amigos (as) ou para seu  Amor. 
Através do seu E-mail
ou
 MSN.

    
http://br.oocities.com/ed_poeta1/ref_po49.htm

Edvaldo Feitosa
( Direitos autorais reservados)
* Fundação Biblioteca Nacional - nº 180859 *



 

 

 

Poema        50

Home Page  2

 Home Page  1

Poema        48

E-mail

e unem para formar a Constelação repleta de Encantos - Seu Poema.

1