Alexandre Baffa - CROMOTERAPIA

C R O M O T ER A PI A


Todos os métodos curativos antigos e as medicinas naturais mais recentes, tem uma base comum que é a manipulação da Energia Vital, que em última analise é a Força Ativa que liga o Pensamento ao Corpo. Esta Força foi denominada, ao longo do tempo de:

- Prana, pelos hindus; - Chi, pelos chiineses; - Ki, pelos japoneses;

- Nous, pelos egípcios; - Ga-llama, pelos tibetanos; - Força Ódica, pelos druidas;

- Pneuma, pelos gregos; - Calor interno, por Hipócrates;

- Magnetismo animal, por Mesmer; - Bioenergia, por William Reich.

Esta Energia que vem "dos confins" do Universo sob forma de Energia Cósmica e que a tudo anima, interpenetrando cada vazio por mínimo que possa ser, atua sobre todos os ciclos vitais da Terra. Na forma de Energia Luminosa, anima a bioquímica e seus ciclos como: sono, digestão, e outros processos biológicos, que se condicionam a ela e ficam dependentes de seus ciclos de Luz.

A tradição conta que no Egito o Deus Thot, era mestre da manipulação das cores, que usava para curar e despertar as faculdades Espirituais. Estimulava o mental com a cor amarela de Ísis, e aumentava a força vital com o vermelho de Osiris. Segundo os papiros descobertos por Edvin Smith, a medicina egípcia usava nos seus processos de cura pedras preciosas, perfumes, sons, as cores, o uso da água, previamente solarizada em garrafas coloridas e a sugestão.

Na China, usavam o método Chi Kung (respiração controlada com a visualização de cores) como diagnóstico da saúde e também na dietética.

O diagnóstico chinês compreendia fases como: a observação, a auscultação, o questionamento e a apalpação.

Os sintomas assim apurados denotavam:

- Excesso de vermelho: problemas de coração.

Excesso de amarelo: disfunção do baço.

Excesso de branco: anomalias nos pulmões.

Excesso de verde: desordens no fígado.

Excesso de escuro: moléstias nos rins.

Na Grécia e Roma, se usou muito o método de cura pela exposição aos raios solares, chamada de Helioterapia, mas restaram poucos documentos sobre esse método. Na Índia, a Cromoterapia foi bastante difundida em duas correntes: a Tântrica e a Shankara ou de Patanjali, que deram base às leis da cura fisica e mental da medicina Ayurveda. Essa cura consiste numa terapia que usa as plantas, a dietética, a massagem, a limpeza interna, a respiração, a aplicação de sons e a cromoterapia .

Tabela da aplicação das cores de acordo com os vários sintomas de acordo com a tradição Tântrica:

Cor ----------- Chakra---------- Elemento ---------- Sintoma ---------- Beneficio

1. Amarelo ---------- Basal ----------- Terra ----------- Insegurança ---------- Autocura

2.Vermelho---------- Umbelical ----------- Fogo ----------- Autoritarismo ---------- Autruísmo

3. Azul ----------- Esplênico ----------- Água ----------- Inveja, ciúme ---------- Calmante

4. Rosa ----------- Cardíaco ------------ Ar ------------- Desarmonia ----------- Amor, fé

5. Verde --------- Garganta -------- Éter --------Ignorância, intolerância ---- Compaixão

6. Índigo --------------- Frontal ----------- Austeridade ----------- Poderes psíquicos

7. Violeta --------------- Coronário ----------- Êxtase ----------- Poder, alegria

A cromoterapia tem o poder de melhorar o estado geral ou patológico de cada paciente.
Algumas cores são excitantes, outras calmantes.
Algumas cores são adstringentes como o vermelho , laranja e amarelo.
Outras são dilatantes, como o azul , verde e violeta.

O azul ajuda "sair" do corpo, o vermelho ajuda à introspecção.

As cores quentes são: Vermelho, Laranja e Amarelo

As cores frias são: Azul , Índigo e Violeta. A cor neutra é o Verde .

O físico Isaac Newton descobriu que a luz branca, ao passar por um prisma triangular, decompunha-se em sete cores fundamentais, que correspondem a vibração do espectro solar.

A unidade de medida para descrever o comprimento de onda das cores visíveis é o Ängstrom, que equivale a um decibilionésimo de um metro.



Comprimentos de onda (em Ängstroms)

0,0001.......0,01........1,0.....100..........2x10.3..........4x10.3.........7x10.3........50x10.3.....10x10.5

{-----------------------------------}

RC.............RG...........RX.....RUV............CORES VISÍVEIS.............RIV............OC.........OR

RUV à 4000.Ao........................5000.Ao.....6000.Ao............................7000.Ao. à RIV

Violeta Índigo Azul Verde ........................ Amarelo Laranja Vermelho

Símbolos:

- Gráfico superior, comprimento de onda total.

- Gráfico inferior, COMPRIMENTO DE ONDA do Espectro

- RC = Raios cósmicos, - RG = Raios Gama, - RX = Raios-X

- RUV = Raios Ultravioleta, - RIV = Raios infravermelhos.

- OC = Ondas curtas, - OR = Ondas de rádio.


