Gramática da Língua Portuguesa - Formas da frase
FORMAS DA FRASE  

Cada tipo de frase pode assumir formas diferentes.

Activa / Passiva — No primeiro caso, o sujeito é apresentado como agente, no segundo como paciente. A distinção implica o recurso a conjugações verbais diferenciadas: voz activa ou voz passiva.

Aquele carro atropelou um cão.
O cão foi atropelado por um carro.

Afirmativa / Negativa — A acção ou processo expressos pelo verbo podem ser afirmados ou negados, o que se traduz pela ausência ou presença de um advérbio de negação.

Vou ao cinema.
Não vou ao cinema.

Neutra / Enfática — Algumas frases assumem uma forma enfática, caracterizada pela presença de elementos que não introduzem informação nova, limitando-se a reforçar a informação fornecida pelos restantes elementos da frase.

Ele sabe o que faz.
Ele é que sabe o que faz. (enfática)
Ele sabe o que faz. (enfática)

Como se depreende facilmente, essas formas são alternativas, isto é, a presença de uma implica a impossibilidade da outra: uma frase ou é activa ou passiva, ou afirmativa ou negativa, ou neutra ou enfática. Por outro lado, estas formas aplicam-se a todos os tipos de frase, com excepção da forma passiva que não é possível nas frases imperativas.

Come a sopa.
A sopa é comida por ti. (Não tem valor imperativo)

EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO

Indique o tipo e formas das frases assinaladas.

Conversam. Emborcam até alta noite, a largas goladas, o vinho espesso de Corrocovo. Hilário vê-o pinchar nos copos, nas canecas.
(...)
– A rapariga deu-me volta à cabeça. Deve ser aquele sangue do sul. Não se admire de me ver casado um dia destes.
O Dr. Seabra gracejava:
É lá consigo. Mas há formas mais fáceis de suicídio.

Carlos de Oliveira - Casa na Duna

Clique AQUI para ver a solução.

 

As frases apresentam formas alternativas:
–activa/passiva
–afirmativa/negativa
–neutra/enfática

As formas activa e passiva são determinadas pela conjugação verbal utilizada.

A forma negativa caracteriza-se pela presença de um advérbio de negação.





A forma enfática exige a presença na frase de um elemento com valor intensificador.







Para caracterizar uma frase é necessário indicar o tipo a que pertence e as três formas que assume.

A frase imperativa não admite a forma passiva.

 
1