pmed6

Plantas Medicinais - Árvores

Nome Sinonímia Nome Científico Aplicação e Preparo
OLANDIM Gulandim Moronobia coccinea O Suco leitoso do caule é bom resolutivo de tumores.
ÓLEO VERMELHO Pau-de-óleo, Cabureíba, capureúva, capreúva, capureiba Myrospermum erythoroxilum O bálsamo e o decocto da casca têm as mesmas aplicações do bálsamo-so-peru.
PACARI-DA-MATA Louro-das-guianas, Louro-tamanco, tamanquera, umarirana, cumarirana cujaumari-mirim Ocotea guianensis A raiz é tônica, febrífuga e útil nas cólicas flatulentas. Usa-se o decocto interna e externamente contra a lepra.
PAINEIRA Paineira rosa, barriguda, boloteiro, imbira-tanha Choririsia speciosa, Bombax ventricosa O decocto da casca é empregado para curar queimaduras.
PALMEIRA-CARANDÁ Carandá Copernicia australis A decocção da raiz é diurética e alterante
PALMEIRA-JUPATI Jupati Raphia vinifera, Raphia taedigera O óleo é aplicado em fricções no reumatimo, na gota, nas paralisias.
PALMEIRA-PIASSAVA Piaçaba, Chiquichiqui (Venezuela) Leopoldinia piassaba A infusão das fibras é aplicada em compressas, contra dores da erisipela. Abranda a inflamação e previne a formação de vesículas serosas.
PAPA TERRA Açucena do campo Posoqueria latifolia O decoto da casca é antifebril e tônica
PARATUDO Casca paratudo, paratudo aromático Cinnammodendron axillare A casca serve como estimulante, estomaquica e febrífuga.
PARICÁ DA TERRA FIRME Paricá-de curtume, paricá do campo, angico (Ceará) niopó (Alto Amazonas) Piptadenia peregrina A casca em decocção ou maceração produz efeitos notáveis nos casos de disenteria, hemorragia uterina e blenorragia. A goma que exsuda da casca é béquica e útil contra os resfriados, as bronquites e a pneumonia.
PAU-BÁLSAMO Bálsamos de tolu Myroxylon touluifera, Toluifera balsamum O bálsamo é um bom expectorante. Em xarope ou pastilhas serve contra catarros pulmonares, antiasmárico e diurético.
PAU-D´ARCO Ipê, ipeuva, ipê-tabaco, mãe-tiana Tabebuia roseo-alba O liber da casca é adstringente, usado para as estomatites e as úlceras da garganta, de origem sifilítica.
PAU D'ARCO AMARELO Ipê amarelo, ipeúva, piuva, ipê Tabebuia umbellata, Tabebuia serratifolia A decocção da casca serve para gargarejos nos casos de estomatite, garganta inflamada, angina sífilítica, etc. Em banhos contra as dermatoses.
PAU DE BOAZ Boaz Piptadenia falcata A resina é usada paras as afecções pulmonares.
PAU DE COLHER Leiteira, árvore de leite Tabernaemontana echinata A seiva leitosa tem efeito contra as úlceras indolentes. O decocto da casca e folhas modera e retarda os batimentos do coração.
PAU-DE-TAMANCO Caixeta, tabebuia, taiaverniá Tabebuia cassianoides O decocto da raiz é usado para enterite crônica, catarro intestinal, diarréia, disenteria, inapet~encia dispepsia, anemia, clorose.
PAU FERRO Itu, qui-pininga, jutaí-mirim, jutaí-peba, parajuba, pororoca Dialium ferrum, Arauma brasiliensis, Dialium divaricatum O decocto ou suco da casca é diaforética e depurativa; traz bons reultados nos casos de diabetes, escrófulas, gota, quilúria, reumatismo , sifilis.
PAU PARA TUDO Pau de gafanhoto, Quássia-cedro Simaba cedron, Quassia cedron As amendoas são indicadas nos casos de diarréia, desinteria, impaludismos, escrófulas clorose, debilidade geral. Os frutos amargos podem ser usados contra mordedura de cobras venenosas.
PAU PEREIRA Quinarana, acarirana, pau-forquilha, camará de bilro, camará do mato, canudo amargoso, pinguaciba Geissospermum sericeum A casca amarga é util nas febre palustres.
PAU SANTO Pinhão, folha-santa, malva do campo, pau de cortiça Kielmeyera speciosa O decocto das folhas em banhos como emoliente
PAU TERRA Dedaleira preta Qualea cordata A tintura da casca e da madeira tem aplicação sobre úlceras e na sífilis.
PERIQUITEIRA DA MATA Periquiteira-grande-da terra firme, algodão bravo, botuto, pacoté Cochlospermum orinocense A casca é aplicada nas contusões.
PEROBA ROSA Peroba Aspidosperma gomezianum A decocção ou maceração da casca é bom remédio contra malária.E um medicamento poderoso contra o impaludismo agudo e crônico. Sua ação é igual à do próprio quinino porém não irrita o estômago nem produz surdez.
PIMENTA DA JAMAICA Murta-pimenta, pimenta de coroa Pimenta officinalis, Pimenta comunis, Pimenta vulgaris, Pimenta aromatica, Myrtus pimenta, Eugenia pimenta Os frutos e as sementes são usados , como carminativos, nos casos de flatulências.
PIMENTA DOS NEGROS Pimenta de macaco Xylopia aromatica As sementes são difusivas estimulantes e carminativas
PINDAÍBA Pindaíba-de-folha pequena, envira, imbira Xylopia emarginata, Xylopia brasiliensis Propriedades carminativas da infusão das sementes.
PINDOBA Coqueiro pindoba, pindó, pindoba do sul Cocos australis O azeite é emoliente aplicado sobre as dores reumáticas. Com as amênduas pisadas preparam-se orchatas muito úteis contra a blenorragia, a leucorréia, a diarréia e a hemorragia.
PINHEIRO DO PARANÁ Pinheiro do brasil, pinhão , araucaria Araucaria brasiliensis, Araucária angustifolia As folhas servem para anemia, debilidade e escrófulas.
PIQUIÁ Piquiá-eté, pequeá, suari Caryocar villosum O infuso da casca é diurético e antifebril.
PITANGA Pitangueira Eugenia uniflora, Stenocalyx michelii As folhas em infusão ou decocção são estimulantes, febrífugas, antipalúdicas, anti-reumárica, adstringentes.

Volta

1