World War III

   

Batalhas da WW3:

 

- Simulações.

 

- Voltar.

 

- Agressão no Norte.

 

- Atlântic Shield.

 

- GIUK TRAP.

 

- Fernando de Noronha.

 

- TO Falklands.

 


 
 

 

GULF ESCORT.

 

USS Doyle (FFG39) em missão nas aguas do Golfo Pérsico escoltando a USS Supply.

 

BRIEFING 002________________________________

 

Missão: Gulf Escort

Data: 29 de Fevereiro de 1997

Hora Local: 1000

Localização: Golfo Pérsico, 50 milhas náuticas da Costa do Irã.

 

Situação Operacional: Após informações fidedignas da CIA de que Saddam Hussein estaria financiando terrorismo internacional e estaria formando um Eixo do Mal junto ao Afeganistão, a guerra santa profetizada contra os demônios do ocidente começa a ganhar novo fervor no Golfo Pérsico e países aliados como a Arábia Saudita e Kwait já manifestaram a sua preocupação. Os Estados Unidos iniciaram a Operação Escudo da Liberdade e já movimentam milhares de tropas para a região. Vários navios também se deslocam para a entrada no Golfo Pérsico, porém até que seja votada uma resolução no Conselho de Segurança da ONU, somente pequenos navios de escolta podem entrar na região, em uma tentativa de não aumentar a instabilidade local.

Situação Tática: Satélites informam que há várias canhoneiras iraquianas na área, provavelmente em uma tentativa de atacar qualquer navio americano de suprimentos que entre na área. O seu curso inical é de 315º e a velocidade de 12 nós. As escoltas encontram-se a 5 milhas náuticas do USS Supply. Os 4 Hornets encontram-se estacionados no USS George Washington, na entrada do Golfo Pérsico.

 

Estado do Mar: 2

Vento: 315º a 10 nós

Visibilidade: 25%

Ordens: PROTEJA O USS SUPPLY ATÉ SUA CHEGADA ÀS DOCAS. NÃO ATIRE A NÃO SER QUE HAJA CLARA DEMONSTRAÇÃO DE HOSTILIDADE. PORÉM NÃO PERMITA QUE NAVIOS IRAQUIANOS SE APROXIMEM A ALCANCE DE TIRO. CONSIDEREM HOSTIL A PRESENÇA DE QUALQUER AERONAVE INIMIGA. UM E-3A AWACS SOBRE A ARÁBIA SAUDITA IRÁ PROVER ASSISTÊNCIA DE COBERTURA DE RADAR . O E-3 EM HIPÓTESE ALGUMA PODERÁ SAIR DE SOBRE A ARÁBIA SAUDITA.

 

Forças Envolvidas:

 

ALIADAS:

USS Underwood (FFG)

USS Dayle (FFG)

USS Supply (AOE)

4 x F/A-18C Hornet

2 x SH.60B Sea Hawk

1 x E.3C Sentry

 

INIMIGAS:

4 x Houdong (PTG)

4 x MiG-29 Fulcrum

 

Pontuação (não cumulativa):

 

A – 10 pontos se o USS Supply sofrer menos de 33 pontos de dano e sem dano nas escoltas e todos os aviões inimigos na área sejam derrubados com a perda de até 1 F/A-18C. 5 pontos pessoais para cada navio ou aeronave inimiga destruída.

 

B – 5 pontos se o USS Supply sofrer menos de 33 pontos de dano e até 50 pontos de dano nas escoltas e pelo menos 50% dos aviões inimigos na área sejam derrubados com a perda de até 1 F/A-18C. 3 pontos pessoais para cada navio ou aeronave inimiga destruída.

 

C - 3 pontos se o USS Supply sofrer menos de 33 pontos de dano e mais de 50 pontos de dano nas escoltas e pelo menos 50% dos aviões inimigos na área sejam derrubados com a perda de até 1 F/A-18C. 2 pontos pessoais para cada navio ou aeronave inimiga destruída.

 

D - 2 pontos se o USS Supply sofrer até 65 pontos de dano e até 50 pontos de dano nas escoltas e pelo menos 50% dos aviões inimigos na área sejam derrubados com a perda de até 1 F/A-18C. 1 ponto pessoal para cada navio ou aeronave inimiga destruída.

 

E - 1 ponto se o USS Supply sofrer até 65 pontos de dano e mais de 50 pontos de dano nas escoltas e pelo menos 50% dos aviões inimigos na área sejam derrubados com a perda de até 1 F/A-18C. 1 ponto pessoal para cada navio ou aeronave inimiga destruída.

 

F – 0.1 ponto para cada navio ou aeronave inimiga destruída

 

Resumo dos combates_________________________

 

A tática empregada pelos Blue Seals foi a de manter as duas escoltas (FFG Classe Oliver Hazard Perry) o mais próximas ao USS Supply, empregando ao mínimo possível os radares. O Boeing E.3 Sentry, sobrevoando o espaço aéreo Saudita proveria o alerta em caso de aeronaves hostis se aproximarem, enquanto os caças permaneceriam em alerta com mísseis anti-navio e de combate aéreo. Contando ainda com dois helicópteros SH.60 nas escoltas, estes saíram em busca de sinais das embarcações inimigas, tendo obtido êxito em destruir uma delas (com a perda de um helicóptero) cabendo aos caças Hornet destruírem as três restantes.

Com a aproximação dos caças Mig inimigos, um intenso (porém breve) combate aéreo foi travado com vitória absoluta para os pilotos americanos, sendo que dos quatro Mig.29 de que o inimigo dispunha, um já havia sido abatido por "fogo amigo".

Após a primeira PTG Houndond ser destruída pelo SH.60, as demais disparam seus mísseis contra o comboio aliado, sendo este ataque frustrado pelo sistema SM.1MR (FFG) e Sea Sparrow (AOE) sem que os navios sofressem danos. Posteriormente as restantes foram destruídas pelos Hornets.

Tendo sofrido apenas a baixa de uma única aeronave, os Blue Seals obtiveram a vitória neste primeiro confronto, causando 100% de baixas as forças inimigas.

 

 

Destaques especiais:

 

- Ataque ao NAe CDG.

 

- Crimes de Guerra.

 

- Brotherhood Freedom.

 

- Operação Icosaedro.

 


Fotos e mapas:

 

Mapa do Oriente Médio mostrando a área onde ocorreram os combates entre forças da USN e Iraquianas.

 

PTG Houndong: quatro destes barcos de patrulha dotados de mísseis anti-navio tentaram atacar o Comboio americano, sendo prontamente abatidos.

 

Para prover missão de CAP (Combat Air Patrol) ao comboio que se dirigia ao Kuwait, quatro destes caças multi-funcionais estavam em alerta no NAe USS George Washington, na entrada do Golfo Pérsico.

 

Mig.29 Fulcrun: projetado na Antiga UNião Soviética, foi exportado a diversas nações. Contando com limitadas capacidades de combate aéreo (Necessitando de intenso apoio de radares GCI) tinham como missão atacar os navios americanos, porém, foram abatidos pelos caças Hornet F/A-18C.

 

T-AOE.06 USS Supply. Navio de apoio capaz de fornecer suprimentos de combustível e munição a um Battle Group.

 

Download do debriefing.

 

 

 

 

 

_Subir_

1