Roswell! 


 Introdução
 Fotos de Ets
 Aparições no Brasil
 Os Extraterrenos
 Atlântida
 A 4º Fase Terrestre
 Espíritos e Ets
 Casos Interessantes
 Ovnilogistas em MG
 Ajude A Roswell

 




Home | Sobre os Extraterrestres | Links | Guestbook | Fale Conosco |

Lua

Embora ainda faltasse um ano para que o ser humano se aventurasse pelo espaço, foi em 1960, finalmente, que uma Estação de Rastreamento Espacial conseguiu fotografar um daqueles satélites-fantasmas que tanto intrigavam o mundo, especialmente os norte-americanos.
Isto ocorreu no dia 25 de agosto... Mas voltemos um pouco para trás. Já em julho de 1954, os observadores da base de White Sands, nos Estados Unidos, tinham descoberto - com o susto natural, claro - que alguns corpos "não-identificados" giravam em volta da Terra, a cerca de 1000 quilômetros por hora. Lançou-se então a hipótese de meteoritos, captados pela gravitação terrestre. Tal suposição, porém, foi rejeitada por alguns cientistas - como o dr. La Paz, da Universidade da Califórnia, que esclareceram que "nenhum meteorito podia ser freado pela atração terrestre". Isto era um grave contrasenso. A força de gravidade de um astro geralmente age como um imã, fazendo cair na sua superfície qualquer corpo suficientemente próximo.
Uma ano mais tarde - a 24 de abril de 1955 - a Casa Branca foi informada através do Observatório Astronômico do Monte Palomar, da presença de um daqueles "meteoros". Diante do desconcerto geral, ele se aproximara da Terra até uma altura de 50 quilômetros. O segundo, incompreensivelmente, desaparecera... Era evidente que não se tratava de meteoros.


Objeto filmado pela missão STS-37, em Abril de 1991

A pedido do presidente Eisenhower, o Comitê de Segurança Nacional dos Estados Unidos foi convocado para uma sessão especial e urgente. Depois de analisar cuidadosamente o assunto, os norte-americanos concordaram que "aquilo" não podia ser um satélite artificial soviético ( não nos esqueçamos de que os russos lançaram seu primeiro satélite em outubro de 1957). Mas se não se tratava de um meteoro nem de um satélite artificial russo ou americano, que eram aqueles dois objetos que tinham entrado na orbita da Terra a 1000 quilômetros por hora? O silencio pesado como chumbo foi a única resposta para a sociedade norte-americana.
A 29 de julho desse mesmo ano, o secretário de Imprensa da Casa Branca, Jimmy Haggerty, anunciou publicamente que Eisenhower aprovara a construção de um satélite artificial que gravitasse em volta da Terra. Para surpresa geral, Kruschev afirma que os cientistas russos estariam dispostos a colaborar com seus colegas norte-americanos. Será que os soviéticos tinham considerado aqueles supostos "satélites" como armas ou engenhos dos Estados Unidos?
A surpresa de uns e outros deve ter sido muito grande quando os cientistas ficaram sabendo que os dois "objetos" que giravam em volta do planeta moviam-se agora a 28.000 quilômetros por hora!
Aqueles satélites "fantasmas" deslocavam-se em torno da Terra numa órbita polar, enquanto as adotadas por russos e americanos , pelo menos nos primeiros anos, passavam sempre muito perto do Equador.

Sonda ufológica acompanha acompanha a Discovery, 1984.Em 12 de agosto de 1960, como disse, apareceu um novo satélite "não identificado". A primeira observação foi realizada através da rede de estações fotográficas pertencente ao Departamento de Estações de Rastreamento do Espaço da Grumman Aircraft Engineering Corporation. Naquela ocasião, o objeto não pôde ser fotografado. No entanto, no dia 25 de agosto, o misterioso "satélite" era finalmente captado. Em 30 de novembro obtinham-se três novas fotos, sendo que cada uma delas cobria cerca de 20 graus de arco. As câmaras utilizadas foram de grande precisão: um milésimo de segundo.
Curiosamente, o movimento do objeto podia ser comparado - em principio - ao de um satélite artificial humano ( sua orbita era bastante excêntrica, com um apogeu de 7560 quilômetros e um perigeu de 540 quilômetros, numa trajetória leste a oeste). O objeto, segundo os astrônomos e cientistas que puderam seguir a sua trajetória, só aparecia quando começava a ser visível o famoso satélite norte-americano Eco 1, lançado justamente em 12 de agosto...
Mais uma vez, seres "exteriores" vigiavam - e de muito perto - todos e cada um dos movimentos do homem em sua incipiente corrida espacial. Mas aquilo era apenas o principio. A década de 60 prometia muitas e formidáveis surpresas... viriam as expedições tripuladas ao espaço.

     Saiba Mais

Extraterrenos - Saiba mais sobre esses seres que habitam o centro do Planeta Terra.

Ovnis - Os estranhos objetos voadores não identificados

Como são Eles - Fique sabendo como e onde vivem cada um desses pequenos visitantes

Home | Sobre os Extraterrestres | Links | Guestbook | Fale Conosco |

© 2001 Roswell Home Page , Site design by Gabriel Henrique Czernisz.
1