Faíscas

Rocky Tango [aka Rock Assassino, Paulo Pedro Gonçalves], Dedos Tubarão [Pedro Ayres Magalhães], John Lee Finuras [aka Punhos de Renda, Jorge] e Gato Dinamite [aka Flash Gordon, Emanuel Ramalho] formaram, em 1978, a primeira banda Punk portuguesa, que a par com os Aqui D'El Rock protagonizaram alguns momentos inesquecíveis do Rock em Portugal.

Se os Aqui D'El Rock chegaram a gravar dois singles, os Faíscas de Dedos Tubarão não deixaram nenhum registo discográfico para a posteridade.

Começando por tocar na boite "Brown's", em Lisboa, os Faíscas tiveram como road manager Zé Pedro que viria a formar os Xutos e Pontapés. O seu primeiro espectáculo aconteceu em Lisboa, no Festival da Revista "Música e Som", onde tocaram 13 temas (de clássicos do rockabilly como "Roll Over Beethoven" a temas originais como "Não Perdes Pela Demora" ou "Faca Na Barriga".

O grupo dura pouco tempo, mas ainda faz alguns espectáculos pelo país, entre os quais um no dia 27 de Maio de 1978, no Cine - Teatro do Sabugal, que ficou na memória de todos quantos a ele assistiram, não tanto pela música, mas pelas peripécias associadas a tal espectáculo. Foi uma noite de Punk a valer que incluiu tudo o que se associa a um espectáculo Punk.

Aos músicos dos Faíscas juntam-se Ultravioleta e Carlos Maria (Trindade) e surgem os Corpo Diplomático, que se estreiam ao vivo no concerto dos norte-americanos Tubes, em Cascais. Este novo grupo foi o primeiro, em Portugal, a enveredar pelos caminhos da New-Wave.


Crédito: Aristides Duarte (5/01/2000), citado por ANM - A Nossa Música

Página Principal
1