Manfred Mann
- The Mighty Quinn

Grupo originalmente classificado como sendo da área do rhythm-and-blues constituído na Grã Bretanha, em 1962, pelo próprio Manfred Mann, de naturalidade sul-africana. Com Manfred Mann (nos teclados) estava o seu amigo Mike Hugg (na bateria). O vocalista era Paul Jones, que se tornaria mais tarde num actor de sucesso; os outros membros foram Tom McGuinness (baixo) e Mike Vickers (flauta, sax, guitarra). O seus primeiros ‘hits’ foram "Do Wah Diddy Diddy" (um original dos Exciters) e "Pretty Flamingo". Jones saíu em 1966 e foi substituído por Mike D'Abo, mas o grupo manteve a senda de sucessos (caso raro quando ocorre mudança de vocalista) de que se salienta, em 1968 uma versão de "Mighty Quinn" de Bob Dylan. Outros temas de Dylan gravados pelo grupo foram: "Just Like A Woman" (1966) e "If You Got To Go - Go Now". Outro popular tema do grupo foi: "Ha! Ha! Said the clown", de 1967.



EP: Fontana P65 001 TE (Portugal, 1968)
O nome dos Manfred Mann encontra-se associado a uma das inovações técnicas da música pop/rock: o sintetizador Moog. No Verão de 1968, Mick Vikers (então nos Manfred Mann) estava nos estúdios de Abbey Road quando este estúdio foi equipado pela primeira vez com um "moog", e trabalhou na sua afinação para o albúm homónimo dos Beatles. José Cid ficou impressionado com o sintetizador Moog que viu no Festival de Vilar de Mouros de 1971, na formação dos Manfred Mann, e procurou logo adquirir um.

O grupo separou-se em 1969. Mann e Hugg formaram então um grupo de jazz/rock, o Chapter Three, que não teve grande sucesso. O nome significava que este era o "terceiro capítulo" das formações de Manfred Mann, diferindo as duas primeiras apenas no vocalista. O grupo gravou os álbuns Chapter Three (lançado em Dezembro de 1969) e Chapter Three – volume 2 (lançado em 1970).

Em 1971, juntamente com Mick Rogers (guitarras e vocais) Chris Slade (bateria) e Colin Pattenden (baixo) Mann formou a Manfred Mann's Earth Band. A nova banda iniciou a sua actividade com uma versão de "Please Mrs Henry", um original de Bob Dylan, mas sem grande sucesso; seguiu-se "Living without you" (escrita por Randy Newman). O primeiro LP, com a mesma designação da banda (foto do topo), incluindo as duas referidas canções, só surgiu em 1972. Também de 1972 é o albúm "Glorified Magnified", que incluía nova versão de um êxito de Dylan: "It's All Over Now Baby Blue". No entanto, só em 1973, com o albúm "Messin’", é que a banda conseguiu recapturar o sucesso da formação original de Mann.

Existe uma biografia muito completa das formações de Manfred Mann, "Mannerisms: The Five Phases of Manfred Mann", de Greg Russo

Os Manfred Mann's Earth Band continuam actualmente em actividade, com espectáculos ao vivo, mas nos últimos anos apenas têm sido lançadas complilações das suas gravações.


Vilar de Mouros - 1971

Os Manfred Mann constituíram uma das atracções do festival de Vilar de Mouros de 1971, tendo actuado na noite de 7 de Agosto. Do alinhamento fizeram parte as seguintes canções:

  • Dealer
  • Ashes To The Wind
  • Happy Being Me
  • Captain Bobby Stout
  • Mighty Quinn
  • Tal como aconteceria no dia seguinte a Elton John, a banda achou o público de Vilar de Mouros "muito pacífico".

    Página oficial dos Manfred Mann's Earth Band

    Página Principal

    1