Na segunda metade do século passado, Rupert Hunt, descobriu as influências da luz no crescimento das plantas. O Dr. S. Pancoast escreveu um livro sobre as reações do homem aos efeitos estimulantes do vermelho e aos efeitos calmantes do azul. O Dr. Edvin Babbitt retomou os conceitos tradicionais da medicina indiana, e defendeu a tese de que as diferentes cores apresentam Energias transmissíveis ao Corpo Sutil do homem, para beneficio do seu Corpo Físico. O Dr. O. Ghadioli, na primeira metade deste século, em seu livro "The Spectrum Chromometry Encyclopaedia", resultado de suas pesquisas, postula a "Tese dos extremos", em que a luz vermelha favorece o metabolismo e estimula o fígado. A luz violeta acalma o metabolismo e estimula o baço. As demais cores estão entre essas duas cores, cuja ação reflete-se nos tecidos e nervos.

Faculdades curativas das cores :

Vermelho - Estimula nervos e sangue. Aplica-se aa: resfriados, bronquite, anemia, reumatismo, diarréia, tuberculose e pressão baixa. É estimulante para provas escolares, testes e competições e outros estados de tensão emocional. Contraindicações: hipertensão, estados histéricos, perturbação mental e febre alta. Sendo uma cor agressiva, é conveniente aplicar em seguida a cor verde seguida do azul, para energizar e eliminar as possíveis seqüelas do vermelho.

Laranja - É tonificante para o sistema respirattório e a fixação do cálcio. Aumenta o "tônus" sexual, harmoniza a vitalidade física com o otimismo, fortalece o corpo sutil. Aplica-se a: resfriados crônicos, rinite, pulmões danificados, hipertireoidismo, tumores, cálculos biliares, renais e asma. Aumenta o otimismo, sensação de bem-estar e relação corpo-espírito. Sendo uma cor densa, deve-se aplicar em seguida o verde.

Rosa - É tonificadora por excelência do fluxo sangüíneo, ajuda as funções cardíacas, a produção dos linfócitos e mantém constante o fluxo sangüíneo. Não deve ser usada quando há pressão arterial alta.

Amarelo - É um estimulante para o sistema nervooso, sistema digestivo, linfático e muscular. Estimula o cérebro e harmoniza o chakra solar. Aplica-se a: paralisia, disfunções abdominais e do ligado, vesícula biliar, cálculos biliares e renais, reumatismos, eczemas, enxaquecas, circulação anormal, parasitas intestinais, estados depressivos, cansaço mental e melancolia. O amarelo é contra-indicado nos estados de histerismo, neuroses, palpitações cardíacas e alcoolismo.

Verde -É uma cor negativa refrescante e calmante. Muito usada pelo Dr. Mac Naughton, nos EEUU pelo seu poder regenerativo sobre o Corpo Etérico. Aplica-se a: dores dorsais, hipertensão, problemas emocionais, irritabilidade. Como calmante atua no plexo solar e frontal alcançando resultados surpreendentes. Usa-se uma tonalidade mais forte como regenerador Energético. Alivia a insônia, acalma as tensões nervosas, regenera física e mentalmente o corpo. Não tem contra-indicação, porém não se deve aplicar por muito tempo.

Azul - É calmante, analgésico, atuando tambéém como fixador da cor violeta, especialmente nos casos de cauterização. Aplica-se a: dores de cabeça, vômitos, tosse nervosa, epilepsia, úlceras estomacais, dores agudas, febres e infecções. Atua como calmante do sistema nervoso e regenerador dos sistemas ósseo e muscular. Excelente como coagulante aplicando-se junto com o turquesa, que é uma variação do azul. Atua sobre as emoções, induzindo a paz e tranqüilidade. Favorece a meditação, o despertar da intuição, o combate ao egoísmo e abre o "mental" do homem para um contato com o Todo. Contra-indicações: não deve ser aplicado em resfriados, hipertensão, paralisias e reumatismos.

Índigo - É uma cor fria e adstringente, com prropriedades anestésicas. Permite o estímulo e circulação da Energia Sutil pelos Canais Energéticos ou, Nadis, devido a essa espécie de amortecimento ou insensibilidade que provoca no corpo Físico. Aplica-se para aliviar todas as dores, cataratas, nefrites, otites, insensibilidade a sabores, sangramento do nariz. Atua sobre as emoções estimulando os cinco sentidos e permite o acesso a Níveis de Consciência mais elevados.

Lilás ou violeta - O violeta estabelece uma relação entrre o Baço e a Energia Vital, atua como calmante do coração. Purifica o sangue, eliminando as toxinas, estimula a produção de leucócitos e células de defesa. É uma cor cauterizadora, que consegue controlar rapidamente as hemorragias. Também é útil para recuperar infecções se associada ao verde e azul. Aplica-se a: problemas no baço, indigestão crônica, sonolência após as refeições, cistites, disfunções de bexiga, problemas nos rins, ciática e lumbago crônicos, perda de cabelos, raquitismo, pneumonia, asma, tosse cumprida e epilepsia.



Obrigado pelo seu acesso...

SAÚDE, PAZ E FELICIDADE !

Qualquer comentário ou informação

Escreva para o drbaffa.

Volta ao início

Volta à principal

1